Redação

United lança voo mais longe com destino ou origem nos EUA

A empresa United Airlines está pronta para lançar o voo mais longo sem escalas tendo os Estados Unidos com origem ou destino, uma viagem de 14.001 quilômetros que liga Los Angeles a Cingapura.

O voo de quase 18 horas partirá de Los Angeles às 21h25 locais e aterrissará no domingo, em Cingapura, às 06h20 da cidade de desembarque.

Funcionários da United informaram que este serviço será o voo sem escalas mais longo saindo dos Estados Unidos para qualquer lugar do mundo.

Anteriormente este recorde pertencia a Qantas, que opera um voo de 13.801 quilômetros entre Dallas e Sydney, seguida pela rota da United entre San Francisco e Cingapura, de 13.592 quilômetros, lançada no ano passado.

As duas rotas da United, de Los Angeles e San Francisco, são operadas com uma aeronave Boeing 787-9 Dreamliner que acomoda 250 passageiros.

  66 Acessos

Copyright

© G1

66 Acessos

Chuva e granizo destelham casa e derrubam árvore em Pelotas 

A chuva causou estragos em Pelotas, na Região Sul do Rio Grande do Sul, na tarde desta sexta-feira (27). A cidade registrou queda de granizo. Um vídeo de um motorista mostra como foi a chuva (veja acima).

Em cerca de duas horas, o nível pluviométrico chegou a 55 milímetros, índice considerado muito alto pelo coordenador da Defesa Civil municipal, Paulo Darci dos Santos. Segundo ele, a média mensal em Pelotas é de 106 milímetros. Porém, com a constante ocorrência de chuvas no Estado nos últimos dias, desde o início do mês a cidade já acumula 300 milímetros.

A chuva atingiu toda a área urbana, provocando acúmulo de água em diversos pontos. Até às 20h de sexta-feira, segundo Paulo, quatro famílias foram atendidas pela Defesa Civil, com a casa destelhada. "Com certeza, terá mais", antecipa o coordenador.

Na Rua Garibaldi, uma árvore caiu sobre um carro estacionado. Os dois ocupantes no interior do veículo não se feriram gravemente.

Com os alagamentos, o trânsito da cidade ficou parado. No início da noite, os pontos de alagamento já começavam a escoar.

  54 Acessos

Copyright

© Copyright G1 - http://g1.globo.com

54 Acessos

'Eternas adolescentes', aposentadas ganham baile de debutantes em Porto Alegre

Um grupo de aposentadas de Porto Alegre teve a chance de realizar um sonho nesta sexta-feira (27): festejar o aniversário em um baile de debutantes. Com direito a vestidos, valsa e uma grande comemoração, elas provaram que não há idade para celebrar. A festa fez com que elas voltassem ao tempo da juventude, como definiu Ana Lúcia Santos, de 61 anos:

Para acompanhar a entrada no salão, no lugar do pai, estavam os guardas municipais, especialmente convidados para a ocasião. Antes do evento, as debutantes praticaram a dança e ainda tiveram aulas de maquiagem, passeios, e etiqueta com a Miss Brasil de 1986, Deise Nunes. "Ainda é um momento de glamour, ainda é um momento de felicidade, de alegria e de emoção", definiu Deise.

Entre as debutantes, a emoção tomava conta. Evita Costa estava nervosa. "Setenta e oito anos e debutando, não é fácil", brincou.

Para Maria Vandir Monitor, foi uma oportunidade de realizar a festa que não teve, durante sua juventude.

Janete Terezinha Eckhard, de 57 anos, também não teve festa na adolescência. "Nunca tive condições de fazer. Eu ficava olhando todas as pessoas que faziam debu, e pensava 'meu Deus, que lindo'", relembra, emocionada.

  55 Acessos

Copyright

© Copyright G1 - http://g1.globo.com

55 Acessos

Justiça afasta funcionários aprovados em concurso em município no Centro do RS

A Justiça do Rio Grande do Sul determinou, nesta sexta-feira (27), o afastamento de funcionários aprovados em um concurso público realizado pela prefeitura de Passa Sete, na Região Central do estado, em 2014. Conforme a decisão judicial, os 10 servidores não poderão mais receber remuneração, sob pena de multa diária de R$ 1 mil.

Também, foi determinada a interdição parcial da empresa realizadora do certame, e o bloqueio dos bens dos proprietários para garantir a recuperação dos danos causados aos cofres públicos.

  60 Acessos

Copyright

© Copyright G1 - http://g1.globo.com

60 Acessos

Suspeito de matar eletricista após discussão em Porto Alegre se entrega e é preso

"Tínhamos essa combinação com a família e o advogado dele. Não sabemos por qual motivo ele se entregou à Justiça e não na delegacia, mas o importante é que agora ele será preso", afirma o delegado Rodrigo Reis. O homem seria encaminhado já nesta sexta à Cadeia Pública de Porto Alegre, nome atual do Presídio Central.

O crime aconteceu na Rua Padre Paulo Englert, no bairro Espírito Santo, que fica entre Guarujá e Ipanema, na Zona Sul na cidade. O eletricista era funcionário terceirizado da Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE), que fazia uma instalação de luz em uma casa que está em fase final de construção. O caminhão estava estacionado na frente da garagem de outra casa, e obstruía a saída do morador.

Segundo testemunhas, houve uma discussão entre os dois e o morador atirou contra o funcionário terceirizado. O disparo atingiu o peito do homem, que morreu no local.

"Trata-se de crime gravíssimo, que, ao que tudo indica, deu-se em razão de discussão banal, causando enorme perplexidade no meio social, exigindo do Estado uma resposta imediata para acautelar a ordem pública", considerou o juiz Maurício Ramires, da 1ª Vara do Júri, ao decretar a prisão preventiva do suspeito.

Ao G1, a CEEE informou que o homem trabalhava para a empresa Porcel, Projetos e Construções Elétricas Ltda, que presta serviços para a companhia. Ele deixa a mulher e dois filhos.

De acordo com a polícia, o atirador usou um revólver calibre 38, que foi apreendido na casa dele na manhã desta sexta. Depois de atirar, o homem fugiu em outro carro, que já estava na rua.

"Ele não precisaria necessariamente retirar aquele veículo, mas na cabeça dele ele tinha que sair com aquele veículo, e acabou tendo essa discussão acalorada que levou ele a matar um trabalhador, uma pessoa honesta que estava apenas trabalhando no local", disse o delegado.

  68 Acessos

Copyright

© Copyright G1 - http://g1.globo.com

68 Acessos

Sartori é recebido com vaias em cerimônia da colheita do tabaco em Venâncio Aires

Professores da rede pública do Rio Grande do Sul e outros profissionais ligados ao CPERS, sindicato que representa a categoria, protestaram contra o governador José Ivo Sartori na tarde desta sexta-feira (27) no interior de Venâncio Aires, no Vale do Rio Pardo. Sartori esteve na cerimônia de abertura da colheita do tabaco e foi recebido com vaias.

Porém, como a cerimônia ocorreu em uma propriedade particular, os manifestantes não puderam entrar. O grupo ficou do lado de fora, com faixas e cartazes.

O governo gaúcho segue sem pagar os salários dos servidores em dia. Neste mês, devido à crise financeira, o Piratini mudou a forma de pagamento. Os funcionários com rendimentos mais baixos receberão primeiro.

A colheita do tabaco se estende até o início do próximo ano. Hoje, em torno de 150 mil famílias dependem desse cultivo no país.

Segundo o Sinditabaco, o Brasil é o primeiro no ranking mundial de exportações em tabaco em folha, e o segundo país que mais produz fumo no mundo, atrás apenas da China.

  55 Acessos

Copyright

© Copyright G1 - http://g1.globo.com

55 Acessos

Prefeitura de Porto Alegre parcela salários de servidores pelo quinto mês seguido

Entre elas, está a que altera vários artigos de leis que estabelecem, entre outros, o Estatuto dos Funcionários Públicos e planos de carreira, a que extingue licença-prêmio, a que a regra sobre o tempo e forma do pagamento a servidores e pensionistas e o projeto de Emenda à Lei Orgânica, que permite conceder os serviços do Departamento Municipal de Água e Esgotos (DMAE) à iniciativa privada.

  58 Acessos

Copyright

© Copyright G1 - http://g1.globo.com

58 Acessos

Homem mata o próprio filho durante briga em Cerro Largo, segundo Polícia Civil

Um homem de 67 anos matou o próprio filho ao tentar defender-se durante uma briga, segundo a Polícia Civil. O caso aconteceu na tarde de quinta-feira (26), em Cerro Largo, no Noroeste do Rio Grande do Sul. O pai atingiu o filho, que era desempregado e teria envolvimento com drogas, com dois disparos de revólver, um no braço e o fatal, no peito. Após o acontecimento, o pai fugiu.

A Brigada Militar atendeu a ocorrência, acionada por vizinhos. O filho morava com os pais em uma propriedade de Linha Santo Antônio, área rural. "O pessoal já conhecia a situação. Outras vezes a Brigada tinha sido chamada, e os pais não registraram ocorrência", explica o delegado Heleno de Souza, da Delegacia de Polícia de Santo Ângelo, que investiga o caso.

Na quinta-feira, porém, o pai decidiu registrar as agressões sofridas pelo filho, que segundo testemunhas, eram constantes. "Ele só registrou, não quis prosseguir com a denúncia ou pedir medida protetiva para a mãe", esclarece ao delegado. Ao retornar para casa, iniciou-se uma nova briga.

Segundo a polícia, o filho ameaçava mãe e pai com um punhal. O pai teria atirado para se defender.

Ao chegar à residência, o delegado relata que encontrou vários objetos quebrados, em decorrência da briga. "Ele [o filho] estava descontrolado, em função da abstinência de droga", afirma Heleno. O corpo do filho, identificado como Ronaldo Rohleder, de 33 anos, estava no próprio quarto.

O pai fugiu após o acontecimento, levando o revólver. A mãe não apresentou nenhuma lesão, e está muito abalada, segundo Heleno. A polícia espera que o homem se apresente para prestar esclarecimentos. Não há mandados de prisão contra ele.

  54 Acessos

Copyright

© Copyright G1 - http://g1.globo.com

54 Acessos

Com remédios em falta, família faz empréstimos e campanha na internet para tratamento

A família de Rafael Caroni, que perdeu a fala e os movimentos após se afogar no mar quando surfava, em 2003, recorre a campanhas na internet, ajuda de amigos e a empréstimos para pagar o tratamento. Há 13 anos, a Justiça concedeu o direito à medicação, mas os remédios estão em falta na Farmácia do Estado.

Segundo a família, faz mais de dois meses que eles não conseguem encontrar os medicamentos no local. Rafael precisa de nove remédios.

"Dói saber que é um direito que ele tem e ele não recebe as medicações. Aconteceu uma tragédia, né, que ele tava surfando, caiu, bateu com a cabeça... Podia ter acontecido com qualquer pessoa", lamenta a mãe Maria de Lourdes Pruss Caroni.

Toda vez que faltam os remédios que mantêm Rafael vivo, a família tem que dar um jeito. Desde 2012, com os problemas enfrentados, eles vêm acumulando dívidas. "A gente está fazendo empréstimos, porque é muito caro, em torno de R$ 3 mil por mês de medicamentos, fora fralda, fora todo o tratamento dele, para manutenção dele. A gente deixa de pagar uma luz, um condomínio...", conta a irmã Paula Pruss Caroni, que completa:

Em nota, a Secretaria Estadual de Saúde informou que vai entregar os medicamentos de Rafael até quarta-feira, 1º de novembro.

O problema da falta de medicamentos é enfrentado por muita gente. A reportagem da RBS TV foi até a Farmácia do Estado, em Porto Alegre, e ouviu pessoas na fila.

Com glaucoma, a dona de casa Cirlei Figueiró não encontrou o colírio que precisa na ida à farmácia. De acordo com ela, a falta do medicamento gera "cegueira total".

"Já tenho no olho direito, 20% no olho esquerdo, então não posso ficar sem. Agora eu tenho que acompanhar pelo site pra ver se vem e depois pegar", lamentou.

A dificuldade de Cirlei é a mesma do aposentado Paulo Roberto Borba. "Se eu não tomar mais, eu vou ficar cego. Às vezes eu fico sem ele. Quando eu consigo um troquinho emprestado, eu compro, porque ele é caro", contou.

Também na fila, a aposentada Vera Prates disse que já faz dois meses que ela não consegue comprar o colírio.

  56 Acessos

Copyright

© Copyright G1 - http://g1.globo.com

56 Acessos

Prova de português do concurso para Colégio Militar de Porto Alegre é anulada

A prova de língua portuguesa, aplicada para ingresso no Colégio Militar de Porto Alegre, foi anulada nesta sexta-feira (27). Em nota, o Comando da instituição informou que foram detectadas "questões não inéditas". O fato será apurado por meio de procedimento administrativo.

O exame foi realizado no último domingo (22). Conforme publicação no Diário Oficial da União, a nova prova será aplicada em 26 de novembro. O gabarito é revelado uma hora após o fim do exame. A divulgação dos aprovados está prevista para 22 de dezembro.

Ao G1, o chefe da seção de comunicação social do Colégio Militar, coronel Leonardo Araújo, explicou que a prova de língua portuguesa faz parte da segunda etapa do concurso para admissão de alunos no 6º ano do Ensino Fundamental, no próximo ano.

Apenas os aprovados na primeira fase, que foi a prova de matemática aplicada ainda em setembro, estão aptos a seguir no concurso. Ao todo, são 119 candidatos disputando 35 vagas.

O Comando do Colégio Militar de Porto Alegre (CMPA) informa que a prova da 2ª Fase do Exame Intelectual – Língua Portuguesa, referente ao Concurso de Admissão (CA) ao Colégio Militar de Porto Alegre, para matrícula no 6º ano/Ensino Fundamental em 2018, realizada no último dia 22 de outubro de 2017, foi anulada em virtude da detecção do uso de questões não inéditas, o que será apurado por meio de procedimento administrativo.

No intuito de preservar o princípio constitucional da isonomia, bem como a lisura inerente a todos os concursos públicos, nova prova de Língua Portuguesa será realizada aos candidatos aprovados na 1ª Fase.

A nova data da prova e a retificação do Calendário Anual do CA para o CMPA constam de aditamento ao EDITAL Nº 1, de 20 de julho de 2017, publicado no Diário Oficial da União desta data e divulgado aos interessados.

Porto Alegre, RS, 27 de outubro de 2017.

JOSÉ HERCULANO AZAMBUJA JUNIOR- Coronel

  63 Acessos

Copyright

© Copyright G1 - http://g1.globo.com

63 Acessos

Seja Digital começa a entregar kits com conversor e antena em Caxias do Sul; saiba onde agendar

O prazo foi estipulado pelo governo federal e pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), e está regulamentado pela portaria número 3.493, de 26 de agosto de 2016, do Ministério da Ciência, Tecnologia, inovações e comunicações. Por isso, o sinal analógico vai começar a ser desligado a partir de 31 de janeiro de 2018.

  60 Acessos

Copyright

© Copyright G1 - http://g1.globo.com

60 Acessos

Professor de filosofia é indiciado por suspeita de abusar de mais de 20 crianças em duas escolas de Sapiranga

A polícia indiciou um professor de filosofia suspeito de abusar de mais de 20 crianças de duas escolas municipais de Sapiranga, na Região Metropolitana de Porto Alegre. O inquérito foi concluído e vai ser encaminhado à Justiça nesta sexta-feira (27). As vítimas têm entre 5 e 11 anos de idade.

Conforme o delegado Rogério Baggio Berbicz, os abusos ocorriam em sala de aula. "Os relatos são todos no mesmo sentido. O professor chamava a criança e pedia para sentar no colo dele, fazia coceguinhas para quebrar o gelo e dar uma disfarçada e, em seguida, acabava dirigindo a mão no órgão sexual das meninas."

O caso veio à tona na semana passada após uma menina de 9 anos relatar a situação para a mãe, após a aula. A mulher gravou um vídeo com a filha contando o que teria acontecido. Em seguida, a mãe foi até a escola e procurou o Conselho Tutelar.

Na última sexta-feira (20), a menina e a mãe foram até a delegacia e, após o relato, a polícia chegou a outras três crianças que também teriam sofrido os abusos. Com isso, a polícia conseguiu na Justiça a prisão preventiva do professor, que foi localizado no mesmo dia.

O homem, que vai responder por estupro de vulnerável, permaneceu ao menos dois dias na Delegacia de Pronto Atendimento (DPPA) de Novo Hamburgo e depois foi levado para o presídio.

Nesta semana, a polícia conseguiu identificar mais crianças que também foram abusadas. Também foram cumpridos mandados de busca e apreensão na casa dele e na escola. Foram recolhidos computadores, que agora vão passar por análise.

O homem passou em um concurso público em 2016 e é natural do Amazonas, no Norte do país. Como o sistema da polícia não é integrado em todo o país, a polícia solicitou ao estado os antecedentes criminais do homem, o que ainda não foi encaminhado.

O delegado informou que as crianças estão recebendo acompanhamento psicológico. Em nota, a prefeitura de Sapiranga informou ao G1 que abriu um procedimento administrativo interno para apurar o caso assim que soube das denúncias.

"A Prefeitura de Sapiranga, por meio da Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Desporto, informa que após receber denúncia de suspeita de conduta inadequada de funcionário, na última semana, imediatamente deu início a procedimento administrativo interno, com afastamento da pessoa envolvida da sua função na escola e abertura de sindicância para apurar os fatos.

A Administração Municipal repudia qualquer ato inadequado contra qualquer pessoa, ainda mais contra crianças, e destaca que todas medidas legais serão tomadas para apurar a verdade sobre o caso, mas sempre evitando, de todas as formas, a exposição indevida de crianças, de seus familiares e do trabalho da comunidade escolar.

  56 Acessos

Copyright

© Copyright G1 - http://g1.globo.com

56 Acessos

Morre adolescente baleada ao proteger o namorado de ataque a tiros em Erechim

A Polícia Civil investiga o caso. O alvo, conforme a investigação, era mesmo o namorado, que também tem 16 anos. Ninguém foi preso. A suspeita é de que uma briga entre grupos rivais tenha desencadeado a ação.

"A investigação está avançando, mas é complicada porque o fato ocorreu em um bairro que tem um nível um pouco mais elevado de criminalidade. É difícil de as pessoas quererem falar sobre o que realmente aconteceu", destaca o delegado Gustavo Vilasboas Ceccon.

Mesmo assim, ele acredita que o caso será elucidado. "Não se sabe o motivo das desavenças, mas existe a possibilidade de relação com o tráfico de drogas. Não por disputa de pontos, mas como fomentador desses conflitos", acrescenta.

  57 Acessos

Copyright

© Copyright G1 - http://g1.globo.com

57 Acessos

Polícia apreende fuzis, pistolas e munições em casa de estudante de engenharia em Santa Cruz do Sul

A Polícia Civil de Santa Cruz do Sul, no Vale do Rio Pardo, apreendeu dezenas de armas durante uma operação realizada na manhã desta sexta-feira (27). O armamento estava no apartamento de um estudande de engenharia, que foi preso durante a ação.

As armas, conforme a polícia, são de uma facção criminosa que atua na cidade, e que é investigada desde 2013. A partir daí foi possível localizar o universitário de 26 anos, que morava sozinho e não tinha antecedentes criminais.

"Esse indivíduo foi cooptado pela facção, por ser uma pessoa insuspeita, frequentador da 'high society' [alta sociedade], estudante de engenharia da Unisc (Universidade de Santa Cruz do Sul)", afirmou o delegado, Luciano Menezes, que completa que o suspeito recebia dinheiro da facção criminosa para guardar o armamento.

Conforme a polícia, o local foi estrategicamente escolhido, próximo da rodovia, para possibilitar que as armas entrassem e saíssem da região sem efetivamente passar pela cidade. Os vizinhos relataram intensa movimentação no local.

Conforme o delegado, as armas estão avaliadas em R$ 3 milhões. "A apreensão é digna de dar inveja para as apreensões feitas no Rio de Janeiro. Então aqui é um retrato do poder da facção dentro de Santa Cruz do Sul, de Venâncio Aires e com uma incursão sendo iniciada no Vale do Taquari, em Lajeado", comparou.

Depois de periciado, o armamento deve ser repassado para a Polícia Civil.

A quantidade de armas ainda é contabilizada, mas a soma já chega a mais de 15 fuzis de origens russa, romena e americana, além de 22 pistolas, carregadores e munições.

  60 Acessos

Copyright

© Copyright G1 - http://g1.globo.com

60 Acessos

Peça no Theatro São Pedro aborda o racismo, a homofobia e o bullying

Luíza Tomé, Priscila Fantin e Letícia Birkheuer protagonizam a peça Além do que os nossos olhos registram, produção carioca que tem pré-estreia nacional neste fim de semana em Porto Alegre, no Theatro São Pedro (Praça Marechal Deodoro, s/nº). A comédia dramática apresenta a cumplicidade e os conflitos entre três mulheres da mesma família - filha, mãe e avó.

A peça tem duas sessões na capital gaúcha. A primeira montagem ocorre a partir das 21h de sábado; a segunda, às 18h de domingo. Ingressos podem ser adquiridos por valores entre R$ 20,00 e R$ 80,00 na bilheteria do local ou pelo site do Theatro.

Temas como racismo, homofobia e bullying são abordados ao longo da narrativa. O enredo apresenta Sofia (papel de Priscila Fantin), uma jovem que assume ser lésbica - o que não é bem aceito por sua mãe, Violeta (Letícia Birkheuer), a qual sempre sonhou em ver a filha casada com algum rapaz vindo de famílias importantes. A mais nova das personagens resolve então entrar em contato com a avó, Delfina (Luíza Tomé). A matriarca décadas atrás enfrentou o preconceito de seus parentes ao casar-se com um rapaz negro - e parece ter a mente mais aberta para o diálogo.

"Achei o texto tão moderno. É importante questionar família, valores, conceitos e preconceitos", afirma Luíza, que passou a conciliar sua agenda televisiva com a peça. "Diferente de novelas, nas quais você estuda um dia para gravar no outro, no teatro você fica ali ensaiando por um período longo, experimentando várias formas de falar, de sentir a emoção", compara ela, afirmando que vem se preparando há cerca de 45 dias.

O texto tem autoria de Fernando Duarte, mesmo autor de Callas e Depois do amor, ambos dirigidos por Marília Pêra. Já a direção artística do projeto ficou a cargo de Fernando Philbert, que tem no currículo trabalhos como O topo da montanha - encenado no Theatro São Pedro recentemente. "A forma como ele conduz as coisas me surpreendeu", conta Luíza. "O Philbert não se altera, faz com que você chegue aonde quer de uma maneira muito sútil", completa ela, crente que a experiência foi um aprendizado.

Ao longo da história, há alteração entre momentos de seriedade e leveza. E as próprias personalidades das protagonistas são bem diferentes: Delfina, por exemplo, é agitada e independente, com uma agenda cheia de afazeres. Ela é uma avó moderna que, desde jovem, luta pelos direitos das minorias. Violeta, por sua vez, vive um casamento de fachada, valoriza a praticidade e, em algumas ocasiões, encara com cinismo o que está a seu redor. Já a mais nova das personagens tem um olhar aguçado e provocador para o mundo feminino à sua volta. De relação conflituosa com a mãe, a personagem passa a intensificar seus laços com a vó.

Além do que os nossos olhos registram tem apenas as três artistas no elenco. Se em Hollywood, nos últimos anos, tem se defendido a maior participação de mulheres em produções, Luíza Tomé afirma que no Brasil há papéis interessantes para atrizes de todas as idades. "Temos uma crise no País, aí é outro assunto, mas está atrapalhando o mercado de trabalho do ator, do bancário... O que está faltando é mais investimento na área de teatro, cinema, o que vai gerar ainda mais personagens."

Atualmente, além da peça, a atriz tem compromissos relacionados à novela Apocalipse, próxima atração da Record. Já os planos futuros envolvem um período de descanso - "Sempre depois de trabalhar um pouco eu me dedico a meus filhos. Tento dividir meu tempo", destaca.

  61 Acessos

Copyright

© Jornal do Comércio RS

61 Acessos

Mais de 3 mil vagas de emprego são oferecidas em mutirão no RS nesta sexta-feira

Alegrete, Arroio do Meio, Bagé, Bento Gonçalves, Caçapava do Sul, Cachoeira do Sul, Cachoeirinha, Camaquã, Campo Bom, Canguçu, Canoas, Capão da Canoa, Capão do Leão, Capela de Santana, Carazinho, Carlos Barbosa, Caxias do Sul, Cruz Alta, Dom Pedrito, Erechim, Esteio, Estrela, Frederico Westphalen, Garibaldi, Gravataí, Guaíba, Ibirubá, Ijuí, Lagoa Vermelha, Lajeado, Montenegro, Nova Prata, Novo Hamburgo, Osório, Pantano Grande, Passo Fundo, Pelotas, Porto Alegre, Rolante, Rio Grande, Rio Pardo, Santa Cruz do Sul, Santa Maria, Santa Rosa, Santana do Livramento, Santiago, Santo Ângelo, Santo Antônio da Patrulha, São Borja, São Francisco de Assis, São Francisco de Paula, São Gabriel, São Jerônimo, São Leopoldo, São Lourenço do Sul, São Luz Gonzaga, São Sepé, Sapucaia do Sul, Soledade, Tapejara, Taquara, Torres, Tramandaí, Três Coroas, Três de Maio, Uruguaiana, Vacaria, Venâncio Aires, Veranópolis e Viamão.

  54 Acessos

Copyright

© Copyright G1 - http://g1.globo.com

54 Acessos

Projeto no Rio Grande do Sul ajuda mães que queiram entregar filhos  para adoção ainda na gestação

O projeto do judiciário, "Entrega Protegida", auxilia mães que desejam entregar os filhos para adoção logo após gestação. A iniciativa começou em Pelotas, na Região Sul do estado e está mudando a vida de várias crianças.

Além das famílias das gestantes, o projeto também procura capacitar profissionais que acompanham todo o período da maternidade.

A promotora da Infância e Juventude, Luciara Robe da Silveira, diz que a orientação para os profissionais de saúde foi um avanço dentro do projeto desde a criação de uma lei permitiu esse tipo de acompanhamento das mães que desejam entregar os filhos.

"Então a partir daí nós reunimos os postos de saúde, os hospitais que tem maternidade no município para fazer uma capacitação, uma orientação com essas pessoas para evitar que façam julgamentos, que constranjam, e até que deem opinião sobre essa manifestação de vontade da gestante", salienta a promotora.

Mães podem mudar de ideia

Mesmo com o acompanhamento durante a gestação, a adoção só vai ser concretizada após o nascimento. A mãe pode, inclusive, mudar de ideia. No Hospital Universitário São Francisco de Paula, quatro mães foram acompanhadas este ano e conversaram com profissionais após o parto. Dessas, duas desistiram.

"Nós fizemos já três ou quatro capacitações com os nossos profissionais, o pessoal do ambulatório também que faz esse acompanhamento da gestante para explicar o projeto, para fazer com que seja desmistificado algum pré-conceito de quem trabalha com essas gestantes", explica a assessora técnica do hospital, Renata Santos.

"Recém-nascido é muito mais fácil de tu conseguir adotar elas. Então a média que teve aqui no hospital foi de cinco dias. Essa criança já tinha uma nova família. Já tinha amor, já tinha cuidado. Então é bem importante e é bem bonito o final dessa história. O início pode ser meio assustador porque é uma coisa nova e as pessoas ainda não estão acostumadas", diz a enfermeira Daiane Lopes.

A iniciativa do projeto também é acabar com as adoções irregulares e com os casos de abandono. Nos últimos dois meses foram três casos em Pelotas. Em dois, os bebês foram encontrados já sem vida.

Casal de aposentados esperou sete anos

Um casal de aposentados, que mora no interior de Pelotas, cadastrou-se para a adoção de uma criança em 2010. E quando a família já estava pensando em desistir, em março deste ano, chegou a notícia.

"Quando ela me disse vocês são os próximos da fila assim, porque eu já estava para desistir. Aí eu acho que eu chorei, eu me agarrei nelas eu agradecia, agradecia mil vezes, meu Deus do céu", emociona-se a aposentada Maria Schwanz.

  61 Acessos

Copyright

© Copyright G1 - http://g1.globo.com

61 Acessos

Operação contra tráfico de drogas cumpre 60 mandados no RS e SC

Operação contra tráfico de drogas cumpre 60 mandados no RS e SC | Rio Grande do Sul | G1
emailfacebookgooglepluspinteresttwitterwhatsapp

Por G1 RS

27/10/2017 08h36 Atualizado 27/10/2017 08h36

Mandados estão sendo cumpridos em Pelotas e Florianópolis (Foto: Polícia Civil/Divulgação)Mandados estão sendo cumpridos em Pelotas e Florianópolis (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

Mandados estão sendo cumpridos em Pelotas e Florianópolis (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

A investigação de uma quadrilha ligada ao tráfico de drogas resultou em uma operação deflagrada nesta sexta-feira (27) para o cumprimento de 60 ordens judiciais no Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Cinco pessoas foram presas.

Em Pelotas são cumpridos 15 mandados de prisão e 42 de busca e apreensão. A polícia cumpre ainda três ordens de prisão na cidade de Florianópolis, em Santa Catarina.

Conforme a polícia, a organização criminosa trazia cocaína e drogas sintéticas para Pelotas. As bases do grupo estavam localizadas nos bairros Navegantes, Barro Duro, Castilhos e Porto.

No início das investigações um adolescente chegou a ser apreendido em flagrante quando chegava em Pelotas transportando 2 kg de maconha, 500 gr de cocaína e 50 comprimidos de ecstasy.

Ao todo 180 policiais participam da operação.

  62 Acessos

Copyright

© Copyright G1 - http://g1.globo.com

62 Acessos

Primeira obra de Niemeyer em Porto Alegre, Memorial Luiz Carlos Prestes é inaugurado

Prédio em formato redondo, circulado por formas sinuosas, foi um dos últimos trabalhos de Niemeyer, um dos maiores arquitetos do mundo (Foto: Eliezer Falcão/RBS TV)Prédio em formato redondo, circulado por formas sinuosas, foi um dos últimos trabalhos de Niemeyer, um dos maiores arquitetos do mundo (Foto: Eliezer Falcão/RBS TV)

Prédio em formato redondo, circulado por formas sinuosas, foi um dos últimos trabalhos de Niemeyer, um dos maiores arquitetos do mundo (Foto: Eliezer Falcão/RBS TV)

O Memorial Luiz Carlos Prestes será aberto ao público neste sábado (28), junto à Avenida Edvaldo Pereira Paiva, no Centro de Porto Alegre. É a primeira obra de Oscar Niemeyer na cidade, e um dos últimos trabalhos do arquiteto, falecido em dezembro de 2010. O espaço cultural levou 27 anos para sair do papel.

Tudo começou em 1990, com um projeto do então vereador Vieira da Cunha, para a construção do memorial, em homenagem ao político do Partido Comunista. O terreno foi doado pela prefeitura, assim como o projeto arquitetônico, cedido gratuitamente por Niemeyer. "Ele era amigo pessoal de Prestes, ambos comungavam dos mesmos princípios", diz Edson Ferreira do Santos, vice-presidente do Memorial Prestes.

Porém, sem recursos para erguer o prédio, o projeto ficou por mais de uma década paralisado. Somente em 2012, a partir de uma parceria firmada entre o Memorial e a Fundação Gaúcha de Futebol (FGF), as obras começaram. Em troca de parte do terreno, onde construiu a sua sede, a fundação financiou o prédio do memorial.

O espaço resguarda as fotos cedidas por Anita Leocácia Benário Prestes, filha de Luiz Carlos. As imagens recontam a trajetória do político, desde sua juventude como militar, passando pela Coluna Prestes, o período em que viveu na antiga União Soviética, as prisões no governo Vargas e durante a Ditadura Militar, e a atuação política dentro do Partido Comunista.

Ainda há um pequeno auditório e um espaço para exposições e atividades culturais. O museu, segundo Edson, está aberto para manifestações de arte, cultura e educação. Porém, ele explica: "Não vamos levar exposições que agridam a história do homenageado. Não aceitamos fascismo, nem nada que agrida as minorias", assegura ele.

Não é só o prédio que tem assinatura renomada no Memorial Luiz Carlos Prestes. O projeto de iluminação é de Peter Gasper, parceiro de Niemeyer, que já iluminou o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, por exemplo.

Está prevista uma cerimônia de inauguração, na noite de sexta-feira (27). Já no sábado, haverá um debate sobre a crise do capitalismo atual e a conjuntura latino-americana, com o presidente da Associação do Memorial Luiz Carlos Prestes, Geraldo Pereira, e o jornalista Beto Almeida. E, a partir das 14h, o espaço está aberto para visitação. Haverá shows e presença de políticos.

O prédio tem 700 m2, em formato redondo. Antes da inauguração, chegou a receber alguns eventos de arquitetura.

Quem foi Luis Carlos Prestes?

Nascido em Porto Alegre, Luis Carlos Prestes (1898-1990) foi um militar e político comunista que liderou a Coluna Prestes. O movimento político, de 1925 a 1927, era contrário ao governo da República Velha. Os integrantes percorreram cerca de 25 mil quilômetros pelo interior do país.

Ele passou períodos exilado do Brasil, devido à militância política esquerdista. Ao retornar ao Brasil após a anistia, nos anos 1980, atuou em apoio ao trabalhista Leonel Brizola, ex-governador do Rio Grande do Sul e do Rio de Janeiro.

Neto de Niemeyer: "meu avô diria que o projeto tem 'invenção"

O Memorial Luiz Carlos Prestes saiu do lápis de Niemeyer, em parceria de seu neto, o arquiteto e desginer Paulo Niemeyer. Eram últimos anos de vida de Oscar. "É muito importante para mim e para o meu avô. Ele, que nunca deixava ninguém interferir nos projetos, me delegou algumas tarefas, me incumbiu que eu projetasse ao lado dele", comenta o neto.

Paulo conta que o avô se inspirou na própria história de Prestes para a projetar o prédio. "Meu avô tinha a ideia de que as paredes deviam contar a história do Prestes", resume ele. Por isso, o painel curvado, no interior do museu, em que estão expostas as fotos termina no auditório do memorial. "As grandes discussões da política são representadas pelo auditório. O projeto é muito marcante nesse sentido, o de que a arquitetura conta o que se trata o memorial", detalha o arquiteto. Como destaque, está uma ilustração da figura de Prestes, na fachada do prédio.

Niemeyer incluiu uma grande figura de Prestes, na fachada do prédio. Os dois eram amigos e o arquiteto doou o projeto para Porto Alegre (Foto: Eliezer Falcão/RBS TV)Niemeyer incluiu uma grande figura de Prestes, na fachada do prédio. Os dois eram amigos e o arquiteto doou o projeto para Porto Alegre (Foto: Eliezer Falcão/RBS TV)

Niemeyer incluiu uma grande figura de Prestes, na fachada do prédio. Os dois eram amigos e o arquiteto doou o projeto para Porto Alegre (Foto: Eliezer Falcão/RBS TV)

Niemeyer não chegou a visitar o local. Com a saúde debilitada, ele não viajava de avião nos seus últimos anos de vida. "Se meu avô visse o projeto pronto, ele diria: 'ali tem invenção', como comentava. Para ele, cada projeto é como se fosse uma obra de arte, uma criação", diz ele.

Porto Alegre, diz Paulo, entra no mapa mundial das obras de Niemeyer, junto com a capital do Brasil, São Paulo, Nova York e Paris. "Não é uma obra faraônica, é pequena, é singela, mas com qualidade arquitetônica. É uma obra de arte".

Painéis no interior do Memorial contam a história de Prestes, com fotos de acervo doadas pela filha do político, Anita Leocádia Benário Prestes (Foto: Janaína Lopes/G1 RS)Painéis no interior do Memorial contam a história de Prestes, com fotos de acervo doadas pela filha do político, Anita Leocádia Benário Prestes (Foto: Janaína Lopes/G1 RS)

Painéis no interior do Memorial contam a história de Prestes, com fotos de acervo doadas pela filha do político, Anita Leocádia Benário Prestes (Foto: Janaína Lopes/G1 RS)

Segundo projeto de Niemeyer para Porto Alegre aguarda recursos

Vieira da Cunha foi o autor do projeto para a construção do Memorial de Prestes, quando era vereador. E agora está à frente de outra empreitada: erguer o Caminho da Soberania, segundo projeto de Niemeyer para Porto Alegre, agora homenageando Getúlio Vargas, Leonel Brizola e João Goulart.

O projeto está suspenso em função da dificuldade de obtenção de recursos. Segundo Vieira da Cunha, faltam os projetos complementares e de fundação para que se possa orçar a obra e captar os valor para a construção em si.

Já há terreno destinado pela Prefeitura de Porto Alegre, próximo à Rótula das Cuias, no centro da cidade. Niemeyer também doou este projeto para Porto Alegre.

"O Caminho da Soberania pretende resgatar cem anos da história do brasil, na perspectiva destes três personagens, Getúlio, Jango e Brizola", diz Cunha. "Sem dúvida vai se transformar em um dos cartões postais de Porto Alegre", conclui.

Projeto de lei tentou modificar Memorial

Poucos dias antes da inauguração, um projeto de lei complementar foi à pauta na Câmara de Vereadores de Porto Alegre na última quarta-feira (25), para tentar modificar o Memorial, mas foi rejeitado. De autoria do vereador Wambert di Lorenzo, a proposta era de retirar a homenagem de Prestes e utilizar o espaço para instalar o Museu da História e da Cultura do Povo Negro, já aprovado por lei e que ainda não saiu do papel.

Wambert atacou a homenagem a Prestes, quem classificou como "traidor da pátria" e "assassino". "Uma cidade cosmopolita, rica em diversidade, não pode pagar o recibo, para o mundo, de atraso". Para ele, Prestes é representante de uma "doutrina covarde, sanguinária, totalitária, que é o monumento ao comunismo", como disse, durante a sessão.

Mas a matéria foi rejeitada por 19 a 13 votos. Para o vice-presidente do Memorial, a modificação do local não é possível, uma vez que o prédio foi criado, desde seu início, para abrigar a história de Prestes. "O projeto foi concebido para ser o desenho da trajetória do Prestes. As paredes são para isso. Não adianta botar homenagem a outras pessoas", diz Edson.

  57 Acessos

Copyright

© Copyright G1 - http://g1.globo.com

57 Acessos

Após reforço do policiamento, jovem é executado a tiros em Gravataí

Um jovem de 18 anos foi morto a tiros em Gravataí, na Região Metropolitana de Porto Alegre, na noite de quinta-feira (26). Essa foi a primeira morte desde o reforço do policiamento na cidade, que vive uma escalada dos casos de homicídio.

O crime aconteceu por volta das 20h no bairro Nossa Chácara. O jovem tinha antecedentes criminais e os atiradores fugiram em um carro.

Mais cedo, às 19h, um homem foi ferido com uma coronhada durante um assalto na ERS-020. Ele foi abordado por bandidos que estavam em bicicletas e teve o celular roubado. Os bandidos levaram o celular da vítima, que passa bem.

  72 Acessos

Copyright

© Copyright G1 - http://g1.globo.com

72 Acessos