Redação

Emirados Árabes Unidos expressam interesse de investir no RS

O governador Eduardo Leite recebeu, na tarde desta quarta-feira (17/4), uma comitiva da Embaixada dos Emirados Árabes Unidos. Os secretários de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Ruy Irigaray, do Meio Ambiente e Infraestrutura, Artur Lemos Júnior, e da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, Covatti Filho acompanharam a reunião.

O cônsul dos Emirados Árabes Unidos em São Paulo, Ibrahim Salem, destacou o interesse do país em investir no Rio Grande do Sul. Pela primeira vez em Porto Alegre, Salem reforçou que o RS é o único Estado no qual os Emirados Árabes Unidos têm interesse.

A intenção é promover investimentos por meio do Abu Dhabi Fund for Development (ADFB), fundação que fornece empréstimos concessionários para financiamento de projetos nos países em desenvolvimento, promovendo o crescimento econômico e social. A principal área de interesse do ADFB, que já investe em 88 países, é a energia renovável.

O governador deixou os secretários Irigaray, Lemos Júnior e Covatti Filho à disposição do grupo para que parcerias possam ser estabelecidas. Além de Salem, estavam presentes os assessores do ADBF Sharif Alsuwaidi e Tariq Obaid.

Texto: Suzy Scarton
Edição: Marcelo Flach/Secom

  13 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

13 Acessos

Secretaria alerta para comércio de peixes ameaçados de extinção

A Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura (Sema) recomenda à população que fique atenta à espécie de peixe que vai comprar na Semana Santa. Os técnicos alertam que neste período podem ser ofertadas espécies ameaçadas de extinção.

Um exemplo de peixe ameaçado são as duas espécies de bagre: Genidens barbus e Genidens planifrons. Com base em critérios da União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN) esses peixes foram incluídas na lista de fauna ameaçada de extinção no Rio Grande do Sul, conforme decreto nº 51.797/2014 e, no país, conforme portaria n° 445/2014 do Ministério do Meio Ambiente.

O principal argumento para a inclusão da espécie na lista de ameaçados é o rápido decréscimo populacional desses peixes, com base no declínio de registros do desembarque em áreas autorizadas.

Outras espécies ameaçadas que são comumente ofertadas são a raia-viola, cação-anjo, tubarão-martelo, dourado e surubim.

A secretaria alerta que o comércio ilegal de espécies de peixes ameaçados de extinção é proibido, podendo gerar multas e apreensão do estoque irregular, bem como a suspensão do comércio.

A sugestão da Sema é que o comprador exija a procedência do pescado e também a nota fiscal com descrição do produto.

Texto: Catarina Gomes/Sema
Edição: Secom

  11 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

11 Acessos

Premiação irá valorizar ações de preservação do patrimônio cultural gaúcho

Estão abertas até o dia 17 de maio as inscrições para o Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade, promovido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Rodrigo Melo Franco de Andrade, que dá nome ao prêmio, foi fundador do Iphan e diretor da instituição por 30 anos. Era advogado, jornalista e escritor mineiro.

Pode participar quem tenha realizado ou estiver realizando ações voltadas para a preservação do patrimônio cultural brasileiro em qualquer Estado do país. As propostas podem vir de entidades governamentais federais, estaduais e municipais (empresas públicas, autarquias, sociedades de economia mista e fundações públicas); empresas e fundações privadas, instituições sem fins lucrativos da sociedade civil organizada; e pessoas físicas.

Cada Estado pode apresentar oito propostas à Comissão Nacional de Avaliação, coordenada pela presidente do Iphan, Kátia Bogéa. No Rio Grande do Sul, os participantes devem enviar os trabalhos à superintendência do Iphan-RS (Avenida Independência, 867, Porto Alegre). O valor total da premiação – R$ 240 mil – contempla ações que resultem na preservação do patrimônio material e imaterial. Serão oito premiados e cada um receberá o valor de R$ 30 mil.

“É uma premiação consagrada, que espelha as várias manifestações culturais brasileiras”, ressalta Renata Horowitz, diretora do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado (Iphae). A entrega da premiação na capital gaúcha irá “destacar a diversidade que caracteriza nosso patrimônio cultural, tanto material quanto imaterial”, completa Renata. O Iphae integra a comissão julgadora dos trabalhos no RS.

Edital

O edital está disponível no site do Iphan, onde o resultado será publicado até 20 de agosto. A cerimônia de premiação será dia 25 de outubro, no Theatro São Pedro, em Porto Alegre. Dúvidas podem ser enviadas para o e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 

Texto: Rafael Varela/Ascom Sedac
Edição: Secom

  11 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

11 Acessos

Cônsul-geral convida Eduardo Leite para missão a Israel

Na primeira visita ao governador Eduardo Leite, nesta quarta-feira (17/4), o cônsul-geral de Israel, Dori Goren, responsável pelas relações do país com os estados de São Paulo (onde fica a sede), Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina, propôs a ampliação das relações comerciais com o RS.

Nesse sentido, convidou Leite e os secretários de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Ruy Irigaray, e de Inovação, Ciência e Tecnologia, Luís Lamb, também presentes no encontro, para realizaram uma missão a Israel.

“Já temos ótimas interações, mas acredito que há um potencial muito grande para ampliarmos os contatos estratégicos e a cooperação mútua”, afirmou Goren, citando a Elbit Systems, que uma das principais companhias mundiais nos setores de defesa aeroespecial e segurança, que mantém uma de suas subsidiárias em Porto Alegre.

Leite manifestou interesse em realizar a viagem a Israel, adiantando ao cônsul que o governo lançou um programa para promover parcerias público-privadas (PPPs), o RS Parcerias, e que tem interesse em atrair investidores para diversas áreas.

“Israel tem uma vocação para tecnologia assim como o RS. É do nosso interesse estreitar os laços para promover o desenvolvimento, importando e exportando o que cada um tem de melhor”, afirmou o governador.

Entre as potenciais áreas de interesse, estão tecnologias para o agronegócio, segurança pública e indústria de transformação.

Posse na Firs

Atualmente, cerca de 12 mil judeus vivem no Rio Grande do Sul. Grande parte está associada à Federação Israelita do Rio Grande do Sul (Firs), que congrega a comunidade através de atividades políticas, culturais e sociais.

A posse da nova diretoria da entidade será realizada dia 13 de maio. O novo presidente, Sebastian Watenberg, entregou um convite para a cerimônia ao governador, além de chamá-lo para outros tradicionais eventos da Firs.

Texto: Vanessa Kannenberg
Edição: Marcelo Flach / Secom

  18 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

18 Acessos

Uergs recebe inscrições para mestrados na área de Educação

A Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (Uergs) está com inscrições abertas para dois mestrados profissionais na área de Educação.

Em Guaíba, será aberta a primeira turma do Mestrado Profissional em Docência para Ciências, Tecnologias, Engenharia e Matemática. O foco é a qualificação de professores que atuam ou que desejam atuar na Educação Básica e no Ensino Superior.

O curso receberá graduados de cursos das áreas de Engenharia e Ciências Exatas (Física, Química, Matemática e Informática) com interesse na docência em cursos técnicos de nível médio e em cursos superiores de tecnologia, licenciaturas e bacharelados nas áreas de Ciências Exatas e Tecnológicas. As inscrições estão abertas até dia 26 de abril.

Na Unidade de Osório, estão abertas, até 3 de maio, as inscrições para o Mestrado Profissional em Educação. São 32 vagas para três linhas de pesquisa: currículos e políticas na formação de professores; linguagem e artes em contextos educacionais; inovação, diversidade e memória em educação. A proposta é formar profissionais com habilidade para a criação e implementação de ações transformadoras na área da formação de professores para a Educação Básica.

A Uergs não cobra mensalidade nem taxa de inscrição. Os editais e mais informações sobre o processo seletivo estão disponíveis no site da Uergs

Texto: Daiane de Carvalho Madruga / Ascom Uergs
Edição: Secom

  10 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

10 Acessos

Noz pecã passa a integrar cardápio das escolas de Cachoeira do Sul

Cachoeira do Sul, maior produtor de noz pecã do Estado, introduzirá mais essa fruta na alimentação escolar do município. A proposta da gerente regional da Emater/RS-Ascar de Santa Maria, Regina Hernanddes, foi acolhida pelo prefeito Sérgio Ghignatti, e anunciada durante a abertura oficial da colheita, realizada na última sexta-feira (12/4), na Pecanita Industrial. “Achei ótima e aceitei essa ideia consistente de imediato. Agora queremos disseminá-la para que mais municípios possam fazer o mesmo”, afirmou Sérgio.

Covatti Filho, secretário de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, reforçou a necessidade de o governo, por meio da secretaria e da Emater, fortalecer cadeias produtivas como alternativa de renda para os pequenos produtores, o caso da noz pecã.

O diretor técnico da Emater/RS, Lino Moura, explicou que o cultivo da noz pecã está se fortalecendo no Estado em função da possibilidade de rendimento e adaptabilidade ao solo gaúcho. “E também porque permite uma consorciação, especialmente com a pecuária, gerando uma rentabilidade por hectare maior que os cultivos tradicionais, com riscos relativamente menores”.

O assistente técnico em produção vegetal do escritório regional da Emater/RS-Ascar de Santa Maria, Alfredo Schons, afirmou que, dos 5 mil hectares de noz pecã cultivados no RS, cerca de 2,5 mil ficam na região de Santa Maria, sendo mais de 1,5 mil em Cachoeira do Sul. O número de produtores no Estado passa de mil, sendo 250 só na região de Santa Maria. A produtividade estimada fica entre duas a três toneladas por hectare. “O objetivo é atingirmos uma produtividade de 5 toneladas por hectare”, disse.

Na véspera da abertura da colheita, Cachoeira do Sul sediou o segundo Simpósio Sul-Americano da Noz Pecã, que teve mais de 500 inscritos e reuniu pesquisadores, produtores, assistência técnica e extensão rural e social.

O produtor rural e assistido da Emater/RS-Ascar Lailor Garcia palestrou no evento contando sua história no cultivo de nogueiras, iniciado há 10 anos. Ele tem sete hectares plantados e uma produção de dois mil quilos no primeiro pomar e 600 quilos no segundo.  “Não existe nada mais prazeroso e gratificante do que produzir um alimento saudável que também é economicamente viável para o pequeno produtor. É uma satisfação muito grande. E sem a assistência da Emater, nada disso seria possível”.

Texto: Taline Schneider/Ascom Emater-Ascar
Edição: Secom

  8 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

8 Acessos

Conselho de Desburocratização traça planos para RS atrair empreendedores

A primeira reunião de trabalho do Conselho Estadual de Desburocratização e Empreendedorismo foi realizada nesta quarta-feira (17/4) na sede da Secretaria de Governança e Gestão Estratégica (SGGE). O Conselho, vinculado à SGGE, em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), tem a missão de coordenar a implementação da política de desburocratização no âmbito do Poder Executivo estadual e de servir como mecanismo de proteção e participação dos usuários de serviços públicos.

O conselho será um fórum permanente de monitoramento da evolução da desburocratização, afirma o secretário da SGGE, Claudio Gastal. "Esse tema é considerado fundamental pela atual gestão do governo. Recentemente, aderimos a Rede Gov.BR que tem o mesmo objetivo, mas com enfoque na união de esforços via boas práticas de governança digital. Nosso objetivo é criar um ambiente favorável para o empreendedor e possibilitar um maior desenvolvimento econômico e social no Estado."

No encontro, foram definidas a dinâmica dos trabalhos e a periodicidade das reuniões (a próxima será dia 2 de maio), além de iniciar a elaboração do Regimento Interno do Conselho. Também foi apresentado um cenário da burocracia no país e no Estado e a divulgação dos resultados da RedeSimples, uma das principais entregas que resultaram dessa parceria entre poder público e Sebrae.

"É preciso fazer algo para facilitar a vida de quem quer abrir um negócio e gerar empregos no Estado. O lado positivo é a RedeSimples, que significa menos burocracia para iniciar um empreendimento", disse André Vanoni de Godoy, diretor superintendente do Sebrae no Rio Grande do Sul.

Conselho Desburocratização reunião2 Conselho será fórum permanente de monitoramento da evolução da desburocratização, afirma secretário Claudio Gastal - Foto: Priscila Ely / SGGE

Em relação a RedeSimples, 161 cidades gaúchas já estão integradas ao sistema que facilitou a abertura de 83% das micro e pequenas empresas desses municípios. Todos os órgãos estaduais que emitem permissões para se abrir um negócio no Estado já estão integrados – JucisRS, Receita Federal, Corpo de Bombeiros, Vigilância Sanitária, Meio Ambiente e Secretaria da Fazenda. 

Ações com esse enfoque fizeram o Brasil avançar 16 posições no ranking do Banco Mundial que compara o ambiente de negócios em 190 países do mundo. O país passou do 125º para o 109º lugar em 2018.

Integrantes do grupo

Participam do Conselho Estadual de Desburocratização e Empreendedorismo secretários de Governança e Gestão Estratégica; Planejamento, Orçamento e Gestão; Casa Civil; Fazenda; Desenvolvimento Econômico e Turismo; Inovação, Ciência e Tecnologia e Procuradoria-Geral do Estado, além de representantes da sociedade indicados pelo Sebrae-RS, como Walter Lídio Nunes (empresário), Daniel Santoro (Agenda 2020), Elis Radman (Instituto de Pesquisa de Opinião), Leonardo Lamachia (empresário) e Renata Mendes (Endeavor).

Texto: Lucas Barroso / Ascom SGGE
Edição: Marcelo Flach / Secom

  48 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

48 Acessos

Quatro grupos vão detalhar propostas técnicas para aplicação do herbicida 2,4-D

A primeira reunião do grupo de trabalho criado pelo governo do Estado para tratar das questões e promover ações relativas à utilização do herbicida à base de 2,4-D reuniu as principais entidades representativas da agricultura e técnicos de secretarias de Estado nesta quarta-feira (17/4), na sede da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), em Porto Alegre.

O secretário Covatti Filho coordenou o encontro e apresentou oito propostas técnicas elaboradas pelo Departamento de Defesa Agropecuária (DDA) para as cadeias produtivas que sofreram prejuízos em decorrência da deriva do 2,4-D.

“Temos algumas propostas que são de execução no curto prazo que, se homologadas pelo GT, farão com que nós iniciemos o processo de implementação”, afirmou Covatti.

Com o encaminhamento, o GT concordou com a criação de quatro subgrupos para detalhar tecnicamente as propostas para um sistema de alerta meteorológico ao produtor, para treinamento dos aplicadores de herbicidas, regulamentação da aplicação terrestre e monitoramento. Por sugestão do GT, também foi aprovada a proposta de convidar entidades representativas das cadeias produtivas da olivicultura, citros, maçã, erva-mate, noz-pecã, fumo arroz e soja, além de representantes dos fabricantes do produto.

As propostas apresentadas por Covatti contemplam treinamento específico para a aplicação do 2,4-D, criação de um sistema de alerta de deriva, cadastro dos aplicadores do herbicida, regulamentação da aplicação terrestre, cadastro e localização dos cultivos comerciais mais sensíveis, revisão das zonas sensíveis, criação de um fundo de indenização e proposição de um técnico executor a campo.

O GT foi criado a partir de pedido encaminhado pelo secretário Covatti Filho ao governador Eduardo Leite. O grupo é composto por representantes de diferentes secretarias: Agricultura, por intermédio da Divisão de Insumos e Serviços Agropecuários (Disa) e Divisão de Inspeção de Produtos de Origem Vegetal (Dipov); do Meio Ambiente e Infraestrutura; e da Saúde.

Também participam os ministérios públicos Estadual e Federal, Ministério da Agricultura, Embrapa, Emater, Farsul, Fetag e Famurs.

O 2,4-D é um herbicida utilizado para controlar ervas daninhas em várias culturas, entre as quais a soja. No fim de 2018, o uso inadequado fez com que houvesse deriva do produto para outras áreas de cultivo, causando prejuízo em dezenas de propriedades em vários municípios gaúchos, em culturas como uvas, oliveiras, maçã, milho, azevém e até campo nativo.

Texto: Ascom Seapdr
Edição: Secom

  11 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

11 Acessos

Seminários para qualificar artesanato gaúcho percorrem 12 municípios do RS

O Programa Gaúcho do Artesanato (PGA) irá promover o seminário Artesão em Foco em 12 cidades gaúchas, de maio a novembro de 2019, em parceria com a Emater. As inscrições podem ser realizadas, gratuitamente, nas Agências FGTAS/Sine dos municípios que irão sediar os eventos.

De acordo com a coordenadora do Programa Gaúcho do Artesanato, Marlene Garcia, o seminário é importante para promover a qualidade do artesanato produzido no RS, por meio da divulgação do que é ou não considerado artesanato, segundo os governos Estadual e Federal, e a legislação da atividade. Além disso, o seminário irá servir de fórum para discutir a profissão de artesão, estimular a formação de grupos de produção, impulsionar a comercialização e contribuir para a qualificação, atualização e valorização do artesão e de sua produção.

O evento abordará ainda temas como Carteira do Artesão, nota fiscal, previdência, microcrédito, cooperativismo/associativismo, empreendedorismo/gestão, relação do artesanato com turismo, formação de preços, artesanato como patrimônio imaterial, desenvolvimento do produto e inovação, estratégias de vendas, exposição do produto, reciclagem e artesanato e marketing digital.

A coordenadora estadual de artesanato da Emater, Ivanir Santos, destaca que a Emater utiliza “a legislação e os conceitos do Programa Gaúcho do Artesanato (PGA) para orientar os artesãos do meio rural, por isso a realização de seminários em parceria com a FGTAS irá possibilitar o compartilhamento de informações corretas de interesse do público alvo da instituição”.

O evento é uma iniciativa do PGA, que incentiva a profissionalização e fomenta a atividade artesanal com políticas de formação, qualificação e apoio à comercialização. Desenvolvido pela Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social (FGTAS), o PGA é responsável pela emissão da Carteira de Artesão, que viabiliza a isenção de ICMS para a circulação de produtos, a emissão de notas fiscais e a exportação de produtos como pessoa física, além da participação de exposições e feiras para comercialização dos produtos.

Histórico
Em 2018, foram realizados 11 seminários nos municípios de Santiago, Santa Maria, Gramado, São Jerônimo, Bagé, São Leopoldo, Capão da Canoa, Camaquã, Alegrete, Santana do Livramento e Porto Alegre. Ao todo, 617 pessoas assistiram palestras sobre legislação e políticas públicas de fomento ao artesanato, empreendedorismo, gestão, criação de produto e relações entre artesanato e identidade regional. Os eventos contaram com o apoio de instituições como Sebrae, Senac, Emater-Ascar, prefeituras e Embrapa.

Confira as datas e os locais dos eventos:

02/5 – Ijuí
14/5 – Santa Maria
22/5 – Santana do Livramento
12/6 – Vera Cruz
04/7 – Rio Grande
26/9 – Giruá
11/10 – Travesseiro
24/10 – Passo Fundo
31/10 – Frederico Westphalen
06/11 – Vacaria
20/11 – Capão da Canoa
26/11 – Porto Alegre

Texto: Jaíne Martins/Ascom Fgtas
Edição: Secom

  12 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

12 Acessos

Conselho Estadual de Trânsito empossa novo presidente

Órgão máximo normativo, consultivo e coordenador do Sistema Estadual de Trânsito, o CetranRS tem novo presidente. Sérgio Renato Teixeira retorna à presidência do órgão que já dirigiu no biênio de 2014-2015. A cerimônia foi no auditório do Daer, na tarde da terça-feira (16/4).

Para a nova gestão, o presidente tem quatro prioridades. A primeira delas é buscar a integração dos 19 municípios que ainda faltam para o RS alcançar 100% das cidades municipalizadas. Ele também pretende que o Conselho tenha participação mais efetiva no Fórum Nacional dos Conselhos Estaduais de Trânsito, se possível participando de umas diretorias. Dentro dessa intenção, a ideia é sediar no RS o 3º encontro da entidade em abril de 2020. Por último, e mais importante, Teixeira quer tornar o CetranRS mais conhecido. “Queremos que a sociedade saiba o que é o CetranRS e para que serve.”

Na cerimônia, o vice-governador e secretário da Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior, saudou a decisão do governador Eduardo Leite de trazer os órgãos de trânsito novamente para a pasta da Segurança.

“A política de trânsito não pode ficar separada do combate à criminalidade. Temos alcançado bons resultados nos indicadores de crimes no RS. Com políticas públicas de trânsito poderemos também reduzir a acidentalidade”.

O diretor do DetranRS, Enio Bacci, lembrou dos compromissos de sua gestão e assegurou que será um trabalho integrado, em busca da redução da acidentalidade, mas também da melhoria dos serviços públicos. Bacci ressaltou que a evolução depende de criatividade e firmeza, almejando que o CetranRS continue rumo a marca inédita no país, de atingir 100% das cidades gaúchas com trânsito municipalizado.

Sérgio Teixeira é advogado graduado pela Faculdade de Direito de Cruz Alta. Foi servidor militar estadual de 1968 a 1994 e exerceu carreira como advogado de 1994 a 2000. Foi também assessor parlamentar da Câmara de Vereadores de Gravataí em 2001, da Câmara de Porto Alegre em 2002 e da Assembleia Legislativa de 2003 a 2013 - onde assumiu as funções de coordenador de bancada e chefe de gabinete.

Sobre o CetranRS

O CetranRS tem entre suas atribuições elaborar resoluções, portarias e diretrizes no âmbito do Estado, responder às consultas relativas à aplicação da legislação, dirimir conflitos sobre circunscrição e competência nos municípios, além de estimular e orientar a execução de campanhas educativas.
É responsável também pelo julgamento, em segunda instância, de recursos interpostos contra as penalidades aplicadas por órgãos de trânsito e rodoviários dos Estados e dos municípios. O CetranRS é regido pelo Código de Trânsito Brasileiro e foi criado pelo Decreto Estadual n° 38.705. Além do presidente, 25 conselheiros e seus respectivos suplentes compõem o Conselho.

Texto: Mariana Goldmeier Tochetto / Ascom DetranRS
Edição: Secom

  11 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

11 Acessos

Rio Uruguai ganha 26 pontos de monitoramento para prever nível do rio e evolução das chuvas

Foi lançado na quarta-feira (17/4), em Santa Rosa, um novo sistema capaz de monitorar em tempo real a evolução das chuvas e o nível do Rio Uruguai. O Sistema de Alertas Hidrológico da Bacia do Rio Uruguai (SAH Rio Uruguai) irá processar e disponibilizar informações sobre os níveis dos rios e volumes de chuva de todos os pontos de monitoramento.

A bacia do rio Uruguai conta com uma área total de 385 mil quilômetros quadrados, sendo 74 mil quilômetros em território brasileiro (73% no RS e 55% em SC). O lançamento foi promovido pelo Serviço Geológico do Brasil (CPRM), através da Superintendência Regional de Porto Alegre.

Segundo o engenheiro da CPRM, Franco Buffon, “foram instalados 26 pontos do sistema ao longo da bacia do rio Uruguai, que vão emitir boletins com previsões hidrológicas de hora em hora”. Franco explicou que “a captação de dados via satélite vai permitir prever os índices de chuvas e o aumento no nível do rio”. A partir dos dados captados com o novo sistema, o Serviço Geológico do Brasil irá produzir boletins e comunicar a Defesa Civil do RS.

Conforme o responsável pela 5ª Coordenadoria Regional de Defesa Civil do Estado, major Paulo Kunkel, “a partir de agora, podemos acompanhar em tempo real a evolução das chuvas e o nível do rio”. Com o novo sistema será possível prever o aumento das águas do rio Uruguai com até 17 horas de antecedência, minimizando os efeitos dos eventos adversos e auxiliando a Defesa Civil nas ações de prevenção e resposta às comunidades.

Texto: Ana Paola Dala Barba/Ascom Defesa Civil
Edição: Secom

  13 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

13 Acessos

Administrador é escolhido pelo governador para chefiar a Emater

A Emater está tem nova diretoria a partir desta quarta-feira (17/4). No início da tarde, o governador Eduardo Leite anunciou Geraldo Sandri como novo presidente da instituição e, como diretor-administrativo, Vanderlan Vasconselos.

Em assembleia geral da Emater nesta tarde, os nomes deles e do novo diretor-técnico, escolhido pelos servidores, serão efetivados.

“Nossa expectativa é grande, porque a extensão rural é importantíssima para o nosso governo, pelo trabalho que faz para que agricultores consigam se qualificar e fazer um uso eficaz e sustentável de suas terras. Ao mesmo tempo, é preciso fazer mais com menos, já que o Estado passa por uma crise fiscal”, disse o governador.

O secretário da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, Covatti Filho, reforçou que a escolha da diretoria levou em conta perfis técnicos, pelo conhecimento em extensão rural, com respaldo político, já que ambos tiveram experiências em cargos públicos.

Com graduação e mestrado em Administração, Sandri soma 30 anos de atuação no Banco do Brasil, 15 deles à frente da educação corporativa da UniBB, a universidade da instituição, e já foi vereador de São Marcos, sua cidade natal.

O novo presidente já elencou suas prioridades: eficiência, eficácia, economicidade e valorização. “Vamos investir em tecnologia, para melhorar a gestão dos recursos sem abrir mão da qualidade dos serviços prestados”, concluiu Sandri.

Vasconselos é formado e pós-graduado em Direito, foi superintendente de Portos e Hidrovias, diretor-administrativo da Ceasa e prefeito e vereador de Esteio. “Acredito que temos todas as condições para exercermos uma ótima gestão pelos próximos quatro anos”, afirmou o diretor-administrativo da Emater.

Texto: Vanessa Kannenberg
Edição: Marcelo Flach/Secom

  12 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

12 Acessos

Confira o funcionamento de órgãos estaduais no feriado de Páscoa

Conforme o Decreto 54.433, de 21 de dezembro de 2018, que estabeleceu o calendário de 2019 para órgãos da administração estadual, incluindo autarquias e fundações públicas, dia 19 de abril será feriado da Sexta-Feira da Paixão e 21 de abril (domingo), feriado de Páscoa e Tiradentes. Na quinta-feira (18), o expediente é matutino, com as atividades se encerrando às 12h.
Ainda de acordo com o decreto, os serviços considerados essenciais "não se suspenderão por efeito do calendário de feriados". Abaixo, confira horários de órgãos na área da segurança, serviços e cultura, assim como telefone e sites.

SEGURANÇA PÚBLICA

Telefones de emergência:

Brigada Militar - 190

Corpo de Bombeiros - 193

Polícia Civil - 197

Comando Rodoviário da Brigada Militar - 198

Defesa Civil - 199

Disque-Denúncia da Polícia Civil - 181

Denarc (plantão 24 horas para denúncias sobre tráfico de drogas) - 0800
518-518

SAÚDE

Samu - 192 (plantão 24 horas)

Centro de Informações Toxicológicas (CIT) - 0800 721-3000 (plantão 24
horas)

Disque Vigilância - 150

Farmácia de Medicamentos Especiais
Quinta-feira (18): 8h às 12h
Sexta-feira (19): fechada
Av. Borges de Medeiros, 546 – Centro Histórico, Porto Alegre
Telefone: (51) 3901-1000

Hemocentro
Quinta-feira (18): 8h às 12h
Sexta-feira (19): fechado
Av. Bento Gonçalves, 3.722, bairro Partenon, Porto Alegre
Telefone: (51) 3901-1004

TudoFácil
Quinta-feira (18): 8h às 12h
Sexta-feira (19): estarão fechadas as três unidades (Centro, Zona Norte
e Zona Sul na capital)
Informações: site TudoFácil

Agências FGTAS/Sine
Quinta-feira (18): 8h às 12h
Sexta-feira (19): estarão fechadas em todo o estado, incluindo a sede
administrativa na avenida Borges de Medeiros, 521, assim como a Casa do
Artesão (Av. Júlio de Castilhos, 144, bairro Centro Histórico) e o Vida Centro Humanístico (Av. Baltazar de Oliveira Garcia, 2.132)

Banrisul
Quinta-feira (18): agências abrem normalmente
Sexta-feira (19): agências estarão fechadas, mas clientes têm acesso
aos canais eletrônicos: caixas de autoatendimento, Home e Office Banking, aplicativo Banrisul Digital e Banrifone

CEEE
Quinta-feira (18): agências com atendimento normal
Sexta-feira (19): agências estarão fechadas, funcionando apenas o
atendimento 24 horas pelo telefone 0800 721-2333
Em caso de falta de energia, pode ser enviado torpedo para o número 27307 com a palavra LUZ e mais o número da instalação (que consta da fatura). No site da CEEE estão disponíveis os demais serviços oferecidos aos clientes.

Corsan
Quinta-feira (18): 8h às 12h
Sexta-feira (19): plantão 24 horas pelo telefone 0800 646-6444, para casos de emergência ou problemas operacionais, como falta de água ou esgoto. A Central de Atendimento recebe ligações gratuitas, inclusive de telefone celular. Mais informações no site da Corsan.

Receita Estadual
Quinta-feira (18): atendimento presencial aos contribuintes na capital
será das 10h às 12h
Sexta-feira (19): fechado
Os endereços dos locais de atendimento presencial pode ser consultados no site da Receita Estadual.

Ceasa
Quinta-feira (18): 13h às 19h
Sexta-feira (19): fechada
Sabado (20): somente a central das flores, das 7h às 12h
Domingo (21): fechada

Operação Viagem Segura
Polícia Rodoviária Federal, Detran, Polícia Civil, Brigada Militar e Comando Rodoviário da Brigada Militar estarão mobilizados no período de Páscoa. Operação Viagem Segura se estenderá da zero hora de quinta-feira (18) até a meia-noite de domingo (21).

ESPORTE

Centro Estadual de Treinamento Esportivo (Cete)
Quinta-feira (18)
- Complexo (incluindo ginásios e quadras): 7h às 22h
- Pista de atletismo: 7h às 13h e 15h às 21h30

Sexta-feira (19)
- Complexo: 7h às 22h
- Ginásios: não haverá atividades
- Pista de atletismo: 7h às 13h e 15h às 21h30

Sábado (20)
- Administração: plantão até as 12 horas
- Complexo: 7h às 22h
- Ginásios e quadras: funcionam somente com agendamento prévio
- Pista de atletismo: 7h às 13h

Domingo (21)
- Complexo: 7h às 20h
- Ginásios e quadras: funcionam somente com agendamento prévio
- Pista de atletismo: fechada

CULTURA

Museu de Arte do Rio Grande do Sul (Margs)
Sexta (19) a domingo (21) funcionamento normal, das 10h às 19h

Casa de Cultura Mario Quintana
Sexta (19) a domingo (21), das 12h às 21h

Memorial do Rio Grande do Sul
Sexta (19) a domingo (21), das 13h às 17h

Museu Julio de Castilhos
Sexta (19) a domingo (21), das 10h às 17h

Biblioteca Pública do Estado
Quinta-feira (18): 8h às 12h Sexta (19) a domingo (21): fechada

Museu da Comunicação Hipólito José da Costa
Quinta-feira (18): 9h às 12h
Sexta-feira (19): fechado
Sábado (20): 9h às 18h
Domingo (21): fechado

Ospa
Domingo (21): recital da Série Música de Câmara, às 16h (entrada franca); no programa, Mozart, Carl Maria von Weber e Liduíno Pitombeira; apresentação do Quinteto para Clarinete e Cordas Local: auditorium Tasso Corrêa do Instituto de Artes da Ufrgs (rua Senhor dos Passos, 248 - Centro Histórico, Porto Alegre)

Theatro São Pedro
"Guri de Uruguaiana", quinta (18), sexta-feira (19) e sábado (20), às
21h, e domingo (21), às 18h

Pesquisa: Leilane Beck, com supervisão de Marcelo Flach
Edição: Secom

  7 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

7 Acessos

Governador receberá a Medalha Tiradentes

O governador Eduardo Leite receberá, no dia 30 de abril, a Medalha Tiradentes, maior honraria conferida pela Polícia Civil gaúcha.

O convite foi entregue na manhã desta quarta-feira (17/4) pela chefe de Polícia, delegada Nadine Anflor. O governador confirmou presença no evento. A cerimônia será às 15h, no auditório do Palácio da Polícia.

A Medalha Tiradentes é conferida a pessoas e entidades que mantêm ou mantiveram estreitas relações e que efetivamente prestaram relevantes serviços à causa da Polícia Civil. O nome da medalha rememora o mártir da Independência do Brasil e patrono das polícias civil e militar do Brasil.

Texto e edição: Secom

  12 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

12 Acessos

IPVA de veículos com placa final 8 vence nesta quarta-feira, dia 17

Termina nesta quarta-feira (17/4) o prazo de pagamento do IPVA 2019 para veículos cujas placas terminam com o número 8.

O calendário conforme a numeração do emplacamento vai até a próxima semana, quando ocorre o vencimento dos últimos dois grupos:

– segunda-feira, 22 de abril: final 9
– quarta-feira, 24 de abril: final 0 (zero)

IPVA cronograma final Calendário conforme a numeração do emplacamento vai até a próxima semana - Foto: Infografia

Nesta etapa, seguem valendo as vantagens do Bom Motorista e do Bom Cidadão. Esta também é a última oportunidade para que os motoristas observem as datas de vencimento do IPVA (veja tabela com cronograma) e paguem o imposto sem acréscimo de multa moratória e juros (Selic).

Até o momento, o IPVA 2019 registra arrecadação bruta de R$ 1,93 bilhão, conforme a Receita Estadual. O valor representa cerca de 69% da expectativa de arrecadação para este ano, de R$ 2,81 bilhões. Metade desse valor é repassado automaticamente para as prefeituras gaúchas de acordo com o município de licenciamento.

Descontos

Os descontos para bons motoristas estão programados em três faixas. Os condutores que não receberam multas nos últimos três anos terão dedução de 15%; para quem não foi multado há dois anos, o índice é de 10%; e quem ficou um ano sem infrações, o abatimento é de 5%.

Também em três faixas, o desconto do Bom Cidadão decorre da participação do contribuinte (pessoa física) no programa Nota Fiscal Gaúcha (NFG). Será de 5% para quem tiver 100 ou mais notas registradas, de 3% para quem tiver entre 41 e 99 notas e de 1% para o contribuinte com até 40 documentos fiscais devidamente registrados.

Juros e multas

O contribuinte que não pagar o tributo em dia, além de perder os descontos de Bom Motorista (de até 15%) e Bom Cidadão (de até 5%), terá multa de 0,334% ao dia sobre o valor do imposto não pago, até o limite de 20%.

Depois de 60 dias em atraso, o débito sofrerá acréscimo de mais 5% e será inscrito em dívida ativa, com o contribuinte correndo o risco de ter seu nome lançado no Serasa, sofrer protesto no cartório da sua cidade e processo de cobrança judicial.

Além dessas consequências, o proprietário que for flagrado nas barreiras com o IPVA atrasado terá custos que poderão ir além de colocar em dia o imposto. Como o IPVA é um dos requisitos para renovar o Certificado de Registro e de Licenciamento de Veículo (CRLV), transitar sem este documento em ordem significa infração gravíssima (art. 230, V, do Código de Trânsito Brasileiro), com risco de multa de R$ 293,47 e sete pontos no prontuário da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), além dos custos do serviço de guincho e depósito do Detran.

IPVA 2019

Quem paga: todos os proprietários de veículos automotores fabricados a partir do ano 2000

Como pagar: para quitar, o proprietário deverá apresentar Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV). Juntamente com o IPVA, é possível pagar o seguro obrigatório (Dpvat), a taxa de licenciamento e multas de trânsito, se existirem

Onde pagar: Banrisul, Bradesco, Santander, Sicredi, Caixa (lotéricas) e Banco do Brasil (somente para clientes)


Para tirar dúvidas

Atendimento presencial na capital:
Central de Atendimento ao Contribuinte, na Secretaria da Fazenda, Rua Siqueira Campos, nº 1.044, Centro Histórico, das 10h às 16h, sem fechar ao meio-dia

Interior:
Nas Delegacias da Receita Estadual

Online:
Plantão Fiscal Virtual, disponível no site da Receita Estadual

Site IPVA:
Clique aqui e acesse o site do IPVA 2019

Aplicativo IPVA:
O aplicativo IPVA RS está disponível nas plataformas Android e iOs

Dúvidas frequentes:
Clique aqui e veja dúvidas mais frequentes

Texto: Ascom Sefaz / Receita Estadual
Edição: Secom

  13 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

13 Acessos

Grupo chileno demonstra interesse em investir no setor portuário

Discutir a possibilidade de investimentos no setor portuário gaúcho foi tema de uma reunião entre o governador Eduardo Leite e comitiva do grupo chileno Ultramar na noite desta terça-feira (16/4), no Palácio Piratini.

O sócio-presidente Richard von Appen afirmou o interesse em investir no RS e relatou experiências positivas na relação entre o país e o Estado no passado. Aproveitando a ocasião, von Appen convidou o governador a visitar a agência e operação portuária da Ultramar no Chile.

O governador deixou clara a disponibilidade do Executivo em esclarecer dúvidas e em facilitar a troca de informações para proporcionar o ingresso do grupo no mercado gaúcho.

"Estamos discutindo a concessão de rodovias, de aeroportos e de hidrovias no Estado, portanto, é um momento propício para dialogarmos nesse sentido de estabelecermos parcerias", afirmou Leite.

O sócio-presidente da Ultramar estava acompanhado do CEO Fernando Reveco. Por parte do Executivo, também acompanharam a reunião o superintendente do Porto do Rio Grande, Fernando Estima, e o chefe de gabinete, Paulo Morales.

Texto: Suzy Scarton
Edição: Marcelo Flach/Secom

  11 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

11 Acessos

Grupo chileno demonstra interesse de investir no Estado

Discutir a possibilidade de investimentos no setor portuário gaúcho foi o tema de uma reunião entre o governador Eduardo Leite e a comitiva do grupo chileno Ultramar na noite desta terça-feira (16), no Palácio Piratini.

O sócio-presidente Richard von Appen afirmou o interesse em investir no RS e relatou experiências positivas na relação entre o país e o Estado no passado. Aproveitando a ocasião, von Appen convidou o governador a visitar a agência e operação portuária da Ultramar, no Chile.

O governador deixou clara a disponibilidade do Executivo em esclarecer dúvidas e em facilitar a troca de informações para proporcionar o ingresso do grupo no mercado gaúcho.

"Estamos discutindo a concessão de rodovias, de aeroportos e de hidrovias no Estado, portanto, é um momento propício para dialogarmos nesse sentido de estabelecermos parcerias", afirmou Leite.

O sócio-presidente da Ultramar estava acompanhado do CEO Fernando Reveco. Por parte do Executivo, também acompanharam a reunião o superintendente do Porto do Rio Grande, Fernando Estima, e o chefe de gabinete, Paulo Morales.

Texto: Suzy Scarton
Edição: Marcelo Flach/Secom

  12 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

12 Acessos

“O caminho para o RS voltar a crescer passa pela inovação”, afirma Leite em visita a empresas no Tecnopuc

O governador Eduardo Leite visitou, na tarde desta terça-feira (16/4) três das maiores empresas de tecnologia do país, que nasceram e estão sediadas em Porto Alegre, mais precisamente no Tecnopuc, o Parque Científico e Tecnológico da PUCRS. Líderes globais em seus segmentos, Aquiris, GetNet e 4All são exemplos de empreendimentos que geram inovação, emprego (mais de 800) e renda no Rio Grande do Sul.

“O caminho para o RS voltar a crescer passa pela inovação. Por isso, estamos articulando, a partir da recriação da Secretaria de Inovação, Ciência e Tecnologia, as políticas públicas para conseguir articular o setor privado, as universidades, o governo e a sociedade e desenvolver polos de inovação por todo o RS, aproveitando ao máximo o talentoso capital humano que a gente tem e desenvolvendo o nosso Estado a partir da nova economia”, afirmou Leite.

Chamado de Inova RS, o projeto coordenado pelo secretário de Inovação, Ciência e Tecnologia, Luís da Cunha Lamb, tem como objetivo criar pelo menos 10 polos regionais conectados em rede. O lançamento da iniciativa está previsto para o fim de maio.

“A visita do governador a uma das maiores referências que a gente tem no Brasil em termos de inovação e da conexão entre universidade, poder público e empreendedores mostra que são esses tipos de projetos e iniciativas que daremos prioridade no governo”, disse Lamb.

A PUCRS, juntamente com a Unisinos e a Ufrgs, faz parte da Aliança para Inovação, projeto local que serviu de inspiração para o novo programa estadual. “Essa experiência construída ao longo de um ano em Porto Alegre mostrou que é perfeitamente possível acelerar o processo de crescimento das cidades e, por conseqüência, de todo o Rio Grande do Sul”, complementou Lamb, que participou da concepção do projeto pioneiro quando era pró-reitor de Pesquisa da Ufrgs.

Custo competitivo

CEO da Aquiris, Mauricio Longoni celebrou a visita e a iniciativa do governo gaúcho de promover a inovação no Estado. Segundo ele, o que motiva a empresa, que está se internacionalizando e recentemente foi convidada para desenvolver o primeiro game brasileiro do serviço de assinatura de jogos da Apple, o Apple Arcade, a permanecer no RS é o custo-benefício que oferece:

“Aqui existem boas universidade, que oferecem acesso a bons talentos e uma ótima infraestrutura, como é o nosso caso no Tecnopuc. E o que diferencia o Estado de outros lugares como São Paulo, onde tem mais mão de obra, é o menor custo de operação, o que nos torna mais competitivos”, explicou Longoni.

A mesma visão foi confirmada pelos desenvolvedores da GetNet – considerada um “unicórnio”, por ter sido uma startup cujo valor de mercado iguala ou supera a marca de US$ 1 bilhão – e da 4all, primeira empresa com o conceito all-in-one do Brasil, que reúne em um mesmo lugar tecnologia para diversas situações do dia a dia e negócios de todas as áreas.

O caminho para o RS voltar a crescer passa pela inovação”, afirma Leite em visita ao Teconopuc Crédito: Governo do Rio Grande do Sul

Texto: Vanessa Kannenberg
Edição: Marcelo Flach/Secom

  11 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

11 Acessos

“O caminho para o RS voltar a crescer passa pela inovação”, diz Leite em visita ao Tecnopuc

O governador Eduardo Leite visitou, na tarde desta terça-feira (16/4) três das maiores empresas de tecnologia do país, que nasceram e estão sediadas em Porto Alegre, mais precisamente no Tecnopuc, o Parque Científico e Tecnológico da PUCRS. Líderes globais em seus segmentos, Aquiris, GetNet e 4All são exemplos de empreendimentos que geram inovação, emprego (mais de 800) e renda no Rio Grande do Sul.

“O caminho para o RS voltar a crescer passa pela inovação. Por isso, estamos articulando, a partir da recriação da Secretaria de Inovação, Ciência e Tecnologia, as políticas públicas para conseguir articular o setor privado, as universidades, o governo e a sociedade e desenvolver polos de inovação por todo o RS, aproveitando ao máximo o talentoso capital humano que a gente tem e desenvolvendo o nosso Estado a partir da nova economia”, afirmou Leite.

Chamado de Inova RS, o projeto coordenado pelo secretário de Inovação, Ciência e Tecnologia, Luís da Cunha Lamb, tem como objetivo criar pelo menos 10 polos regionais conectados em rede. O lançamento da iniciativa está previsto para o fim de maio.

“A visita do governador a uma das maiores referências que a gente tem no Brasil em termos de inovação e da conexão entre universidade, poder público e empreendedores mostra que são esses tipos de projetos e iniciativas que daremos prioridade no governo”, disse Lamb.

A PUCRS, juntamente com a Unisinos e a Ufrgs, faz parte da Aliança para Inovação, projeto local que serviu de inspiração para o novo programa estadual. “Essa experiência construída ao longo de um ano em Porto Alegre mostrou que é perfeitamente possível acelerar o processo de crescimento das cidades e, por conseqüência, de todo o Rio Grande do Sul”, complementou Lamb, que participou da concepção do projeto pioneiro quando era pró-reitor de Pesquisa da Ufrgs.

Custo competitivo

CEO da Aquiris, Mauricio Longoni celebrou a visita e a iniciativa do governo gaúcho de promover a inovação no Estado. Segundo ele, o que motiva a empresa, que está se internacionalizando e recentemente foi convidada para desenvolver o primeiro game brasileiro do serviço de assinatura de jogos da Apple, o Apple Arcade, a permanecer no RS é o custo-benefício que oferece:

“Aqui existem boas universidade, que oferecem acesso a bons talentos e uma ótima infraestrutura, como é o nosso caso no Tecnopuc. E o que diferencia o Estado de outros lugares como São Paulo, onde tem mais mão de obra, é o menor custo de operação, o que nos torna mais competitivos”, explicou Longoni.

A mesma visão foi confirmada pelos desenvolvedores da GetNet – considerada um “unicórnio”, por ter sido uma startup cujo valor de mercado iguala ou supera a marca de US$ 1 bilhão – e da 4all, primeira empresa com o conceito all-in-one do Brasil, que reúne em um mesmo lugar tecnologia para diversas situações do dia a dia e negócios de todas as áreas.

O caminho para o RS voltar a crescer passa pela inovação”, afirma Leite em visita ao Teconopuc Crédito: Governo do Rio Grande do Sul

Texto: Vanessa Kannenberg
Edição: Marcelo Flach/Secom

  10 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

10 Acessos

Nova direção da Junta Comercial é apresentada aos servidores

O novo presidente da Junta Comercial, Industrial e Serviços do Rio Grande do Sul (JucisRS), Flávio Koch, recepcionou, na manhã desta terça-feira (16/4), servidores da autarquia, terceirizados e estagiários.

“Temos a missão de apoiar o empreendedorismo gaúcho. Sou parceiro de vocês e estamos juntos nesta tarefa”, disse Koch.

O quadro funcional da JucisRS é composto por 56 servidores, 21 vogais e 21 suplentes, 40 estagiários e 78 terceirizados. Os novos gestores para a gestão 2019/2022 foram nomeados recentemente.

Koch destacou a importância do trabalho em equipe, e que a nova direção do órgão de registro vai trabalhar para atender com eficiência quem procura os serviços de registro prestados pela Junta Comercial.

Na fala, gestor da JucisRS lembrou a seguinte passagem de sua vida: “Fui um dia candidato a office-boy desta casa, e hoje retorno como presidente.”

O vice-presidente da JucisRS, Sauro Henrique Souza Martinelli, também destacou a importância do trabalho em equipe. “Acredito em equipe porque cada um de nós é importante no que faz. Hoje, a Junta é Digital e vocês fazem parte deste processo."

O secretário-geral, Carlos Vicente Bernardoni Gonçalves, disse que a autarquia é “porta do Estado” e que o empreendedor gaúcho é o foco desta gestão. “Ele nos procura com a expectativa de abrir o mais breve possível o seu negócio. E nós, como órgão público, temos que atendê-lo com maior agilidade e eficiência, e esse é nosso desafio”, finalizou o gestor.

Texto: Denise Rodrigues / Ascom JucisRS
Edição: Secom

  12 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

12 Acessos