Musical Évora apresenta recital da violoncelista Milene Aliverti

O Musical Évora recebe nesta quarta-feira (18), o recital da violoncelista Milene Aliverti. No programa, obras de Johann Sebastian Bach, Edmundo Villani-Côrtes e Gaspar Cassadó. A apresentação ocorre às 12h30, na Sala da Música do Multipalco Eva Sopher, com entrada franca.

Milene Aliverti é professora do departamento de música da UFRGS e violoncelista da Orquestra de Câmara Theatro São Pedro (OCTSP). É formada pela Universidade Estadual Paulista, onde estudou com o professor Zygmunt Kubala. Aperfeiçoou-se na Bulgária com o professor Anatoli Krastev e recebeu o título de mestre em violoncelo pela Universidade da Carolina do Sul, nos Estados Unidos, sob orientação do professor Robert Jeselsson. Coordena o Encontro de Violoncelos do Rio Grande do Sul e o Concurso para Jovens Violoncelistas Solistas do Rio Grande do Sul. Além disso, atua como solista e camerista em diversas formações, tanto no Brasil, quanto no exterior e, no ano passado, lançou seu primeiro CD solo 'Prelúdio'.

O Musical Évora é uma realização da Associação Amigos do Theatro São Pedro, com o patrocínio da Évora Holding S.A. O projeto proporciona à comunidade apresentações ao vivo, com entrada franca, sempre nas quartas-feiras úteis, trazendo o trabalho de músicos de diferentes regiões do país e do exterior. As apresentações têm em torno de 45 minutos, contemplando diferentes estilos, como erudito, MPB, choro e jazz.

Texto: Nathalia Sasso/ Ascom Theatro São Pedro
Edição: Léa Aragón/ Secom

  24 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

24 Acessos

Plantio do trigo está quase concluído no RS

A atual safra de trigo está praticamente semeada, com exceção de áreas pontuais no Planalto e Campos de Cima da Serra, o que não preocupa os agricultores, pois nessas regiões o período favorável se estende até o final deste mês, havendo tempo hábil para a finalização.

De acordo com o Informativo Conjuntural elaborado pela Emater/RS-Ascar, é boa a formação inicial das lavouras, com stand de plantas recomendado, emergência uniforme e crescimento inicial rápido, com as lavouras implantadas em desenvolvimento vegetativo.

Técnicos alertam que, em casos pontuais, algumas lavouras têm apresentado plantas com entrenós longos e pouco perfilhamento, folhas estreitas e coloração mais amarelada devido a períodos prolongados de pouca luminosidade.

A cevada está nas fases de germinação e desenvolvimento vegetativo, com as primeiras lavouras implantadas em elongação e início de floração, com os tratos culturais, controle de invasoras e aplicação de nitrogênio em cobertura em algumas áreas prejudicadas pelo excesso de umidade no solo.

A canola, visualmente, está bem instalada, com bom aspecto fitossanitário. A cultura mantém-se em desenvolvimento vegetativo, floração e já em enchimento de grãos no Noroeste do RS.

Produtores avaliam como positivo o desenvolvimento da cultura, apesar da dificuldade de controlar gramíneas espontâneas, como azevém e aveia. Esta dificuldade decorre da baixa insolação, que diminui a atividade metabólica das plantas e pode comprometer a ação dos herbicidas. No Planalto, lavouras estão prejudicadas pelo excesso de umidade.

Frutícolas

Pêssego - Produtores de pêssegos da Região Sul seguem a limpeza dos pomares com roçadas manuais e mecanizadas, intensificando as atividades de poda de inverno com mão de obra familiar (estão podados 66% dos pomares) e os tratamentos de inverno com as caldas bordalesa e sulfocálcica.

Segue o encaminhamento dos projetos de custeio para a próxima safra, com a realização de reuniões para abordar a situação da próxima safra e as iniciativas para a normatização e regulação do rótulo das conservas de pêssego dos tipos especial e extra.

Criações

Pastagens - As baixas temperaturas, a nebulosidade e as geadas têm prejudicado a oferta e a qualidade das forragens, dificultando a rebrota do campo nativo e exigindo a suplementação mineral para que o rebanho metabolize o pasto fibroso.

Alguns pecuaristas estão suplementando animais e fazendo ajustes de lotação nos potreiros. Na região da bacia leiteira, as pastagens estão prejudicadas devido à alta umidade do solo, e os animais "estragam" a pastagem devido ao pisoteio em solo muito encharcado.

Assim, o período de pastoreio é diminuído e aumenta o consumo de silagem, ração e feno para compensar o baixo crescimento das pastagens. Porém, os agricultores devem estar atentos aos custos de produção para a época do ano, pois a possível escassez de alimento amplia a necessidade de conservado e de concentrados, ambos de custo mais elevado, quando comparado ao alimento volumoso.

Pesca artesanal – Na região de Pelotas, o período é de defeso da Laguna dos Patos. No município de Rio Grande, a colônia de Pescadores Z1 já encaminhou os pedidos de seguro defeso para os pescadores, que é de um salário mínimo mensal por quatro meses, e os pescadores seguem aguardando o recebimento.

No município de Pelotas, nesta quarta-feira (11), aconteceu o primeiro dia de campo do projeto Brasil Sem Miséria (BSM) III para pescadores e quilombolas. Na Lagoa Mirim, os pescadores seguem preocupados com o baixo volume de peixe capturado e também com o baixo preço pago. Na região de Santa Rosa, pescadores relatam que a disponibilidade de peixes é razoável e esperam que a turbidez da água mantenha-se no nível atual.

Texto: Adriane Bertoglio Rodrigues/Imprensa Emater/Ascar
Edição: Léa Aragón/Secom

  21 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

21 Acessos

The Beatles marcam presença na Casa de Cultura Mario Quintana

O Teatro Bruno Kiefer da Casa de Cultura Mario Quintana (CCMQ) apresenta, na terça-feira (17), às 20h30, o espetáculo de dança “The Beatles Dancers”, produzido pela Arthur Murray Dance Center com base nas obras musicais da banda britânica.

Entre as canções selecionadas estão versões originais e editadas. O espetáculo envolverá várias modalidades dentro da dança de salão, como bolero, samba de gafieira, foxtrot, tango argentino, salsa e westcoast. As coreografias pretendem interpretar o conceito histórico da época juntamente com a ideologia da música.

 SERVIÇO

Pauta: Espetáculo de dança “The Beatles Dancers”

Quando: Terça-feira (17), às 20h30

Onde: Teatro Bruno Kiefer – 6º andar da CCMQ (Rua dos Andradas, 736)

Ingressos: R$ 40 (inteira) e R$ 20 (estudantes, classe artística, idosos e crianças de 6 a 12 anos).

Texto: Roberta Amaral/CCMQ
Edição: Léa Aragón/Secom

  22 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

22 Acessos

Planejamento apresenta balanço dos convênios entre governo estadual e União

A Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão (SPGG) concluiu o balanço do primeiro semestre da execução dos convênios firmados entre o governo do Estado e a União. 

O levantamento, realizado pelo Departamento de Monitoramento de Convênios, apresenta a evolução dos 403 instrumentos vigentes. Os convênios contabilizam cerca de R$ 4,6 bilhões em verbas. O Eixo de Infraestrutura e Ambiente é o destaque, tanto no volume de instrumentos, quanto de recursos financeiros, em virtude da projetos na área de Saneamento. 

Os convênios federais com o Estado são elencados em quatro eixos: Econômico, Governança e Gestão, Infraestrutura e Ambiente e Social. A SPGG monitora mensalmente a execução dos instrumentos celebrados para verificar o cumprimento dos investimentos firmados com o governo federal. 

A publicação do balanço atende os requisitos de transparência, que integra o Acordo de Cooperação com o Ministério do Planejamento. 

http://planejamento.rs.gov.br/upload/arquivos/201807/12155424-12-07-2018-convenios-federais-balanco-1-semestre-2018.pdf 

Outras informações sobre a execução dos convênios federais podem ser acessadas aqui 

Texto: Lucas Barroso/Ascom SPGG
Edição: Leonardo Nunes/Secom

  29 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

29 Acessos

Inscrições para novos cursos de especialização começam nesta segunda-feira

A Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (Uergs) recebe inscrições, a partir desta segunda-feira (16), nos cursos de especialização que serão abertos no segundo semestre de 2018, em diversas regiões do estado. O prazo se encerra em 3 de agosto. São dois novos cursos: especialização em Gestão do Agronegócio, em São Borja, e especialização em Produção Vegetal, curso ofertado em parceria com o Instituto Federal, em Vacaria.

Também serão abertas novas turmas dos cursos de especialização em Controle da Qualidade de Alimentos, em Cruz Alta; Docência no Ensino Religioso, em Novo Hamburgo; Gestão do Currículo na Formação Docente, nas unidades em Bagé e São Francisco de Paula; e Gestão e Sustentabilidade Ambiental, em Soledade.

Em Canoas, o curso de especialização em Ensino de Ciências com Ênfase em Práticas de Pesquisa será ofertado em convênio com o Colégio Maria Auxiliadora, da Rede Notre Dame. Os editais estão disponíveis no site da Uergs.

Texto: Daiane de Carvalho Madruga/Uergs
Edição: Gonçalo Valduga/Secom

  30 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

30 Acessos

Secretaria da Agricultura divulga regulamentos da Expointer 2018

A Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação divulgou os regulamentos referentes à realização da 41ª Expointer, que ocorre de 25 de agosto a 2 de setembro no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio. Os documentos, que falam sobre a comercialização de espaços, regras para inscrições de animais e exigências sanitárias, estão disponíveis no link.

 

As inscrições de animais podem ser feitas até 30 de julho, por meio do Sistema de Defesa Agropecuária da Secretaria. Instruções completas de como fazer a inscrição dos animais podem ser consultadas neste link.

 

Texto: Ascom Seapi
Edição: Léa Aragón/Secom 

  28 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

28 Acessos

Fepam abre novas turmas para curso do Sinaflor

A Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) abriu inscrições para novas turmas do curso sobre o Sistema Nacional de Controle da Origem dos Produtos Florestais (Sinaflor). Promovida em parceria com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama), a capacitação é direcionada para servidores municipais de órgãos ambientais que atuam com manejo e supressão de vegetação nativa.

Serão disponibilizadas, ao todo, três turmas com 120 vagas cada uma. Duas turmas serão direcionadas para a qualificação de servidores municipais, enquanto a terceira será voltada para responsáveis técnicos e consultores. Os cursos serão ministrados por técnicos do Ibama, a partir das 8h30.

Confira a programação:

Turma 1 (servidores municipais)
- 6 e 7 de agosto, no auditório da Famurs (Rua Marcílio Dias, 574 - Menino Deus), em Porto Alegre.

Turma 2 (servidores municipais)
- 8 e 9 de agosto, no auditório do BRDE (Rua Uruguai, 155 - Centro), em Porto Alegre.

Turma 3 (responsáveis técnicos e consultores)
- 10 de agosto, no auditório da Famurs (Rua Marcílio Dias, 574 - Menino Deus), em Porto Alegre.

Técnicos municipais de municípios responsáveis pela emissão de autorizaçãoes que estiverem interessados em participar da capacitação devem solicitar inscrição pelo email Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.. Em caso de dúvidas ligar para (51) 3288-9481.

Texto: Maurício Tomedi/Fepam
Edição: Gonçalo Valduga/Secom

  22 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

22 Acessos

Servidores da Sema recebem habilitação da Marinha para condução de embarcações

Um grupo de servidores da Secretaria do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Sema) e da Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) foram habilitados pela Marinha para dirigir barcos de pequeno porte em rios e lagos.

A secretária Ana Pellini e o capitão Amaury Gomes Júnior reuniram-se, nesta sexta-feira (13), na sede da Sema, para a entrega dos certificados de conclusão do curso. Ao todo, 25 servidores da Sema e um da Fepam receberam a certificação do Órgão Federal para tripular e conduzir embarcações com até oito metros de comprimento a serviço do Poder Público. Promovida pela Capitania Fluvial de Porto Alegre, a capacitação aconteceu entre os dias 21 e 28 de maio.

Atualmente, nove UCs do Rio Grande do Sul contam com embarcações utilizadas na fiscalização da área. São elas: Parque Estadual de Espigão Alto, Parque Estadual de Itapuã, Parque Estadual Delta do Jacuí, Parque Estadual do Camaquã, Parque Estadual do Espinilho, Parque Estadual do Tainhas, Parque Estadual do Turvo, Parque Estadual Quarta Colônia e Reserva Biológica do Mato Grande.

Também foram entregues os documentos de renovação das habilitações de 14 servidores da Sema que já haviam realizado o curso anteriormente. O encontro também contou com a presença da analisa ambiental da Divisão de Fiscalização da Sema, Claudia Hartfelder, que realizou o treinamento, e do chefe da Divisão de Patrimônio da Sema, André Goulart, responsável pela organização do treinamento.

Texto: Maurício Tomedi/Sema
Edição: Gonçalo Valduga/Secom

  27 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

27 Acessos

Estado quita salários de junho dos servidores do Executivo ainda nesta sexta-feira

O governo do Estado irá concluir ainda nesta sexta-feira (13) o pagamento integral dos salários de junho para todos os servidores do Poder Executivo. A partir da arrecadação do ICMS ao longo da semana, mais os valores que ficaram disponíveis no caixa único no encerramento do dia, a Secretaria da Fazenda (Sefaz) conseguiu reunir R$ 418,2 milhões necessários para quitar a folha aos funcionários com rendimento líquido acima de R$ 6.500. São 39.752 vínculos (11,7%) que restavam pendentes desde a virada do mês.

O crédito estará disponível na rede bancária entre o final de tarde e início da noite. Ainda na última quarta-feira (11), houve a quitação integral dos salários para os funcionários que recebem entre R$ 4.500 e R$ 6.500. A parte líquida da folha de junho fechou em R$ 1,204 bilhão, sem considerar os valores das consignações que representam outros R$ 173 milhões e ainda estão pendentes. O Poder Executivo compreende cerca de 341 mil vínculos entre ativos, inativos e pensionistas.

A quitação da folha ocorre dez dias antes da previsão inicial. Além dos saldos do caixa único no encerramento do expediente bancário, um dos fatores desta antecipação decorre dos resultados em termos de controle das despesas e no combate à sonegação.

As previsões iniciais de quitar os salários mais altos da folha de junho apenas após o dia 23 também têm relação com o calendário do ICMS. Depois do dia 12 de cada mês, o próximo período de arrecadação mais expressiva ocorre apenas entre os dias 23 e 27.

Texto: Pepo Kerschner/Sefaz
Edição: Gonçalo Valduga/Secom

  34 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

34 Acessos

Estado e município de Santa Maria atualizam números do surto de toxoplasmose

Um novo boletim sobre o surto de Toxoplasmose em Santa Maria foi divulgado pelo governo estadual e pela prefeitura nesta sexta-feira (13). Os dados apontam que, em relação ao último relatório, divulgado em 29 de junho, há 27 novos registros da doença, totalizando 621 casos confirmados.

As notificações de casos chegaram a 1.786, das quais 60 foram excluídos (casos captados pela Vigilância em Saúde que não atendem à definição de suspeito, após a qualificação dos dados feita em 29 de junho) e 240 ainda precisam ser classificados.

Texto: Ascom SES
Edição: Léa Aragón/Secom

 

  29 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

29 Acessos

Oficina do Prato para Todos combate desperdício de alimentos na capital

O programa Prato Para Todos realizou oficina, nessa quinta-feira (12), que estimula a população contra o desperdício de alimentos. As nutricionistas do Sesc-RS, parceiro no projeto, ensinaram um grupo de 20 pessoas a obter o aproveitamento integral dos alimentos em cozinha montada na Escola de Cidadania Centro de Assessoria Multiprofissional (Camp), em Porto Alegre. 

Entre as receitas estavam o polpetone, elaborado com a proteína de soja, e o suco borbulhinhas de laranja, feito com casca da laranja. Para a dona de casa Maria de Fátima de Oliveira, a atividade é uma ótima maneira de aprender a usar o grão em alimentos em casa.

As oficinas do Prato Para Todos ocorrem semanalmente em comunidades carentes e entidades cadastradas no programa. Para isso, é utilizado um ônibus-escola equipado com cozinha industrial e com capacidade para 24 pessoas. São atendidos mensalmente 50 mil pessoas em 300 instituições cadastradas. 

Texto: Ascom Ceasa-RS
Edição: Gonçalo Valduga/Secom

  32 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

32 Acessos

Começam as obras de viaduto na ERS-118

Com os trabalhos de escavação e estaqueamento, que vão permitir a colocação dos blocos de fundação, começou nesta semana a construção do viaduto sobre a Avenida Theodomiro Porto da Fonseca, em Sapucaia do Sul. A cargo do consórcio formado pelas empresas Traçado e Tardelli, a estrutura integra as obras de duplicação da ERS-118. 

Quando concluída, a fase de instalação dos blocos de concreto irá marcar o final da etapa de trabalhos conhecida por infraestrutura. A seguir, a obra irá prosseguir com a instalação de vigas. Cerca de R$ 10 milhões serão investidos no viaduto, que terá mais de 200 metros de extensão. A frente de trabalho acontece entre os quilômetros 3,2 e 3,4 da rodovia.

Além da obra em Sapucaia do Sul, outras três elevadas estão sendo construídas na ERS-118: os viadutos sobre as avenidas Marechal Cândido Rondon e Itacolomi, em Gravataí, e a transposição do poliduto da Transpetro. Os trabalhos de duplicação da rodovia são coordenados pela Secretaria dos Transportes e executados pelo Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer).


Texto: Alcides Gonçalves/Ascom
Edição: Léa Aragón/Secom

  28 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

28 Acessos

Sistema Único de Segurança Pública é tema de reunião em Brasília

O Sistema Único de Segurança Pública (Susp) foi tema de reunião entre os governos federal e estadual nesta quinta-feira (12), no Palácio da Justiça, em Brasília. O sistema, criado com o intuito de integrar as estratégias de segurança do Brasil, foi discutido entre o ministro Raul Jungmann, o secretário Cezar Schirmer, que representou a região Sul, e integrantes de outras localidades.  

Jungmann adiantou a possibilidade do governo federal disponibilizar R$ 800 milhões para o setor ainda neste ano. O ministro falou sobre a necessidade dos estados se adequarem às novas exigências previstas na Lei que cria o Susp, entre elas, a criação do Conselho Estadual de Segurança Pública (Consesp) e do Fundo Estadual para receber os recursos do Fundo Nacional. Também foram tratadas a integração das bases de registros de ocorrências e a criação de um Plano Estadual de Segurança alinhado com o Plano Nacional.

Em relação ao RS, Schirmer informou que várias medidas exigidas já estão em fase de desenvolvimento e algumas já efetivamente instaladas, como o Fundo Especial de Segurança Pública (Fesp). "Também estamos concentrados na integração dos registros criminais. É uma ação que auxiliará muito no combate à criminalidade, permitindo a troca de informações e um melhor estudo da situação de cada região", disse.

Segundo o ministro, os critérios para a destinação dos recursos do Fundo Nacional estão sendo definidos em conjunto com o estados.

Texto: Ascom SSP
Edição: Gonçalo Valduga/Secom

  27 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

27 Acessos

Energia gerada por novas PCHs atenderia 330 mil pessoas

A Secretaria do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Sema) e a Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) apresentaram, nesta sexta-feira (13), o relatório do primeiro ano do Programa Gaúcho de Incentivo às Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs). Conforme o documento, as licenças ambientais emitidas nos 12 meses de trabalho totalizam a geração de 84 megawatts (MW) de energia no Rio Grande do Sul - o que pode abastecer uma cidade de aproximadamente 330 mil habitantes. A reunião ocorreu no Palácio Piratini, com a presença do governador José Ivo Sartori.

Lançado em julho de 2017, o programa selecionou 93 empreendimentos de geração de energia elétrica considerados viáveis no Rio Grande do Sul. Outros 22 ingressaram depois na Fepam. Desse total de 115 projetos, 33 já foram solucionados, 44 aguardam documentação e 38 seguem em análise.

Entre os já solucionados, foram emitidas 17 licenças ambientais, sendo 12 licenças prévias e cinco licenças de instalação para PCHs. Outros 16 foram considerados inviáveis e indeferidos. Do total de recursos investidos, R$ 2,5 milhões serão revertidos para medidas compensatórias em Unidades de Conservação (UCs) e planos de manejo.


Texto: Cassiane Osório, com informações da Sema
Edição: Gonçalo Valduga/Secom

  26 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

26 Acessos

Energia gerada por pequenas hidrelétricas atenderia 330 mil pessoas

A Secretaria do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Sema) e a Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) apresentaram, nesta sexta-feira (13), o relatório do primeiro ano do Programa Gaúcho de Incentivo às Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs). Conforme o documento, as licenças ambientais emitidas nos 12 meses de trabalho totalizam a geração de 84 megawatts (MW) de energia no Rio Grande do Sul - o que pode abastecer uma cidade de aproximadamente 330 mil habitantes. A reunião ocorreu no Palácio Piratini, com a presença do governador José Ivo Sartori.

Lançado em julho de 2017, o programa selecionou 93 empreendimentos de geração de energia elétrica considerados viáveis no Rio Grande do Sul. Outros 22 ingressaram depois na Fepam. Desse total de 115 projetos, 33 já foram solucionados, 44 aguardam documentação e 38 seguem em análise.

Entre os já solucionados, foram emitidas 17 licenças ambientais, sendo 12 licenças prévias e cinco licenças de instalação para PCHs. Outros 16 foram considerados inviáveis e indeferidos. Do total de recursos investidos, R$ 2,5 milhões serão revertidos para medidas compensatórias em Unidades de Conservação (UCs) e planos de manejo.


Texto: Cassiane Osório, com informações da Sema
Edição: Gonçalo Valduga/Secom

  24 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

24 Acessos

Penitenciária Estadual de Porto Alegre será inaugurada em outubro

Porto Alegre contará com uma nova unidade prisional ainda em 2018. A expectativa da Secretaria da Segurança Pública (SSP) é de que a inauguração da Penitenciária Estadual de Porto Alegre ocorra no início de outubro. A garantia foi dada pelo secretário Cezar Schirmer nesta sexta-feira (13), durante a vistoria realizada pelos técnicos do governo do Estado. A visitação teve a presença do procurador-geral de Justiça, Marcelo Dornelles, e do subprocurador-geral de Justiça para Assuntos Institucionais, Marcelo Lemos Dornelles.

De acordo com a empresa responsável pela obra, a penitenciária será entregue em 27 dias. A partir de então, inicia o processo de estruturação do local, com a chegada de mobiliário, equipamentos de cozinha e demais itens necessários para o funcionamento da unidade.

Unidade terá 416 vagas distribuídas em celas com capacidade para dois, quatro e oito presos Unidade terá 416 vagas distribuídas em celas com capacidade para dois, quatro e oito presos - Foto: Rodrigo Ziebell/SSP

Antes chamada de Cadeia Pública de Porto Alegre II, a unidade possui 5,1 mil metros quadrados de área construída. São 416 vagas distribuídas em celas com capacidade para dois, quatro e oito presos - além de celas para pessoas com necessidades especiais. O investimento é de R$ 28 milhões, obtidos por meio da permuta do prédio da Fundação para o Desenvolvimento e Recursos Humanos (FDRH) com o Grupo Zaffari.

A unidade terá o mesmo padrão de tratamento penal que vem sendo desenvolvido no Complexo Penitenciário de Canoas, que prevê o uso de uniformes. O local também contará com espaços para o atendimento de saúde e para o desenvolvimento de atividades laborais.

Texto: Claiton Silva/SSP
Edição: Gonçalo Valduga/Secom

  32 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

32 Acessos

Polícia Civil prende 29 pessoas no combate ao tráfico de drogas

Vinte e nove pessoas foram presas pela Polícia Civil em ações realizadas em todo o estado nas últimas vinte e quatro horas. O tráfico de drogas foi o crime mais combatido pelos policiais civis. Do total de prisões, 11 foram por venda de entorpecentes e uma por posse de drogas. A Polícia Civil  ainda apreendeu um adolescente pelo ato infracional análogo ao crime de tráfico, no Bairro Mathias Velho, em Canoas.

Além disso, foram presos dois homens por estupro de vulnerável. Um dos casos ocorreu em Farroupilha, entre os anos de 2002 e 2004, mas só chegou ao conhecimento da Polícia Civil, em 2013. Na época, a mãe da criança denunciou o próprio pai da menina pelos abusos que teriam começado quando a vítima tinha seis anos. Contra o homem, de 49 anos, havia mandado de prisão para cumprimento de pena de 12 anos e seis meses de reclusão.

Na capital, um indivíduo de 28 anos foi preso por abusar da enteada de quatro anos. Ele já havia sido condenado pelo crime a 14 anos de reclusão, em regime fechado.

A Polícia Civil também realizou inúmeras apreensões, resultado de mandados de busca e apreensão e de investigações realizadas pelos policiais. Foram apreendidas drogas, celulares, uma arma longa com numeração raspada e cerca de R$ 4 mil. Só em uma das operações, voltada ao combate de jogos de azar, em Pelotas, foram recolhidas 30 máquinas caça-níqueis em funcionamento e 55 monitores.

Texto: Polícia Civil

Edição: Léa Aragón/Secom

 

 

  31 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

31 Acessos

Curso de monitoramento de javalis reúne mais de 80 participantes em Bagé

A Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação (Seapi) promoveu, na quinta-feira (5), a 7ª Capacitação em Monitoramento e Vigilância Sanitária de Suídeos Asselvajados, realizada na Câmara de Vereadores de Bagé. O treinamento contou com a presença de mais de 80 agentes de manejo populacional para fauna exótica invasora.

 

Até agora, aproximadamente 400 agentes de manejo já estão capacitados e aptos a desenvolver as atividades de acordo com a legislação estadual de vigilância sanitária e transporte de carcaças de suídeos asselvajados. O curso foi desenvolvido e é ministrado pelo Programa de Sanidade Suídea da Secretaria.

 

O Rio Grande do Sul é estado pioneiro no país a implementar legislação sobre o transporte de carcaças de animais abatidos.

 

Texto: Seapi
Edição: Léa Aragón/Secom

  22 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

22 Acessos

Fase promove 2ª edição do Torneio de Vôlei na Academia de Polícia Militar

A Fundação de Atendimento Sócio-Educativo (Fase), realizou nessa quinta-feira (12), a 2ª edição do Torneio de Vôlei, na Academia de Polícia Militar, em Porto Alegre. A atividade foi organizada pelo Núcleo de Esporte, Lazer, Cultura e Espiritualidade (Nelce), com apoio da Brigada Militar, que cedeu o espaço para a realização do evento.

Com equipes compostas por 13 integrantes, sendo seis adolescentes, dois membros da equipe diretiva, quatro agentes socioeducadores e um profissional de Educação Física, diversas unidades do Rio Grande do Sul marcaram presença no local. Participaram do encontro a Comunidade Socioeducativa (CSE), o Centro de Atendimento Socioeducativo Feminino (Casef), os Centros de Atendimento Socioeducativo (Case) de Caxias do Sul,  Novo Hamburgo, de Porto Alegre, representadas pelos Cases POA 1, POA 2 e Padre Cacique, Pelotas, Santa Maria e Uruguaiana, os jovens do Centro de Atendimento em Semiliberdade (Casemi) de Caxias do Sul e Santa Maria e o Centro de Internação Provisória Carlos Santos (Cipcs).

Vencedores

Ao todo, foram 29 partidas disputadas. O 1º lugar ficou com o Casef, que recebeu o troféu de campeão. A equipe disputou a final com o Case Passo Fundo, que garantiu o 2º lugar. A 3ª e a 4ª colocações ficaram com os Cases de Santa Maria e Santo Ângelo, respectivamente. Todos os vencedores receberam medalhas de participação e o Case Santo Ângelo recebeu o reconhecimento como a ‘Delegação Mais Disciplinada’.

Texto: Daiana Camillo/Fase
Edição: Léa Aragón/Secom

 

  25 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

25 Acessos

Fundação de Proteção Especial lança livro sobre Práticas Restaurativas

 A Fundação de Proteção Especial realizou, nessa quinta-feira (12), o lançamento do livro 'Práticas Restaurativas - Aproximações e Distanciamentos no contexto do Acolhimento Institucional - A Experiência da Fundação Proteção'. O evento ocorre no auditório da sede administrativa, onde os autores autografaram e distribuíram exemplares para os convidados.  

As Práticas Restaurativas são técnicas utilizadas para a resolução de conflitos de forma pacífica e construtiva, através do diálogo. A FPE vem aplicando esses conceitos no âmbito institucional desde 2015, para solucionar divergências, tanto entre os acolhidos como entre os trabalhadores.

Além do atendimento, que trabalha com os Círculos Restaurativos, foram desenvolvidas diversas atividades de qualificação profissional, como palestras, seminários, cine-fórum e grupo de estudos e trabalho envolvendo a proposta da Justiça Restaurativa. A publicação lançada pela Fundação Proteção traz artigos teóricos sobre o tema e relatos da experiência prática de servidores, formados como Facilitadores de Práticas Restaurativas.

Para o presidente da FPE, José Luis Barbosa, “a implantação das Práticas Restaurativas na FPE superou todas as expectativas. Sem dúvida posso lhes afirmar: essa é uma metodologia transformadora. Mais do que diminuir conflitos, as Práticas Restaurativas estão auxiliando no aspecto humano e motivacional da Fundação Proteção”.

A chefe do Núcleo de Qualificação Profissional e co-autora do livro, Fabiana Nascimento de Oliveira, disse que “o momento é significativo, pois traduz todo o esforço e trabalho feito por aqueles que acreditam nas Práticas Restaurativas como uma ferramenta de auxílio nas relações entre servidores e acolhidos”.

A secretária de Desenvolvimento Social, Trabalho, Justiça e Direitos Humanos, Maria Helena Sartori, cumprimentou os servidores pela implantação do projeto. 

 

Texto: Sérgio Garcia/ Ascom FPE
Edição: Léa Aragón/ Secom

  21 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

21 Acessos