Redação

Conferência Estadual da Pessoa Idosa promove debates sobre envelhecimento e políticas públicas

A Secretaria de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (SJCDH) e o Conselho Estadual do Idoso promovem, na sexta-feira (16/8), na Assembleia Legislativa do RS, a 6ª Conferência Estadual da Pessoa Idosa. Em parceria com a Assembleia Legislativa e a Factum, o evento busca a eleição de Porto Alegre como sede da 3ª Assembleia Mundial do Envelhecimento, que será realizada em 2022 no Brasil. Um dos apoiadores da candidatura é Paulo Saad, diretor da Divisão de População da Comissão Econômica para a América Latina e Caribe (Cepal) da ONU.

A Conferência Estadual da Pessoa Idosa, que vai até domingo, traz discussões sobre envelhecimento no século 21 e a importância de estabelecer diretrizes entre as políticas públicas. Saad apresentará a conferência de abertura. De acordo com dados das Nações Unidas sobre as implicações econômicas e sociais das mudanças na estrutura etária da população mundial, o envelhecimento populacional se dá em consequência da redução proporcional de jovens combinada com o aumento da expectativa de vida.

Até a metade do século 20, a esperança de vida era de pouco menos de 60 anos. Esses números aumentaram em quase dez anos nas últimas cinco décadas, e está projetada uma elevação de mais sete anos até a metade deste século. No RS, a população idosa representa 16% do total (1.762.169 pessoas). É o Estado com maior população de pessoas idosas do país. Em 2030, o Rio Grande do Sul projeta 24% de pessoas com 60 anos ou mais.

“Temos uma fecundidade em baixa, a segunda menor do Brasil, com 1,68 filhos por mulher, além de um fluxo migratório negativo. Esses fatores contribuem para asseverar o processo de envelhecimento populacional”, destaca a presidente do Conselho Estadual da Pessoa Idosa, Jussara Rauth.

Confira a programação completa neste link.

Evolução de expectativa de vida após os 60 anos:

2000 – 19,4 anos
2015 – 22,7 anos
2030 – 24,7 anos

Evolução de expectativa de vida após os 80 anos:

2000 – 7,7 anos
2015 – 9,8 anos
2030 – 11 anos

Texto: Ascom SJCDH
Edição: Secom 

  10 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

10 Acessos

Governo lança nesta sexta-feira edital de licitação da PPP da Corsan

Governo lança nesta sexta-feira edital de licitação da PPP da Corsan - Portal do Estado do Rio Grande do Sul

Portal do Estado do Rio Grande do Sul

Governo do Estado do Rio Grande do Sul

Início do conteúdo
Inicial Imprensa Últimas Notícias Governo lança edital Card Aviso de  pauta Novas Façanhas -

O governo do Estado lança, nesta sexta-feira (16/8), às 11h, no Palácio Piratini, o edital de licitação da parceria público-privada (PPP) da Corsan.

A PPP permitirá a contratação de um parceiro privado que investirá na universalização dos serviços de coleta e tratamento de esgotos na Região Metropolitana de Porto Alegre.

O evento contará com a presença do governador Eduardo Leite, do secretário do Meio Ambiente e Infraestrutura, Artur Lemos Júnior, e do diretor-presidente da Corsan, Roberto Barbuti.

O quê: lançamento do edital de licitação da PPP da Corsan
Quando: sexta-feira (16/8), às 11h
Onde: Salão Negrinho do Pastoreio - Palácio Piratini

Texto e edição: Secom

Palácio Piratini

Praça Marechal Deodoro, s/n
Porto Alegre - RS -

mapa


Centro Histórico
Fone: (51) 3210.4100

Portal do Estado do Rio Grande do Sul

  28 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

28 Acessos

Governo libera R$ 37 milhões para conclusão de acessos asfálticos em oito municípios gaúchos

Sinônimo de desenvolvimento, segurança e qualidade de vida, o acesso asfaltado foi garantido nesta quinta-feira (15/8) a mais oito municípios gaúchos. Paralisadas há meses por falta de verba, as obras serão retomadas a partir da assinatura da ordem de reinício pelo governador Eduardo Leite, autorizando a liberação de R$ 37 milhões.

“O Rio Grande do Sul tem uma grande demanda em termos de pavimentação e, sem dúvida, entre as prioridades está o asfaltamento do acesso aos mais de 60 municípios gaúchos que hoje não tem essa condição”, destacou Leite.

PORTO ALEGRE, RS, BRASIL, 15/08/2019 - O governador Eduardo Leite participou, na manhã desta quinta-feira (15/8), da cerimônia de assinatura de ordens de serviços de acessos asfálticos. Fotos: Felipe Dalla Valle/Palácio Piratini Para o governador, além de garantir conforto e segurança aos moradores, asfalto leva desenvolvimento aos municípios - Foto: Felipe Dalla Valle/Palácio Piratini

"Sabemos o quanto isso é importante para garantir conforto e segurança aos moradores, mas, principalmente, para levar desenvolvimento. Afinal, o acesso asfáltico garante redução de custos logísticos, facilita o escoamento da produção, aproxima e reduz tempo de deslocamento e, consequentemente, impulsiona a economia local”, acrescentou o governador.

As cidades que serão beneficiadas – Santo Antônio do Palma, São José do Hortêncio, Carlos Gomes, Sério, Muliterno, Sertão Santana, Ubiretama e Sério/Boqueirão do Leão – fazem parte do programa Acessos Municipais. O investimento liberado, com recursos do Tesouro do Estado, entrará como contrapartida no financiamento do BNDES para as obras de duplicação da ERS-118.

“Em um cenário de grave crise financeira, investir em estradas é mais do que reconhecer um problema grande e partir em busca de soluções. Investir em estradas é investir nas pessoas, na autoestima delas. É investir no progresso do nosso povo”, afirmou o secretário de Logística e Transportes (Selt), Juvir Costella.

Ainda em seu discurso, o secretário ressaltou que o governo segue trabalhando para “qualificar, não somente as nossas rodovias, mas também os demais modais de transporte”, visando o crescimento do Estado.

Os municípios beneficiados e os valores liberados para cada:

Boqueirão do Leão
Rodovia: ERS-421
Trecho: Sério – Boqueirão do Leão
Extensão: 7 quilômetros
Valor liberado: R$ 12 milhões

Carlos Gomes
Rodovia: ERS-477
Trecho: Carlos Gomes – ERS-126
Extensão: 8,7 quilômetros
Valor liberado: R$ 2,8 milhões

Muliterno
Rodovia: ERS-462
Trecho: Muliterno – entroncamento com a BRS-285
Extensão: 13,46 quilômetros
Valor liberado: R$ 1,7 milhões

Santo Antônio do Palma
Rodovia: ERS-458
Trecho: Santo Antônio do Palma – entroncamento com a ERS-324
Extensão: 3 quilômetros
Valor liberado: R$ 53,3 mil

São José do Hortêncio
Rodovia: VRS-874
Trecho: São José do Hortêncio – entroncamento com a ERS-122 (São Sebastião do Caí)
Extensão: 13,15 quilômetros
Valor liberado: R$ 1,5 milhão

Sério
Rodovia: ERS-421
Trecho: Forquetinha – Sério
Extensão: 4,33 quilômetros
Valor liberado: R$ 6,1 milhões

Sertão Santana
Rodovia: ERS-713
Trecho: acesso a Sertão Santana
Extensão: 14,66 quilômetros
Valor liberado: R$ 7,2 milhões

Ubiretama
Rodovia: BRS-392 (acesso)
Trecho: Ubiretama – entroncamento com a BRS-392 (p/ Cerro Largo)
Extensão: 7,87 quilômetros
Valor liberado: R$ 5,7 milhões

Texto: Vanessa Kannenberg
Edição: Patrícia Specht/Secom

  12 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

12 Acessos

Detran se reúne com credenciados de Ijuí para qualificar atendimento em registros de veículos

Detran se reúne com credenciados de Ijuí para qualificar atendimento em registros de veículos - Portal do Estado do Rio Grande do Sul

Portal do Estado do Rio Grande do Sul

Governo do Estado do Rio Grande do Sul

Início do conteúdo
Inicial Imprensa Últimas Notícias Detran se reúne com credenciados

Centros de Registro de Veículos Automotores (CRVAs) das regiões Celeiro, Fronteira Noroeste, Missões e Noroeste Colonial reuniram-se com o DetranRS nesta quarta-feira (14/8) para debater suas rotinas de trabalho. O encontro Dialogando – Coprodução de Soluções em Registro de Veículos ocorreu em Ijuí e foi o segundo de uma série que será realizada com os 225 CRVAs do Estado. A primeira edição aconteceu em julho em Santa Cruz do Sul e confirmou o acerto do modelo, com ampla participação dos credenciados.

A ideia é dedicar um dia para que os técnicos da autarquia respondam aos questionamentos dos profissionais dos centros, além de ser um espaço de troca de experiências, compartilhamento de boas práticas e uniformização de procedimentos. Na base do projeto está o fortalecimento da parceria entre DetranRS e CRVAs, com interesses em comum para bem atender ao cidadão. Participam titulares e coordenadores dos CRVAs e profissionais IVDs (identificador veicular documental).

Para o diretor-técnico Fábio dos Santos, entusiasta da iniciativa, o nome do projeto diz muito: “Acreditamos que é com diálogo que se constroem soluções eficazes, com as quais os dois parceiros estão comprometidos, por terem sido trabalhadas em conjunto”.

Texto: Mariana Goldmeier Tochetto/Ascom DetranRS
Edição: Secom 

Palácio Piratini

Praça Marechal Deodoro, s/n
Porto Alegre - RS -

mapa


Centro Histórico
Fone: (51) 3210.4100

Portal do Estado do Rio Grande do Sul

  10 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

10 Acessos

Leite recebe presidente da Apex e celebra vinda da agência para o RS

Leite recebe presidente da Apex e celebra vinda da agência para o RS - Portal do Estado do Rio Grande do Sul

Portal do Estado do Rio Grande do Sul

Governo do Estado do Rio Grande do Sul

Início do conteúdo
Inicial Imprensa Últimas Notícias Leite recebe presidente da PORTO ALEGRE, RS, BRASIL, 15/087/2019 -  Reunião com o Secretário Ruy Irigaray e com o presidente da APEX-Brasil, Sérgio Ricardo Segovia Barbosa. Fotos: Felipe Dalla Valle/ Palácio Piratini Governador Leite, acompanhado do secretário Irigaray, deu boas-vindas aos integrantes da agência que prevê instalação no RS - Foto: Felipe Dalla Valle / Palácio Piratini

O governador Eduardo Leite recebeu, na manhã desta quinta-feira (15/8), o presidente da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), contra-almirante Sérgio Ricardo Segovia Barbosa. A agência promove os produtos e os serviços brasileiros no exterior e busca atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira.

Atualmente, a Apex-Brasil tem escritórios no Recife e em São Paulo e, agora, prepara a abertura de uma nova sede no Rio Grande do Sul. O governador Eduardo Leite deu as boas-vindas ao grupo. “Fico feliz que possamos fazer essa parceria”, comemorou.

PORTO ALEGRE, RS, BRASIL, 15/087/2019 -  Reunião com o Secretário Ruy Irigaray e com o presidente da APEX-Brasil, Sérgio Ricardo Segovia Barbosa. Fotos: Felipe Dalla Valle/ Palácio Piratini Leite e Segovia discutiram possibilidades de investimentos no Estado, com destaque ao transporte hidroviário - Foto: Felipe Dalla Valle/ Palácio Piratini

No encontro, Leite e Segovia discutiram possibilidades de investimentos no Estado, com destaque ao transporte hidroviário. O governador aproveitou para entregar um documento que aponta as diversas possibilidades de negócios no RS, destacando que têm cumprido agendas no exterior para divulgá-las. Na próxima semana, Leite estará no Uruguai por dois dias com esse intuito.

O local do novo escritório ainda está sendo definido, e o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Ruy Irigaray, que participou do encontro, explica que a presença da agência no Estado deve alavancar as exportações.

Texto: Suzy Scarton
Edição: Secom

Palácio Piratini

Praça Marechal Deodoro, s/n
Porto Alegre - RS -

mapa


Centro Histórico
Fone: (51) 3210.4100

Portal do Estado do Rio Grande do Sul

  37 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

37 Acessos

Câmara Setorial das Florestas Plantadas retoma atividades depois de 2 anos

A discussão do projeto de modernização do Cadastro Florestal Estadual dos consumidores e produtores florestais e do Fundeflor (Fundo Estadual de Desenvolvimento Florestal) foi pauta da primeira reunião do ano da Câmara Setorial das Florestas Plantadas. O Cadastro Florestal Estadual é um dos instrumentos da política agrícola estadual para florestas plantadas e seus produtos.

A reunião ocorreu na segunda-feira (12/8), na Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), em Porto Alegre, e contou com a participação de entidades do setor, produtores, indústrias, pesquisadores e secretarias de governo.

floresta plantada seapdr

Neste ano de transição da plataforma atual para uma nova plataforma para o cadastro florestal, ficou acordada a prorrogação dos cadastros dos consumidores de produtos madeireiros e não madeireiros, em situação regular em 2018, até 31 de dezembro deste ano. Para tanto, foi aprovada a redação de instrução normativa específica, para tramitação, que também informará para as empresas pagantes a forma para o pagamento das taxas do Fundeflor ano base 2019.

Outro tema de debate foi a minuta da instrução normativa complementar à IN 01/2018, que regulamenta e define as atividades a integrarem o novo banco de dados dos consumidores de produtos de florestas plantadas. A IN está aberta para consulta e sugestões pelos representantes da Câmara até o dia 2 de setembro.

A estimativa é de que até o final do ano deva ser desenvolvido pela Procergs (Companhia de Processamento de Dados do Estado do Rio Grande do Sul) um novo sistema on-line via SDA (Sistema de Defesa Agropecuária), já aprovado pelo Conselho Deliberativo do Fundeflor, e que vai modernizar o atual sistema.

Este sistema já estava previsto na IN Seapi nº 01/2018 e IN nº 01/2019, contemplando a transformação florestal de primeiro e segundo estágios; as indústrias de transformação vegetal não madeireira; os consumidores de lenha, cavacos ou resíduos florestais para fins energéticos; o embalador de carvão vegetal; o produtor de carvão vegetal; o produtor florestal; o picador de madeira para cavacos móvel; serraria móvel; o consumidor de madeira para construção civil e os exportadores de madeira em toras e toretes.

A mudança na composição do Conselho Deliberativo do Fundeflor também foi pauta de debate. O conselho conta com 16 membros, sendo oito do governo e oito dos produtores, indústrias e universidades. Sugestões de novas entidades devem ser discutidas e encaminhadas para avaliação governamental.

O novo presidente da Câmara Setorial das Florestas Plantadas também foi escolhido. É Daniel Chies, engenheiro florestal da Associação Gaúcha de Empresas Florestais (Ageflor). Ele substitui o engenheiro agrônomo Eugene Chouene, da Agaflor (Associação Gaúcha de Florestadores). Agora, por orientação da Seapdr, as câmaras passam a ser gerenciadas pelo setor produtivo com apoio logístico da secretaria. Uma nova reunião deve ser marcada até o final do ano.

Entidades Participantes

Ageflor, Agaflor (Associação Gaúcha de Florestadores), UFSM (Universidade Federal de Santa Maria), Fetag, Farsul, Fepam, Celulose Riograndense (CMPC Brasil), Badesul, Banco do Brasil, Sindimadeira-RS, Afubra (Associação dos Fumicultores do Brasil), Apecave (Associação Produtores e Empacotadores de Carvão Vegetal), Emater, prefeitura de Tavares (convidado) e Seapdr. 

Texto: Ascom Seapdr
Edição: Secom

  14 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

14 Acessos

Em evento para o desenvolvimento de lideranças femininas, Leite destaca presença de mulheres no governo

O governador Eduardo Leite – assim como a secretária de Comunicação, Tânia Moreira, e a secretária de Planejamento, Orçamento e Gestão, Leany Lemos –, foi palestrante, na manhã desta quinta-feira (15/8), na capital, do 2º Fórum de Mulheres em Conselhos. 

Promovido pelo Instituto Brasileiro Governança Corporativa (IBGC-RS), o evento é voltado para o desenvolvimento de lideranças femininas gaúchas para conselhos de administração, fiscal ou consultivo de empresas.

Leite abriu o Fórum com uma palestra sobre os desafios e as perspectivas econômico-políticas para a recuperação do Rio Grande do Sul. O governador reforçou que a sua gestão está centrada em “realidade, transparência, diálogo e respeito”, com ações divididas entre a agenda de combate à crise fiscal e a agenda de desenvolvimento.

Ao público formado por 60 mulheres, Leite afirmou, ainda, que tem a honra de contar com 62% da força de trabalho no governo composta por mulheres (74.750 mil dos 132.861 postos ativos na administração direta e indireta) e 57% dos cargos de chefia no RS são delas (3.117 dos 5.476).

“No meu gabinete, quase 90% dos cargos de chefia são de mulheres, sendo o setor líder nesse quesito. Isso não é melhor nem pior, mas significa que confiamos na capacidade de liderança feminina e daremos sempre e cada vez mais oportunidades nesse sentido”, destacou o governador.

Ainda na manhã desta quinta-feira, Leany e Tânia farão palestras, compartilhando suas experiências profissionais e discutindo questões políticas, econômicas e sociais do Estado e, especificamente, sobre as lideranças femininas no governo.

O evento

O Fórum Mulheres em Conselho do IBGC/RS é apoiado pelo WCD – Women Corporate Directors e pelo 30% Club, sendo composto por 50 profissionais, incluindo conselheiras de administração, membros de empresas familiares e executivas C-Level.

A segunda edição do evento é formada por seis módulos: (1) Desafios e perspectivas da participação feminina em conselhos; (2) Responsabilidades legais dos conselhos de administração; (3) Jornada e construção para ser conselheira; (4) Monitoramento do Desempenho Empresarial como ferramenta; (5) Visão sistêmica e de inovação tecnológica, mercadológica e geracional; (6) e Experiência prática: casos reais de empresa familiar e de capital aberto, listada em bolsa.

Texto: Vanessa Kannenberg
Edição: Marcelo Flach/Secom

  9 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

9 Acessos

Habitação popular marca reunião do secretário Stédile com gestores municipais

Habitação popular marca reunião do secretário Stédile com gestores municipais - Portal do Estado do Rio Grande do Sul

Portal do Estado do Rio Grande do Sul

Governo do Estado do Rio Grande do Sul

Início do conteúdo
Inicial Imprensa Últimas Notícias Habitação Popular marca reunião stédile SOP reunião O secretário de Habitação de Campo Bom, Eduardo Assmann, foi recebido pelo titular da SOP, José Stédile - Foto: Divulgação / SOP

As prioridades da política habitacional para a gestão 2019-2022 estão pautando as reuniões do titular da secretaria de Obras e Habitação (SOP), José Stédile, com secretários municipais de habitação. Na pauta, um diagnóstico da situação dos loteamentos na Região Metropolitana e ações conjuntas com as prefeituras para a redução do déficit habitacional.

Estiveram no gabinete, na última segunda-feira (12/8), os secretários de habitação e/ou gestores da área em Alvorada, Campo Bom, Canoas e Estância Velha. A mesma temática pautou a reunião com o prefeito de Charqueadas, Simon Heberle de Souza.

Entre as atividades previstas pela SOP para o semestre, destaque para o Fórum de Habitação Popular, que ocorrerá em novembro. "A SOP também está realizando um levantamento sobre a situação habitacional do Estado e publicará um livro com o resultado do trabalho até o final do ano", adiantou Stédile.

Marcaram presença os titulares da pasta de habitação de Canoas, Moacir Antonio Stello, e o chefe do departamento de habitação da prefeitura de Estância Velha, Gerson de Oliveira Moraes da Silva, bem como o diretor de Regularização Fundiária de Canoas, Paulo Cesar Salvamoura Pires. Também estiveram no gabinete o secretário de Desenvolvimento Social de Estância Velha, Sergio Werle, além dos secretários de habitação de Alvorada, Vladimir da Silva, e de Campo Bom, Eduardo Assmann.

Texto: Saul Teixeira/Ascom
Edição: Secom

Palácio Piratini

Praça Marechal Deodoro, s/n
Porto Alegre - RS -

mapa


Centro Histórico
Fone: (51) 3210.4100

Portal do Estado do Rio Grande do Sul

  30 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

30 Acessos

Abertas inscrições para Reunião Técnica Estadual sobre Plantas Bioativas

Estão abertas as inscrições para a 13ª Reunião Técnica Estadual sobre Plantas Bioativas e o 1º Congresso Sul Brasileiro de Plantas Bioativas que ocorrem nos dias 17, 18 e 19 de setembro, no Auditório Central da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc), em Santa Cruz do Sul.

São disponibilizadas duas modalidades de inscrições: participante ouvinte ou participante com submissão de trabalhos, espaço em que serão apresentados trabalhos científicos e relatos de experiências. As inscrições podem ser feitas neste link

Interessados também podem se inscrever como oficineiros (para ministrar oficinas) ou como terapeutas para atuar no Espaço do Cuidado. As oficinas acontecem nos dias 17 e 18/9, no turno da tarde, e devem ter as temáticas dos eixos abordados no evento. “As oficinas terão vagas limitadas e poderão ser práticas ou teóricas. O oficineiro irá conduzir a sua atividade em sala de aula ou laboratório específico”, explica o engenheiro agrônomo da Emater/RS-Ascar, José Claudio Secchi Motta.

O Espaço do Cuidado acontece nos três dias do evento, também no turno da tarde. No local serão oferecidos atendimentos holísticos aos participantes. “Assim, o profissional poderá se inscrever como terapeuta e sugerir o tipo de atendimento que irá prestar. Esta atividade poderá ser individual ou coletiva”, expõe Motta. O candidato a oficineiro deverá se inscrever para atuar preenchendo o formulário disponível neste link

Para o público em geral, as inscrições custam R$ 30 até o dia 17 de agosto. Após esse período, o valor passa a ser R$ 50. No valor estão inclusos o certificado de participação no evento e materiais de apoio para os três dias.

O evento

Em sua 13ª edição, a Reunião Técnica Estadual sobre Plantas Bioativas tem como tema-chave “Ciência, saberes e práticas tradicionais em Plantas Bioativas”. Durante o evento serão trabalhados os eixos Homeopatia e Fitoterapia: princípios e potencialidades, Plantas Medicinais na saúde pública e Meio Ambiente, Biodiversidade e Sustentabilidade a partir das Plantas Bioativas.

O evento busca promover o debate e oportunizar a qualificação sobre o tema das plantas bioativas, visando ao fortalecimento da cadeia produtiva, bem como da rede de entidades envolvidas, aproximando todas as etapas da produção e oportunizando trocas de experiências, qualificação técnica, atualização, motivação, fortalecimento de parcerias e promoção de ações integradas. Para isso, conta com a participação de palestrantes de renome nacional nas áreas abordadas.

A palestra de abertura abordará o tema “Avanços nas pesquisas de plantas bioativas de futuro”, e será ministrada pelo engenheiro agrônomo, mestre em Fitotecnia e pesquisador aposentado da Epagri/SC, Antônio Amaury da Silva Junior, de Porto Belo/SC. A programação inclui palestras com pesquisadores e profissionais de diferentes Estados do Brasil, relatos de experiências, oficinas e o Espaço do Cuidado.

A 13ª Reunião Técnica Estadual sobre Plantas Bioativas e o 1º Congresso Sul Brasileiro de Plantas Bioativas são promovidos pela Emater/RS-Ascar, Secretaria de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), Unisc e Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Texto: Carina Venzo Cavalheiro/Ascom Emater/RS-Ascar - Regional de Soledade
Edição: Secom

  12 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

12 Acessos

Encontro estadual debate relação da tuberculose com a assistência social

O Hospital Sanatório Partenon realizou nesta terça-feira (13/8) o I Encontro sobre Intersetorialidade no Cuidado à Pessoa com Tuberculose e Comorbidades. A entidade, vinculada à Secretaria da Saúde (SES), é a referência estadual para a doença. O evento foi direcionado a profissionais de saúde dos municípios com maiores índices da doença no Estado e buscou apresentar possibilidades de intervenção por diferentes áreas, principalmente quanto a seguridade social e previdência.

A diretora técnica do Sanatório Partenon, Carla Jarczewski, ressalta que as questões sociais interferem na adesão ao tratamento dos pacientes diagnosticados. “Aspectos como a precariedade das condições de trabalho e moradia e a baixa escolaridade impactam diretamente no processo de adoecimento e cura das pessoas”, relata.

Na abertura do evento, a secretária da SES, Arita Bergmann, também frisou a importância de uma integração da saúde com outras áreas. “São saberes específicos que juntos permitem um olhar como um todo do indivíduo”, comentou. “Queremos aqui definir estratégias de como fomentar nos municípios um trabalho que promova a prevenção, promoção e cuidado qualificado”, completou.

O Rio Grande do Sul apresenta a 7ª maior incidência de tuberculose no país, com 42 casos por 100 mil habitantes, enquanto a média nacional é de 36 para a mesma população. Cerca de 13% das pessoas abandonam o tratamento durante o processo, enquanto a taxa de cura para casos novos é de 65%, sendo que a Organização Mundial da Saúde preconiza uma taxa de 85% para o controle da doença.

A doença

A tuberculose é uma doença infectocontagiosa causada pela bactéria conhecida como "bacilo de Koch", pois foi identificada por Robert Koch em 1882. A doença afeta principalmente os pulmões (tuberculose pulmonar), mas pode afetar outros órgãos, como intestino, rins, pele, gânglios linfáticos, ossos e pleura (tuberculose extrapulmonar). Sua forma de transmissão ocorre através do ar, quando o paciente tosse, fala ou espirra, sobretudo quando há proximidade por longos períodos de tempo entre uma pessoa infectada e uma pessoa saudável, como, por exemplo, pessoas que moram na mesma residência.

Os principais sintomas são tosse prolongada (por mais de três semanas) com ou sem catarro, cansaço, emagrecimento, febre (noturna) e suor noturno. Nem toda a pessoa infectada desenvolverá a doença. Estima-se que, de cada 10 pessoas que tiveram o contato com a bactéria, uma desenvolverá a doença. Porém, um paciente com tuberculose é capaz, se não tratado, de infectar com a bactéria 10 a 15 pessoas por ano.

Importância da adesão

A tuberculose é uma doença curável em praticamente todos os casos, desde que o tratamento seja realizado corretamente. O diagnóstico precoce, o esquema terapêutico adequado, a prescrição e o uso por tempo corretos são princípios básicos do tratamento que, associados à boa adesão, evitam a persistência bacteriana e o desenvolvimento de resistência aos fármacos, assegurando a cura do paciente.

Municípios prioritários

São considerados como prioritários os municípios de Porto Alegre, Alvorada, Canoas, Novo Hamburgo, Passo Fundo, Pelotas, Rio Grande, Santa Maria, São Leopoldo e Viamão. Juntos, eles somam mais da metade dos casos registrados no Estado. Também são tidas como as populações de maior risco quem vive em situação de rua, pessoas vivendo com HIV e pessoas privadas de liberdade.

Texto: Ascom SES
Edição: Secom

  13 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

13 Acessos

Polícia Civil lança campanha para estimular uso da Delegacia Online

Faz quase duas décadas que quem perde um documento no Rio Grande do Sul não precisa perder também parte do seu tempo com deslocamento para fazer o registro na Polícia Civil: é possível encaminhar isso via internet, em poucos cliques, e sem sair de casa.O mesmo vale para outros 15 tipos de ocorrências.

Para aumentar a parcela de gaúchos ligados nessa facilidade, foi lançada uma campanha com a finalidade de orientar e estimular o uso da Delegacia Online, disponível no site da Polícia Civil

Criado em 2002, o portal tem a finalidade de facilitar para o cidadão o processo de registro de ocorrências. Ao fazer o registro online, o usuário recebe, em até duas horas, acesso ao boletim de ocorrência, com a mesma validade do documento que seria entregue presencialmente em uma DP. A ferramenta pode ser utilizada 24 horas por dia e de qualquer lugar, basta ter acesso à internet por meio de um computador, tablet ou smartphone. 

Delegacia Online campanha É possível realizar a comunicação de 16 tipos de ocorrências, sem a necessidade de ir até uma Delegacia de Polícia - Foto: Polícia Civil

A campanha de divulgação da Delegacia Online conta com vídeos explicativos e cards com informações que serão veiculados nas redes sociais da Polícia Civil e da Secretaria da Segurança Pública (SSP).

A ampliação do uso do portal também pode ajudar a desafogar o volume de atendimento nas delegacias, abrindo espaço para casos de maior gravidade e urgência.

Uma avaliação da Polícia Civil verificou que 46% das ocorrências registradas são de situações não criminais, que poderiam ser comunicadas pela internet. “Apenas 15% das ocorrências de perda de documento são registradas através do portal digital”, informa a delegada Silvia Cristina Sehn, responsável pela Delegacia Online.

Para impulsionar a utilização do site, a Polícia Civil estuda orientar que, a partir do próximo ano, essas ocorrências sejam registradas apenas por meio online, de forma a qualificar o atendimento nas delegacias presenciais para ocorrências efetivamente criminais.

Conforme a chefe de polícia, delegada Nadine Anflor, estimular o cidadão a utilizar a Delegacia Online é fundamental para qualificar o serviço ao público. “Temos a preocupação de atender a sociedade com excelência, tanto de forma presencial como por meio da Delegacia Online. Mas temos a convicção que o usuário, optando em utilizar o portal para os tipos de crimes previstos, além de ser beneficiado com agilidade e economia de tempo, contribuirá para que os demais cidadãos tenham prioridade no atendimento presencial em delegacias ao efetuarem registros referentes a tipos de crimes ainda não contemplados pelo serviço via internet”, explica Nadine.

Para acessar, digite www.delegaciaonline.rs.gov.br ou clique aqui.

Também é possível acessar clicando no banner da Delegacia Online na capa do site da Polícia Civil.

Delegacia Online facilita registro de ocorrências Crédito: Governo do Rio Grande do Sul

Texto: Carlos Ismael Moreira/Ascom SSP e Ascom Polícia Civil
Edição: Marcelo Flach/Secom

  12 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

12 Acessos

Governador recebe convites de comitivas do RS

O governador Eduardo Leite recebeu, na tarde desta quarta-feira (14/8),no Salão Negrinho do Pastoreio, do Palácio Piratini, comitivas de diferentes regiões do Estado. Algumas delas, lideradas por prefeitos e empresários, entregaram convites para festas típicas e eventos que ocorrerão nas próximas semanas. Houve, ainda, entrega de livros.

Aniversário de 110 anos da cooperativa Cotribá
Onde: na Expointer, em Esteio
Quando: 29 de agosto
A Cooperativa Cotribá, com mais de 7 mil associados e mais de 900 funcionários, completa 110 anos em 2021, mas as comemorações se iniciam na Expointer 2019, em evento dia 29 de agosto. A contagem regressiva dos 500 dias para o aniversário vai ser marcada, ainda, pelo lançamento do logotipo comemorativo. Com sede em Ibirubá, a Cotribá tem uma estreita relação com a atividade do produtor e tem vários segmentos de negócios a fim de atender às diversas necessidades de uma propriedade rural e está presente com unidades em 21 municípios gaúchos, com mais de 50 pontos de negócios.

93ª Expofeira Pelotas
Onde: Pelotas
Quando: 7 a 13 de setembro
Promovido pela Associação Rural de Pelotas (ARP), a Expofeira é o evento referência e o principal evento de agronegócio na Região Sul. Representa um momento de integração entre as cadeias produtivas e de valorização daqueles que se dedicam a essa atividade. Entre as atrações, exposições com a presença de animais de alto valor genético, leilões, mostras da gastronomia regional, produtos da agricultura familiar, de máquinas e implementos agrícolas, além de shows e atividades culturais. O lançamento da 93ª Expofeira ocorrerá dia 3 de setembro.

35ª Comenda della Comenda Vera Prata
Onde: Porto Alegre
Quando: 24 de agosto
O evento reúne anualmente, em Porto Alegre, os descendentes da Colônia Alfredo Chaves, hoje Veranópolis, e de Nova Prata, na Serra, com amigos e parceiros que se somaram ao longo dos anos para fazer o bem. Na 35ª edição, o jantar beneficente vai ajudar o Lar Esperança de Porto Alegre e o Lar São José de Canoas. Além de promover o reencontro, o evento visa aproximar mais gaúchos da cultura italiana e resgatar valores históricos.

18ª Festa do Moranguinho
Onde: Bom Princípio
Quando: 6 a 22 de setembro
Realizada a cada dois anos, a Festa Nacional do Moranguinho reúne milhares de pessoas interessadas em se divertir e degustar os famosos morangos in natura ou em seus derivados. Com uma ampla programação cultural, o evento tem shows de artistas nacionais, regionais e locais, corais, orquestras, atrações alemãs e gaúchas, além de uma feira industrial e comercial com mais de 130 estandes. Bom Princípio sediará ainda a abertura da colheita as safra 2019 de morango, dia 22 de agosto.

Encontro Nacional de Empresas Juniores – Enej 2019
Onde: Gramado
Quando: 4 a 7 de setembro
O Encontro Nacional de Empresas Juniores (Enej) visa propagar ideias empreendedoras entre jovens brasileiros por meio de palestras, workshops, cases, cursos e rodas de negócio. O Encontro, que atualmente é o maior evento de empreendedorismo jovem do mundo, recebendo todos os anos mais de 5 mil pessoas, ocorre na Expo Gramado.

Inauguração da Escola de Educação Infantil Rubem Brehm Justo
Onde: Três Forquilhas
Quando: 25 de agosto
A inauguração da Escola Municipal de Educação Infantil Rubem Brehm Justo ocorre no dia 25 de agosto, no município de Três Forquilhas, no Litoral Norte.

Final do Freio De Ouro na Expointer
Onde: Esteio
Quando: 25 de agosto
A mais importante prova da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC) conta com 12 classificatórias, duas delas internacionais, por onde passam mais de mil animais anualmente. A grande final é realizada na Expointer e é a prova que reúne o maior público na feira. A premiação é uma das novidades deste ano: serão R$ 200 mil em prêmios, distribuídos entre os oito ganhadores.

Final da Inclusão de Ouro
Onde: Esteio
Quando: 28 de setembro
Idealizada em 2018, a Inclusão de Ouro – em alusão ao famoso Freio de Ouro – é a prova da raça crioula voltada a portadores de necessidades especiais. O objetivo é promover a inclusão e proporcionar que pessoas com alguma deficiência possam competir em provas classificatórias e fazer uma grande final na pista do Parque da Expointer, em Esteio.

Lançamento do Projeto Catorze 8000+ e da próxima expedição Manaslu 2019
Onde: Santa Rosa
Quando: 24 de agosto
O projeto Catorze 8000+ surgiu para quebrar barreiras. Henrique Franke quer ser o primeiro brasileiro a escalar as 14 maiores montanhas do mundo (com mais de 8 mil metros sobre o nível do mar). O Manaslu, localizada no Nepal, é a oitava montanha mais alta do mundo e, apesar de ser considerado como um dos 8 mil mais simples tecnicamente, a altitude é um desafio grande. Por motivos principalmente de logística e relações internacionais será o primeiro destino. A expedição está pré-marcada para setembro e outubro de 2019. A viagem toda deverá ter duração de 50 dias.

Troféu Senar–O Sul
Onde: Esteio
Quando: 25 de agosto
Em uma realização da Rede Pampa e Senar-RS, ocorre no domingo, dia 25 de agosto, a 17ª edição do Troféu Senar–O Sul, que tem a finalidade de destacar os melhores do agronegócio, homenageando personalidades e empresas que contribuíram com suas atividades para o engrandecimento do setor. O evento, que ocorre na Associação Leopoldina Juvenil, na capital, abre o calendário social da 42ª Expointer. A estatueta do prêmio é uma criação da artista plástica Glorinha Corbetta.

1ª Semana da Acessibilidade e Inclusão de Canela
Onde: Canela
Quando: 21 a 28 de agosto
A prefeitura de Canela, em parceria com a Associação das Pessoas com Deficiência (ACPDF), realiza de 21 a 28 de agosto a 1ª Semana da Acessibilidade e Inclusão. A abertura oficial será realizada na quarta-feira (21/8), às 20h, no Auditório UCS Campus Hortênsias. A semana tem como objetivos promover a qualificação dos profissionais que atuam no segmento, além de levar à população informação para que possam contribuir com a melhoria da qualidade de vida das pessoas com deficiência no contexto individual, social e ambiental. A intenção é promover a difusão e popularização de tecnologias assistivas bem como as atividades recreativas e esportivas para as pessoas com deficiência.

60ª Festival Hípico Noturno
Onde: Porto Alegre
Quando: 20 a 24 de novembro
A mais tradicional e antiga competição hípica do Brasil, sediada sempre em Porto Alegre, o Festival Hípico Noturno chega à 60ª edição. O sucesso do evento, além do show de saltos, também é devido à programação cultural e artística. Durante o dia, lojas e expositores divulgam seus produtos e negócios e, à noite, um show musical encerra a competição. O evento reúne atletas de renome do esporte nacional. O evento ocorre na sede do 4º Regimento de Polícia Montada, no bairro Partenon.

Obras jurídicas e literárias 
Escritor e doutorando em Direito, João Riél é autor e coautor de dezenas de obras e membro da Academia Centro Serra de Letras. Em dezembro de 2018 foi condecorado com a medalha da 54ª Legislatura do Parlamento Gaúcho. Veja as obras entregues ao governador:
- A responsabilidade civil pelos danos praticados nas redes sociais antes da vigência da Lei Marco Civil da Internet
- Apontamentos sobre violação dos direitos ligados a personalidade pelas novas tecnologias
- Partes de mim
- O fim com um novo começo. Histórias de uma nova vida

Texto: Vanessa Kannenberg
Edição: Marcelo Flach/Secom

  10 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

10 Acessos

Governador assina nesta quinta autorização para reinício de obras em oito acessos municipais

Governador assina nesta quinta autorização para reinício de obras em oito acessos municipais - Portal do Estado do Rio Grande do Sul

Portal do Estado do Rio Grande do Sul

Governo do Estado do Rio Grande do Sul

Início do conteúdo
Inicial Imprensa Últimas Notícias Governador assina nesta quinta Card Aviso de  pauta Novas Façanhas -

A ordem de reinício das obras de oito acessos municipais, custeados com recursos do Tesouro do Estado, será assinada na manhã desta quinta-feira (15/8) pelo governador Eduardo Leite e pelo secretário de Logística e Transportes, Juvir Costella. Também estarão presentes prefeitos e representantes municipais.

As cidades que serão beneficiadas - Santo Antônio do Palma, São José do Hortêncio, Carlos Gomes, Sério, Muliterno, Sertão Santana, Ubiretama e Sério/Boqueirão do Leão - fazem parte do programa Acessos Municipais.

Executado pelo Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), tem como objetivo asfaltar as rotas de chegada a comunidades do interior, interligando-as com os principais corredores da malha pavimentada gaúcha.

O quê: assinatura da ordem de reinício de obras em oito acessos municipais
Quando: quinta-feira (15/8), às 11h
Onde: Salão Alberto Pasqualini – Palácio Piratini

Texto e edição: Secom

Palácio Piratini

Praça Marechal Deodoro, s/n
Porto Alegre - RS -

mapa


Centro Histórico
Fone: (51) 3210.4100

Portal do Estado do Rio Grande do Sul

  23 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

23 Acessos

Projeto de conservação e restauração de bens culturais será lançado em Pelotas

O projeto de extensão "Laboratório aberto de conservação e restauração de bens culturais" será lançado quinta-feira (15/8), às 10h, em Pelotas. Ele resulta do acordo de cooperação técnico-científico firmado entre a Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e a Secretaria de Estado da Cultura (Sedac). O evento, que contará com a presença da secretária Beatriz Araújo, ocorrerá no Museu do Doce (Praça Coronel Pedro Osório, 8), onde funcionará o laboratório.

Durante a solenidade, serão apresentados detalhes do processo de restauração de dois óleos sobre tela de grandes dimensões pertencentes ao acervo do Museu Histórico Farroupilha, localizado no município de Piratini. As obras se chamam Alegoria, sentido e espírito da Revolução Farroupilha (1925-1926), de Helios Seelinger, e Fuga de Anita Garibaldi a cavalo (1917-1918), de Dakir Parreiras.

O restauro das pinturas ocorrerá por meio de um projeto de extensão do Instituto de Ciências Humanas da UFPel. O acordo prevê a abertura do laboratório ao público, que poderá acompanhar o processo de restauração no local, a partir de sexta-feira (16/8). A solenidade de lançamento do projeto integra as comemorações do Dia Estadual do Patrimônio Cultural, que neste ano tem programação nos dias 17 e 18 de agosto.

A UFPel, por meio do acordo, dá oportunidade para que alunos envolvidos no projeto tenham experiência prática em sua futura atividade profissional e contribui com a preservação de importantes obras que narram parte da história do Rio Grande do Sul.

As pinturas

A exemplo de obras que encenam e dramatizam passagens históricas e emblemáticas do Brasil colonial do século 19, as duas pinturas constituem um conjunto significativo quanto à representação da Revolução Farroupilha por grandes pintores. Ambas apresentam elevado valor histórico e artístico, reforçando o caráter épico e solene da temática farroupilha.

O carioca Dakir Parreiras (1894-1967), filho do pintor Antonio Parreiras (1860-1937), foi reconhecido pelo valor artístico de sua produção enquanto paisagista e pintor de temas históricos, com forte influência do impressionismo e do academicismo eclético. O também carioca Hélios Seelinger, que fez parte de sua formação na Alemanha, destacou-se, além de pintor de viés acadêmico, como desenhista e caricaturista.

Texto: Rafael Varela/Ascom Sedac
Edição: Vitor Necchi/Secom

  10 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

10 Acessos

Biblioteca Pública do Estado promove visita guiada pelo Dia do Patrimônio

A Biblioteca Pública do Estado do RS (BPE) irá sediar, no próximo domingo (18/8), uma visita guiada especial, em dois horários: às 13h30min e às 15h, inserida na programação da Secretaria da Cultura (Sedac) pelo Dia do Patrimônio.

Na ocasião, será exibido um vídeo sobre a história da instituição e as etapas de restauro do prédio histórico, pela bibliotecária Morgana Marcon, que está à frente da entidade desde 2003, e funcionários. A entrada é franca, sem necessidade de inscrição.

Criada pela Lei 724 de 14/4/1871, a BPE ganhou importância tanto por seu acervo valioso quanto seu belíssimo prédio tombado. Mantém acervo diversificado e serviços de acesso a materiais impressos, digitais, virtuais, assim como material em braile e áudio. Seu acervo tem 240 mil volumes, representativos da memória sul-riograndense e nacional, pela exclusividade dos títulos de monografias desde o Século 16 e periódicos gaúchos do século 19, dentre outros.

Instalada desde 1912 na Praça da Matriz, a BPE é referência da historiografia e cultura gaúchas dos séculos 19 e 20. Estão sob sua guarda os relatórios de governo a partir de 1850, anais da Província de São Pedro, mensagens dos governadores à Assembleia, entre outros documentos.

A Coleção de Obras Raras é composta por obras dos séculos 16 a 19, como a Pharsalia, de Lucanus, de 1519, e edições primorosas de La Divina Comedia, de Dante Alighieri, editada em 1921 por Conrado Ricci, em edição restrita a mil exemplares, e Os Lusíadas, de Camões, na edição comemorativa de 1819, de alto valor por sua reduzida edição de 12 exemplares em pergaminho, entre outras obras.

OBRA DO POSITIVISMO

Em 1915, já autônoma, a biblioteca foi transferida para a sede atual, na rua Riachuelo esquina General Câmara. Construído por sugestão de Victor Silva, o prédio da instituição foi projetado por engenheiros das Obras Públicas do Estado. Tanto em sua fachada como em seu interior, apresenta influência da doutrina positivista, usando vários estilos em sua representação.

Salao Mourisco BPE   Morgana Marcon Nas salas e salões, como o Salão Egípcio, Sala Borges de Medeiros e Salão Mourisco (foto), diversificam-se os estilos - Foto: Morgana Marcon / Divulgação BPE A fachada apresenta o estilo neoclássico, contornada com bustos do calendário positivista vindos da França, como Júlio César, Gutemberg e Descartes. Nas outras salas e salões, como o Salão Egípcio, Sala Borges de Medeiros e Salão Mourisco, diversificam-se os estilos rococó, egípcio, gótico e florentino.

A maioria dos trabalhos foi executada pelos pintores Fernando Schlater e S. Incerpi e os escultores Alfred Adlof, Eduardo de Sá e Giuseppe Gaudenzi. O mobiliário, aberturas e objetos de adorno foram desenhados pelos mesmos artistas. As colunas de mármore de Carrara e seus respectivos capitéis, que compõem as portas de comunicação no prédio, foram confeccionados por João Vicente Friederichs. É tradição oral que Victor Silva, que orientou o projeto e a decoração, teria se inspirado na Igreja de Sainte Geneviéve, em Paris, que havia sido transformada em biblioteca.

O prédio foi inaugurado como parte das comemorações do Centenário da Independência, em 7 de setembro de 1922, sendo considerado espaço nobre de leitura, então privilégio de elites. O próprio Borges de Medeiros fazia suas leituras diárias de jornais na sala que tem seu nome. Em 1986, o prédio foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado (IPHAE) e, em 2000, pelo Instituto do Patrimônio Histórico Nacional (IPHAN).

RECUPERAÇÃO DA HISTÓRIA

O prédio histórico da BPE passou por poucas intervenções em suas formas originais, mas uma particularmente impactou sua existência e é o alvo de permanente busca de recursos para sua recuperação: as pinturas murais da Sala de Leitura e do hall de entrada, das escadarias e algumas salas, que foram recobertas com tinta cinza na década de 1950, por ordem de um de seus diretores. Ele acreditava que as imagens produziam a distração dos leitores e não tinham valor histórico, devendo desaparecer. Vários movimentos culturais e gestões da biblioteca buscam, há anos, recuperar as pinturas que permanecem sob as camadas de tinta.

BPE Salão de Leitura Solange Brum Tanto na fachada quanto no interior, biblioteca tem influência da doutrina positivista - Foto: Solange Brum / Divulgação BPE

Outro fato marcante em sua história foi a retirada de parte do mobiliário e adornos, durante o governo de Euclides Triches, na década de 70. O fato foi precedido da vista da esposa do governador, Neida Triches, que percorreu as dependências da biblioteca acompanhada de sua secretária, que anotava todos os dados acerca do mobiliário e de obras de arte. Ao final, declarando-se encantada com o que tinha visto, deixou a biblioteca e, poucos dias depois, tudo o que havia sido anotado foi levado para o Palácio Piratini, através de uma requisição do governador, de 30/6/1971, sob os protestos da diretora da época.

Em 1974, a construção histórica passou por reformas, ficando fechada por um ano ao público. Foi realizada a pintura externa e interna, refeita a rede elétrica e hidráulica e algumas telas de valor histórico foram restauradas. Em 1988, o teto de uma das salas desabou parcialmente, colocando em risco a vida de funcionários e leitores. Em consequência disso e pela urgência de outras reformas, durante 18 meses o prédio voltou a fechar. Foi substituído o madeiramento da cobertura e o tratamento da rede pluvial. Parte do mobiliário foi restaurado, a pintura mural do teto do Salão Mourisco foi estabilizada, e algumas aberturas recuperadas.

A partir de 2007 a biblioteca passa por reformas, pelo Programa Momumenta e, em 2008, através da Lei Rouanet e com patrocínio do BNDES. A instituição passou a funcionar na Casa de Cultura Mario Quintana até a entrega das obras, em dezembro de 2015.

Serviço

Dia: 18 de agosto (domingo)
Hora: 13h30min e 15h
Local: Biblioteca Pública do Estado do RS (rua Riachuelo, 1.190) – Centro Histórico/Porto Alegre
Informações: pelo telefone (51) 3224-5045, na BPE
Entrada franca, sem necessidade de inscrições

Texto: Vera Pinto/Ascom BPE
Edição: Patrícia Specht

  43 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

43 Acessos

Parceria com empresariado e entidades fortalece o combate ao trabalho infantil no RS

Em uma iniciativa da Secretaria do Trabalho e Assistência Social (Stas), por meio do seu Departamento de Assistência Social (DAS) e Comissão de Erradicação do Trabalho Infantil (Cepeti), foi realizada nesta terça-feira (13/8) uma reunião com representantes do setor empresarial do RS para buscar parcerias no enfrentamento ao trabalho infantil, a fim de diminuir a prática que ainda causa sequelas irreversíveis e óbitos.

A secretária-adjunta da Stas, Márcia De La Torre, defendeu que é preciso trabalhar em rede, governo, entidades e sociedade, para fortalecer os resultados e ampliar as ações de combate ao trabalho infantil. “É uma prioridade da nossa secretaria e vamos trabalhar arduamente para modificar esses números que são altos no Estado”, disse ela.

Entre 2014 e 2018, foram registrados 2.851 casos de acidentes envolvendo crianças e adolescentes no RS, sendo 2.686 (97,7%) acidentes de trabalho. Os dados são do Sistema de Informação de Agravos e Notificações (Sinan) do Ministério da Saúde e do Sistema de Informações em Saúde do Trabalhador no RS.

A assistente social e uma das coordenadoras do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil, Simone Peña, acredita que a parceria do setor empresarial é um marco na criação de políticas de proteção social. Entre as ações desenvolvidas pelo DAS, Simone destaca a inserção da família em serviços, programas, projetos e benefícios, como o Cadastro Único, o Serviço de Proteção e Atendimento Especializado a Famílias e Indivíduos e os Centros Convivência e Fortalecimento de Vínculos.

Auditor-fiscal da Superintendência Regional do Trabalho, Roberto Padilha Guimarães, trouxe dados do marco protetivo e a regulamentação legal do que é trabalho infantil no Brasil. “Muito já foi feito em função desse trabalho conjunto de ações. Em 1990 tínhamos outra realidade, mas ainda é preciso avançar mais”, disse ele.

Segundo Iara Almeida, representante da Secretaria da Educação (Seduc), o Observatório da Educação Pública no Rio Grande do Sul apontou 16 itens para o abandono escolar na rede pública, sendo que 10 têm relação com alguma forma de violação de direitos pelo trabalho infantil. “Precisamos fortalecer essa rede de apoio. O trabalho infantil traz sequelas irreversíveis para nossos jovens”, disse ela.

A procuradora do Ministério Público do Trabalho, Ana Lúcia Gonzalez, revelou que só no RS, de 2012 a 2018, ocorreram 1.300 acidentes de trabalho envolvendo crianças e adolescentes.  Além disso, foram 165 casos de doenças e intoxicações, seis amputações de mão e 19 óbitos. A faixa etária mais atingida é de 16 a 17 anos e crianças e adolescentes do sexo masculino com baixa escolaridade. “E nós sabemos que esses números são subnotificados, pois muitos casos nunca chegam até nós”, afirma Andreia Simôni Gnoatto, da Secretaria da Saúde (SES). 

Estavam presentes também representantes da Fundação Gaúcha do Trabalho e Assistência Social (FGTAS), Conselho Estadual de Direitos da Criança e do Adolescente (Cedica), Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs), Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares (Fetag), Secretaria da Segurança Pública e Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

O que é trabalho infantil?

Segundo a Organização Internacional do Trabalho (OIT), o trabalho infantil pode ser entendido como qualquer atividade laboral, remunerada ou não, exercida por pessoas com idades entre 5 e 17 anos. Também é configurado trabalho infantil atividades econômicas e/ou atividades de sobrevivência, com ou sem finalidade de lucro, remuneradas ou não, realizadas por crianças ou adolescentes em idade inferior a 16 (dezesseis) anos, ressalvada a condição de aprendiz a partir de 14 (quatorze) anos, independentemente de sua condição ocupacional.

Texto: Laura Píffero/Ascom Stas
Edição: Patrícia Specht/Secom

  11 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

11 Acessos

Geoportal com dados espaciais do RS será lançado nesta quinta-feira

A Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag) realiza, nesta quinta-feira (15/8), o lançamento do Geoportal RS, ferramenta que irá disponibilizar uma série de informações de natureza geoespacial para auxiliar na elaboração, acompanhamento e execução de políticas por diferentes instituições públicas. Através da plataforma, será possível acessar uma gama de dados reunidos em único ambiente: o diretório da Infraestrutura Estadual de Dados Espaciais (Iede-RS).

Uma das novidades é a atualização da Base Cartográfica Oficial do RS, em parceria com o 1°CGEO/Exército Brasileiro. Em uma primeira etapa, estarão disponíveis as ortoimagens (sobreposição de fotos para gerar uma única imagem) da Região Funcional 1 (RF-1), compatíveis com a escala 1:25.000, utilizadas para elaboração de produtos cartográficos e cartas topográficas. A RF-1 abrange cerca de 33 mil quilômetros quadrados, onde está concentrada 41% da população do RS e 70 municípios.

Entre as possibilidades que o portal oferecerá, estão a disponibilidade da geolocalização da rede de escolas e rodovias e dos principais indicadores nas diversas áreas de atuação do Estado.

Cartografia RS Portal oferecerá a geolocalização da rede de escolas e rodovias, entre outros - Foto: Reprodução

Considerado um dos projetos prioritários do governo e financiado com recursos do Banco Mundial, através do Proredes, a Iede-RS segue todas as normas e os padrões estabelecidos nacional e internacionalmente para a geração e o compartilhamento de dados geoespaciais.

O projeto foi coordenado pelo Departamento de Planejamento Governamental (Deplan/Seplag) e contou com a parceria de diversas secretarias e órgãos federais.

O acesso ao Geoportal RS se dará em dois níveis: público em geral e acesso via cadastramento através de convênio para compartilhamento das informações (prefeituras e universidades, por exemplo).

Iede 2 - - Foto: Divulgação /Seplag

O quê: lançamento do Geoportal RS / Iede-RS
Quando: quinta-feira (15/8), às 14h
Local: auditório do 20º andar do Centro Administrativo do Estado - av. Borges de Medeiros, 1501 – bairro Praia de Belas, Porto Alegre

Texto: Ascom Seplag
Edição: Secom

  43 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

43 Acessos

Seminário aborda a relação entre a exposição a agrotóxicos e suicídio no RS

O Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs) realizou nesta quarta-feira (14/8) o seminário Exposição Ocupacional e Saúde Mental. A atividade, direcionada a profissionais de saúde, apresentou o cenário que aponta os riscos principalmente a trabalhadores rurais, que são os mais expostos aos agrotóxicos. O seminário – realizado no auditório da Associação Médica do RS (Amrigs), em Porto Alegre, foi a primeira agenda da Secretaria da Saúde (SES) em alusão ao Setembro Amarelo, que trata da conscientização sobre a prevenção ao suicídio.

Conforme explicou a técnica Vanda Garibotti, da área de intoxicação exógena do Cevs, a exposição a agrotóxicos se classifica em direta e indireta. “Trabalhadores rurais e das indústrias fabricantes desses agentes químicos, fornecedores e quem comercializa são diretamente expostos. A população é exposta indiretamente, por meio de resíduos de agrotóxicos que podem estar presente em alimentos, na água ou até no ar”, disse. 

A médica Neice Müller Xavier Faria estuda há anos essa relação da exposição ocupacional a casos de suicídio. “Já foi possível identificar que os índices de suicídio são maiores nas regiões onde há maior uso desses produtos, e que os agrotóxicos têm efeito sobre a saúde mental e comportamental”, comentou a pesquisadora da Universidade Federal de Pelotas. 

Setembro amarelo

Além do seminário, outros eventos serão promovidos pelo Comitê Estadual de Promoção da Vida e Prevenção do Suicídio, que conta com a participação de várias áreas da SES, das secretarias da Educação, Segurança Pública, Administração Penitenciária e Justiça, Cidadania e Direitos Humanos, assim como entidades não governamentais (como o Centro de Valorização da Vida e a Cruz Vermelha). O RS apresenta uma das maiores taxas de suicídio do país, tendo registrado em 2017 mais de 1,3 mil mortes autoprovocadas.

Ainda este mês, no dia 27, a temática é a autolesão e o comportamento suicida na infância e adolescência. O encontro ocorre no teatro do Prédio 40 da PUCRS e as vagas já estão esgotadas. Em setembro, dia 10, ocorre a quinta edição do Seminário Intersetorial de Promoção da Vida e Prevenção do Suicídio. O evento acontece no Anfiteatro Jorge Escobar Pereira Lima (prédio 1 da UFCSPA). No dia 1º de outubro, no auditório do Ministério Público do RS, será realizado o Seminário Internacional de Prevenção do Suicídio na Segurança Pública.

Texto: Ascom SES
Edição: Secom

  9 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

9 Acessos

Projeto "Tô ligado! – Conectando Trajetórias" forma parcerias em Pelotas

Pronto para ser lançado oficialmente em setembro, o projeto “Tô Ligado! – Conectando Trajetórias”, da Secretaria de Trabalho e Assistência Social (Stas), teve uma apresentação preliminar em Pelotas no início desta semana.

O objetivo do programa é promover ações de assistência social, qualificação e geração de emprego e renda que resultem em oportunidades à juventude.

A prefeita Paula Mascarenhas colocou o município à disposição para o desenvolvimento dessas ações e projetos, apresentando resultados do Pacto Pelotas pela Paz, que é formado por um conjunto de estratégias que buscam a redução da criminalidade e a promoção de uma cultura de paz, a partir de ações que passam por toda a sociedade.

Foram programadas novas agendas no âmbito do RS Seguro e do Tô Ligado!, para aproveitar a expertise do município na gestão de casos e integração das redes de saúde, assistência social, educação, direitos humanos.

“Buscamos essas parcerias e troca de experiências, convidando o município para participar do Grupo de Apoio ao Programa (GAP). Vamos, prioritariamente, levar as ações do Tô Ligado! aos 18 municípios do RS Seguro, no qual Pelotas está inserido”, disse a secretária de Trabalho e Assistência Social, Regina Becker.

Também estiveram presentes representantes da Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social (FGTAS) e do Sine local, a assessoria técnica do programa RS Seguro, o vice-prefeito Idemar Barz, o secretário municipal de Assistência Social, Luiz Eduardo Zimmermann Longaray, e o secretário municipal de Segurança Pública, Aldo Bruno Ferreira.

Texto: Ascom Stas
Edição: Secom

  10 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

10 Acessos

Governador Leite cumpre agenda no Uruguai na terça e quarta-feira da próxima semana

O governador Eduardo Leite passará os dias 20 e 21 de agosto em Montevidéu, no Uruguai, cumprindo uma série de agendas com o intuito de apresentar o Estado a autoridades e a entidades do país vizinho. Leite visitará o país acompanhado dos secretários Ruy Irigaray (Desenvolvimento Econômico e Turismo), Juvir Costella (Logística e Transportes), Claudio Gastal (Governança e Gestão Estratégica) e Ana Amélia Lemos (Relações Federativas e Internacionais), além de Fernando Estima (superintendente do Porto do Rio Grande).

Leite destacou que a integração com o país vizinho é uma forma de ampliar negócios e ganhos econômicos do Estado. “O Uruguai é nosso parceiro natural, um vizinho fronteiriço com quem temos forte identidade cultural. Buscamos, nesse processo de integração com o país, trabalhar o tema da logística, como a hidrovia do Mercosul e a integração em transportes pelo meio hidroviário, o que é positivo tanto para os uruguaios como para os gaúchos”, disse o governador.

Na terça-feira (20/8), o governador visitará o porto de Montevidéu e se reunirá com a empresa ISL para discutir a implementação de uma rota entre Buenos Aires, Montevidéu, Rio Grande e Porto Alegre. No mesmo dia, terá reuniões no Ministério dos Transportes, no CAF (Banco de Desenvolvimento da América Latina) e com o embaixador do Brasil no Uruguai, Antônio José Ferreira Simões.

Na quarta-feira (21/8), Leite será recebido pela Associação de Marketing do Uruguai e pela Agesic (Agência de Governo Eletrônico e Sociedade da Informação do Uruguai). O último compromisso oficial será um almoço com o chanceler uruguaio, Rodolfo Nin Novoa.

Desde o começo da gestão, o governador esteve apresentando as oportunidades de negócios no RS nos Estados Unidos, na Inglaterra e no Chile.

AS AGENDAS

Terça-feira, 20/8
15h30 - Visita ao porto de Montevidéu e reunião com a empresa ISL
17h15 - Reunião no Ministério dos Transportes
18h30 - Reunião no CAF (Banco de Desenvolvimento da América Latina)
20h10 - Jantar com Antônio José Ferreira Simões, embaixador do Brasil no Uruguai

Quarta-feira, 21/8
8h - Café da manhã na Associação de Marketing do Uruguai
10h30 - Visita à Agesic (Agência de Governo Eletrônico e Sociedade da Informação do Uruguai)
11h45 - Almoço com Nin Novoa, chanceler do Uruguai

Texto: Suzy Scarton
Edição: Marcelo Flach/Secom

  13 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

13 Acessos