Redação

Central de Licitações terá oficina para profissionais da imprensa

Central de Licitações terá oficina para profissionais da imprensa - Portal do Estado do Rio Grande do Sul

Portal do Estado do Rio Grande do Sul

Governo do Estado do Rio Grande do Sul

Início do conteúdo
Inicial Imprensa Últimas Notícias Central de Licitações terá curso CELIC Curso será realizado na quinta-feira, às 10h, no Caff, na capital - Foto: Arte Vinicius Ximendes / Ascom Seplag

A Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag), através da Subsecretaria Central de Licitações (Celic), está organizando um curso intensivo sobre como funcionam as compras públicas. O Workshock – Celic será realizado na quinta-feira (18/7), às 10h, no Centro Administrativo Fernando Ferrari (Caff)e irá abordar temas que envolvem as licitações e suas diferentes modalidades.

A oficina é dirigida exclusivamente a profissionais da imprensa (repórteres, setoristas, produtores e assessorias). Além de esclarecer dúvidas sobre a legislação que regula os processos licitatórios, o workshop abordará a estrutura de trabalho e resultados da Central de Licitações do RS.

Os interessados podem realizar suas inscrições até o horário de início da atividade no site do evento. O curso tem duração prevista de 1h10.

Texto: Ascom Seplag
Edição: Secom

Palácio Piratini

Praça Marechal Deodoro, s/n
Porto Alegre - RS -

mapa


Centro Histórico
Fone: (51) 3210.4100

Portal do Estado do Rio Grande do Sul

  9 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

9 Acessos

Ospa apresenta concerto gratuito na sexta-feira em São Leopoldo

A Orquestra Sinfônica de Porto Alegre (Ospa) vai à Região Metropolitana para apresentar um concerto especial, com obras de Mozart, Bizet e Rossini. A apresentação é conduzida pelo polivalente Arthur Barbosa, regente da Ospa Jovem, diretor artístico da Orquestra Eleazar de Carvalho em Fortaleza e violinista da Ospa.

Os solos são interpretados por Rosimari Oliveira, renomada soprano que tem atuado pelas principais orquestras do Estado, carregando na voz passagens por todo o país. O evento, que pretende levar música erudita a municípios de todo o RS, é a quarta participação da Ospa em 2019 pela Série Interior. O concerto ocorre sexta-feira, 19 de julho, às 20h, no Santuário Padre Réus. A entrada é gratuita.

A Ospa é uma fundação vinculada à Secretaria da Cultura (Sedac). Os concertos da Série Interior são realizados pelo SESC e patrocinados pela Corsan e pela Fundação Cultural Pablo Komlós. Os concertos da temporada 2019 são patrocinados, via Lei Federal de Incentivo à Cultura (LIC), por Panvel, CMPC, Corsan, Banrisul e Grupo Zaffari. Apoio: Ipiranga, Dufrio, Audio Porto, Grupo Renner e Thyssenkrup. A realização é de Ospa, Fundação Cultural Pablo Komlós e Sedac.

Mais sobre Arthur Barbosa

Compositor, regente, violinista e arranjador, é membro da Ospa desde 1998. Iniciou seus estudos de violino com Alberto Jaffé e foi aluno de Rafael Garcia e Yerko Tabilo. Já atuou em mais de dez orquestras profissionais – entre elas, a Sinfônica da Paraíba, a Municipal de Campinas, a Filarmônica de Santiago (Chile) e a de San Luis (Argentina).

Como maestro, é convidado de orquestras no Brasil, nos Estados Unidos e na Europa. Desde 2012, é Diretor Artístico e Regente Titular da Orquestra Eleazar de Carvalho em Fortaleza (CE) e, a partir de 2014, assumiu a regência da Ospa Jovem – Orquestra Sinfônica da Escola de Música da Ospa. Arthur é também um dos fundadores e principal regente do projeto “Terra Symphony Orchestra”, em Nova York. Fora das salas de concerto, foi membro da Comissão Nacional de Incentivo à Cultura do Ministério da Cultura do Brasil entre 2015 e 2016.

Mais sobre Rosimari Oliveira

Renomada soprano gaúcha, é pós-graduada em Canto Lírico pelo Conservatório Liceu de Barcelona e formada em música pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). É recorrente convidada como solista em orquestras do Brasil, contando com um repertório composto por óperas e música de câmara. Atua, ainda, como professora de Canto e Canto Coral nas Faculdades EST/São Leopoldo, canto e Técnica Vocal do Curso Básico em Música da Fundarte em Montenegro-RS e Preparação Vocal do Coral da Adufrgs/POA.

SERVIÇO 

Concerto da Ospa em São Leopoldo – Série Interior 2019
Quando: 19 de julho, sexta-feira, às 20h
Local: Santuário Padre Réus (rua Luetgen, 78 – Padre Reus, em São Leopoldo)
Entrada gratuita

Texto: Ascom Ospa
Edição: Secom

  6 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

6 Acessos

Instituto Estadual do Livro promove homenagem a Mario Quintana no mês de seu aniversário

Instituto Estadual do Livro promove homenagem a Mario Quintana no mês de seu aniversário - Portal do Estado do Rio Grande do Sul

Portal do Estado do Rio Grande do Sul

Governo do Estado do Rio Grande do Sul

Início do conteúdo
Inicial Imprensa Últimas Notícias Instituto Estadual do Livro

O Instituto Estadual do Livro (IEL), em parceria com o Instituto Maria Dinorah (Imadin), promove na quinta-feira (18/7), em sua sede (rua André Puente, 318, na capital), homenagem ao poeta Mario Quintana (30/7/1906 – 5/5/1994), no mês de seu aniversário.

A partir das 14h haverá contação de histórias para os alunos da Escola Estadual Othelo Rosa, de Porto Alegre. Às 18h30min será aberta a exposição com reproduções de Edgar Koetz, ilustrador do Livro "Pé de Pilão", do autor alegretense, e dos documentos relacionados à obra de Mario Quintana pertencentes ao Centro de Documentação Lígia Averbuck do IEL.

Finalmente às 19h está prevista leitura das correspondências entre Mario Quintana e a escritora Maria Dinorah. Todas as atividades tem entrada gratuita.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (51) 3314-6450 e www.ielrs.blogspot.com.br.

Texto: Ascom IEL
Edição: Secom

Palácio Piratini

Praça Marechal Deodoro, s/n
Porto Alegre - RS -

mapa


Centro Histórico
Fone: (51) 3210.4100

Portal do Estado do Rio Grande do Sul

  17 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

17 Acessos

Leilão do DetranRS oferta 833 veículos e sucatas em Caxias do Sul

O DetranRS promove na quarta-feira (17/7), em Caxias do Sul, leilão de veículos e sucatas de sete Centros de Remoção e Depósito da região. O evento acontece às 10h no Personal Royal Hotel (rua Garibaldi, nº 153 – Pio X). A visitação pública dos lotes, quando será permitido examinar os bens, ocorre nos dias úteis que antecedem o leilão, das 9h às 17h, nos respectivos depósitos.

No total, serão ofertados 833 itens retidos administrativamente e não reclamados pelos proprietários que estão nos depósitos de Antônio Prado, Flores da Cunha, São Marcos, Vacaria e Caxias do Sul. Os interessados podem arrematar dois tipos de bens: sucatas para reciclagem ou veículos com documentação (aptos para voltar a circulação). Os veículos com documentação não têm restrições policiais e/ou judiciais e são desvinculados de qualquer pendência legal ou financeira.

Veículos com documentação

Podem participar pessoas físicas e jurídicas de qualquer natureza. Para arrematar o lote, o comprador deverá apresentar no ato o RG, CPF e comprovante de residência, se pessoa física; contrato social ou cópia autenticada, CNPJ, RG e CPF do representante, se pessoa jurídica.

Sucatas

A compra de sucatas poderá ser realizada por empresas que atuam como desmanches de veículos, venda de peças usadas e reciclagem de sucatas registradas no DetranRS (CDVs).

As informações dos bens a serem leiloados, bem como os endereços dos locais de visitação estão publicados nos editais de números 98 a 104/2019. O calendário com os demais leilões agendados e número de veículos ofertados pode ser conferido no site do Detran.

Texto: Letícia Sielecki/Ascom Detran
Edição: Secom

  5 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

5 Acessos

Artesãs do Programa Gaúcho do Artesanato produzem e doam 163 peças de roupas infantis

Confeccionadas por 20 artesãs do Programa Gaúcho do Artesanato (PGA), 163 peças, entre toucas, luvas, mantas e sapatinhos, foram doadas na manhã desta terça-feira (16/7) para a Campanha do Agasalho 2019 do RS. De todos os tamanhos, cores, enfeitadas com laços e fitas, as peças foram feitas pelas mulheres da Casa do Artesão de Porto Alegre, que fica na Avenida Júlio de Castilhos, 144.

“Esse trabalho impecável delas atende uma necessidade da nossa Campanha do Agasalho: a doação de roupas infantis. Elas produziram tudo com muito carinho, etiquetaram e enfeitaram. Um ato lindo e solidário”, afirma a Secretária do Trabalho e Assistência Social (STAS), Regina Becker.

Segundo o coordenador estadual da Defesa Civil do RS, Coronel Júlio César Rocha Lopes, as doações devem ser encaminhadas em breve para quem precisa. “Temos várias entidades cadastradas. Vamos fazer uma análise e repassar rapidamente, porque o frio não espera”, explica ele.

Coordenado pela artesã Marlene Leal Garcia, o PGA é referência no Estado como gerador de trabalho e renda. “Esse foi um trabalho feito pelas 20 mulheres que se reuniam toda terça-feira para confeccionar as roupas”, explica Marlene.

doações roupas infantis campanha agasalho Vinte artesãs dedicaram tempo e talento para produzir peças que irão agasalhar crianças - Foto: Laura Píffero / Divulgação STAS

Programa Gaúcho do Artesanato

O Programa Gaúcho do Artesanato é vinculado a Fundação Gaúcho do Trabalho e Ação Social e Secretaria do Trabalho e Assistência Social, tendo como missão incentivar a profissionalização dos trabalhadores que produzem artesanato e fomentar a atividade artesanal com políticas de formação, qualificação e orientação ao artesão. O PGA Busca também a qualidade do produto artesanal e a abertura de espaços para a comercialização da produção.

Números da Campanha do Agasalho

Até agora, a Campanha do Agasalho arrecadou 1.195.863 itens, sendo que apenas 206.398 são infantis. Foram 54.974 calçados de adultos, 18.194 calçados infantis, 90 colchões e 19.153 itens de cama, mesa e banho. Foram beneficiadas com as doações 189 prefeituras e 21 entidades assistenciais e estão na fila aguardando doações 18 prefeituras e 48 entidades assistenciais.

Texto: Laura Píffero/Ascom STAS
Edição: Patrícia Specht/Secom

  38 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

38 Acessos

Corsan e Sulgás fazem parceria para pesquisar a utilização de biogás e biometano

Corsan e Sulgás fazem parceria para pesquisar a utilização de biogás e biometano - Portal do Estado do Rio Grande do Sul

Portal do Estado do Rio Grande do Sul

Governo do Estado do Rio Grande do Sul

Início do conteúdo
Inicial Imprensa Últimas Notícias Corsan e Sulgás fazem parceria

A Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) e a Companhia de Gás do Estado do Rio Grande do Sul (Sulgás) vão realizar estudos e projetos de pesquisa para utilização de biogás e biometano. Convênio que oficializa a parceria foi assinado pelo diretor-presidente da Corsan, Roberto Barbuti, e pelo diretor-presidente da Sulgás, Antonio Rafael Cereser Pezzella.

O objetivo é unir esforços com a finalidade de estudar e realizar projetos de pesquisa para utilização de biogás e biometano produzidos a partir do processo de tratamento de esgotos.

Durante um ano serão feitas, por meio da Diretoria de Inovação Relacionamento e Sustentabilidade da Corsan, análises do biogás produzido nas ETEs (Estações de Tratamento de Esgotos) de Canela, Lajeado, Glorinha, Xangri-lá e São Jorge (Capão da Canoa). Com o resultado dos estudos, poderá ser avaliado o potencial de produção e a viabilidade comercial dessa nova fonte para fornecimento energético.

Também estavam presentes na assinatura no convênio, na segunda-feira (15/7), os diretores de Inovação, Relacionamento e Sustentabilidade, Jean Bordin; Financeiro e de Relações com Investidores, Jorge Melo; e o coordenador de Novos Negócios da Sulgás, Otto Fonseca Cardoso.

Texto: João Paulo Flores/Ascom Corsan
Edição: Marcelo Flach/Secom

Palácio Piratini

Praça Marechal Deodoro, s/n
Porto Alegre - RS -

mapa


Centro Histórico
Fone: (51) 3210.4100

Portal do Estado do Rio Grande do Sul

  26 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

26 Acessos

Instabilidades em sistemas afetam serviços do DetranRS nesta terça

Instabilidades em sistemas afetam serviços do DetranRS nesta terça - Portal do Estado do Rio Grande do Sul

Portal do Estado do Rio Grande do Sul

Governo do Estado do Rio Grande do Sul

Início do conteúdo
Inicial Imprensa Últimas Notícias Instabilidades em sistemas fotos cnh novas regras serviços As provas teóricas para obtenção da CNH estão suspensas nesta terça e devem ser reagendadas - Foto: Divulgação / Detran

Os sistemas que permitem consultas e transações na prestação de serviços no âmbito do DetranRS estão enfrentando instabilidades. A Procergs e o Detran estão trabalhando para sanar o problema, o que deve acontecer no final do dia desta terça-feira (16/7).

Veja como fica a situação dos nossos serviços para esta terça (16/7):

CFCs: as aulas continuam sendo realizadas normalmente. O único impedimento é na abertura de serviços (como iniciar processo de habilitação ou renovar a CNH);

EXAMES: as provas teóricas estão suspensas e devem ser reagendadas. Para os exames práticos, a orientação é que o cidadão contate seu CFC previamente para verificar a viabilidade da realização da prova;

CRVAs: todas as transações em CRVAs ficam impossibilitadas nesta terça. Os CRVAs estarão disponíveis apenas para prestação de orientações;

DEPÓSITOS (CRDs): a liberação de veículos dos pátios não poderá ser realizada nesta terça; 

O DetranRS e a Procergs reforçam que é a absoluta prioridade a resolução da instabilidade sistêmica. A previsão é que na quarta, dia 17, todos os serviços estejam normalizados.

Texto: Mariana Goldmeier Tochetto/Ascom DetranRS
Edição: Secom

Palácio Piratini

Praça Marechal Deodoro, s/n
Porto Alegre - RS -

mapa


Centro Histórico
Fone: (51) 3210.4100

Portal do Estado do Rio Grande do Sul

  29 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

29 Acessos

Instabilidades em sistemas afetam serviços do DetranRS

Instabilidades em sistemas afetam serviços do DetranRS - Portal do Estado do Rio Grande do Sul

Portal do Estado do Rio Grande do Sul

Governo do Estado do Rio Grande do Sul

Início do conteúdo
Inicial Imprensa Últimas Notícias Instabilidades em sistemas fotos cnh novas regras serviços As provas teóricas para obtenção da CNH estão suspensas nesta terça e devem ser reagendadas - Foto: Divulgação / Detran

Os sistemas que permitem consultas e transações na prestação de serviços no âmbito do DetranRS enfrentam instabilidades. A Procergs e o DetranRS trabalham para sanar o problema, o que deve acontecer no final do dia de hoje (16/7).

Veja como fica a situação dos serviços do DetranRS para esta terça (16/7):

CFCs: as aulas continuam sendo realizadas normalmente. O único impedimento é na abertura de serviços (como iniciar processo de habilitação ou renovar a CNH);

EXAMES: as provas teóricas estão suspensas na data de hoje e devem ser reagendadas. Para os exames práticos, a orientação é que o cidadão contate seu CFC previamente para verificar a viabilidade da realização da prova.

CRVAs: todas as transações em CRVAs ficam impossibilitadas neste dia 16. Os CRVAs estarão disponíveis apenas para prestação de orientações.

DEPÓSITOS (CRDs): a liberação de veículos dos pátios não poderá ser realizada neste dia 16.

O DetranRS e a Procergs reforçam que é a absoluta prioridade a resolução da instabilidade sistêmica. A previsão é que amanhã, 17, todos os serviços estejam normalizados.

Texto: Mariana Goldmeier Tochetto/Ascom DetranRS
Edição: Secom

Palácio Piratini

Praça Marechal Deodoro, s/n
Porto Alegre - RS -

mapa


Centro Histórico
Fone: (51) 3210.4100

Portal do Estado do Rio Grande do Sul

  9 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

9 Acessos

Estudante da Fundação Liberato, de Novo Hamburgo, representa o Brasil na maior feira de ciências da China

Estudante da Fundação Liberato, de Novo Hamburgo, representa o Brasil na maior feira de ciências da China - Portal do Estado do Rio Grande do Sul

Portal do Estado do Rio Grande do Sul

Governo do Estado do Rio Grande do Sul

Início do conteúdo
Inicial Imprensa Últimas Notícias Pesquisadora da Fundação aluna Liberato em evento na China Giovana pesquisa uma substância que seria capaz de minimizar danos às células sadias durante tratamento de quimioterapia - Foto: Luis Eduardo Selbach / Divulgação

Um dos problemas atuais da quimioterapia é que a maior parte dos tratamentos convencionais prejudica tanto as células cancerígenas como as células saudáveis. Em busca de uma solução, a  estudante do curso técnico de Química da Fundação Escola Técnica Liberato Salzano Vieira da Cunha, Giovana Berti Mantovani, 18 anos, desenvolveu um estudo que investigou o detergente acabi (derivado do breu branco, uma resina extraída do pinheiro), comprovando ser possível minimizar os danos às células sadias.

A Fundação Escola Técnica Liberato Salzano Vieira da Cunha, em Novo Hamburgo, na Região Metropolitana de Porto Alegre, é uma instituição estadual ligada à Secretaria da Educação (Seduc). 

O projeto de Giovana conquistou o Prêmio Killing de Tecnologia na Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia (Mostratec), realizada no ano passado e, com isso, garantiu a participação na China Adolescent Science & Technology Innovation Contest (Castic), feira de ciências que ocorre de 20 a 26 de julho em Macau. 

Sobre o projeto

O acabi (acetato de abietamidometil-dietilamônio) é uma molécula sintetizada por pesquisadores com o objetivo de ser aplicado na área médica. O detergente não era usado em tratamentos quimioterápicos mas, ao investigar a estrutura molecular desse composto, a jovem pesquisadora percebeu que a molécula acabi tem preferência em atacar as células tumorais e não as células saudáveis.

Texto: Luis Eduardo Selbach/Ascom Fundação Escola Técnica Liberato Salzano Vieira da Cunha 
Edição: Patrícia Specht/Secom 

Palácio Piratini

Praça Marechal Deodoro, s/n
Porto Alegre - RS -

mapa


Centro Histórico
Fone: (51) 3210.4100

Portal do Estado do Rio Grande do Sul

  10 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

10 Acessos

Estado paga segunda parcela a todos os servidores que recebem acima de R$ 4.000

Estado paga segunda parcela a todos os servidores que recebem acima de R$ 4.000 - Portal do Estado do Rio Grande do Sul

Portal do Estado do Rio Grande do Sul

Governo do Estado do Rio Grande do Sul

Início do conteúdo
Inicial Imprensa Últimas Notícias Estado paga segunda parcela a Calendario Folha card - - Foto: Bruno Ibaldo / Arte Secom

O Tesouro do Estado depositou nesta terça-feira (16/7) mais uma parcela no valor de R$ 2.000 para todos os servidores que recebem acima de R$ 4.000 líquidos. Somado com o pagamento dessa segunda-feira, esse grupo do funcionalismo já tem R$ 3.500 creditados em suas contas referentes à folha de junho do Poder Executivo.

A próxima parcela a ser paga é no dia 23 de julho no valor de R$ 1.000, quando o governo do Estado quitará os salários de quem recebe até R$ 4.500 líquidos, o que representará 77% do funcionalismo.

Texto: Ascom Fazenda
Edição: Secom 

Palácio Piratini

Praça Marechal Deodoro, s/n
Porto Alegre - RS -

mapa


Centro Histórico
Fone: (51) 3210.4100

Portal do Estado do Rio Grande do Sul

  13 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

13 Acessos

Polícia Civil divulga nota de pesar pelo falecimento de policial durante cumprimento do dever

Polícia Civil divulga nota de pesar pelo falecimento de policial durante cumprimento do dever - Portal do Estado do Rio Grande do Sul

Portal do Estado do Rio Grande do Sul

Governo do Estado do Rio Grande do Sul

Início do conteúdo
Inicial Imprensa Últimas Notícias Polícia Civil divulga nota Polícia civil nota pesar - - Foto: Reprodução

A Polícia Civil do Estado do Rio Grande do Sul manifesta seu mais profundo pesar pelo falecimento do escrivão de polícia Edler Gomes dos Santos.

Edler faleceu nesta manhã, 16 de julho de 2019, durante cumprimento do seu dever como policial e defensor da sociedade, enquanto cumpria ordem judicial durante operação policial em Montenegro. O policial civil foi alvejado com disparo de arma de fogo durante a ação.

Edler, 54 anos, se formou em 2010 e estava lotado na Delegacia de Lavagem de Dinheiro do Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico (Denarc).

A Polícia Civil se solidariza com a dor dos familiares, policiais e amigos, diante desta perda irreparável.


Nadine Farias Anflor
Chefe de Polícia

Palácio Piratini

Praça Marechal Deodoro, s/n
Porto Alegre - RS -

mapa


Centro Histórico
Fone: (51) 3210.4100

Portal do Estado do Rio Grande do Sul

  11 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

11 Acessos

Cadastro de aplicadores de agrotóxicos hormonais começa a funcionar no Estado

Cadastro de aplicadores de agrotóxicos hormonais começa a funcionar no Estado - Portal do Estado do Rio Grande do Sul

Portal do Estado do Rio Grande do Sul

Governo do Estado do Rio Grande do Sul

Início do conteúdo
Inicial Imprensa Últimas Notícias Cadastro de aplicadores Agricultura card Novas Façanhas - - Foto: Bruno Ibaldo / Arte Secom

A Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr) coloca no ar nesta terça-feira (16/7) o sistema que permitirá o cadastramento de aplicadores de agrotóxicos hormonais no Estado. 

O cadastro foi determinado pela Instrução Normativa 06/2019 da Seapdr, que estabelece regras para o cadastro dos aplicadores de produtos agrotóxicos hormonais e a necessidade de o produtor prestar informações sobre o uso do produto. O acesso ao sistema está disponível neste link.

O cadastro também poderá ser feito presencialmente nas Inspetorias de Defesa Agropecuária, mediante apresentação de cópia ou original de documento de identidade e CPF do aplicador, certificado do curso de boas práticas agrícolas na aplicação de agrotóxicos e histórico do conteúdo ministrado.

Neste primeiro momento, 24 municípios devem atender a esta regra, no período de julho de 2019 a maio de 2020. Confira a lista:

- Alpestre
- Bagé
- Cacique Doble
- Candiota
- Dom Pedrito
- Encruzilhada do Sul
- Hulha Negra
- Ipê
- Jaguari
- Jari
- Lavras do Sul
- Maçambará
- Mata
- Monte Alegre dos Campos
- Piratini
- Rosário do Sul
- Santiago
- São Borja
- São João do Polêsine
- São Lourenço do Sul
- Santana do Livramento
- Silveira Martins
- Sobradinho
- Vacaria

Agrotóxicos hormonais

Os agrotóxicos abordados pela IN 06/2019 são os que têm como ingrediente ativo principal as auxinas sintéticas, substâncias reguladoras do desenvolvimento vegetal. São as seguintes:

- 2,4-D
- Aminopiralide
- Clopiralida
- Dicamba
- Fluroxipir-meptílico
- MCPA
- Picloram
- Quincloraque
- Triclopir-butolítico

Texto: Ascom Seapdr
Edição: Secom

Palácio Piratini

Praça Marechal Deodoro, s/n
Porto Alegre - RS -

mapa


Centro Histórico
Fone: (51) 3210.4100

Portal do Estado do Rio Grande do Sul

  11 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

11 Acessos

Piratini protocola projeto que permite militares atuarem como monitores em escolas públicas

O governo do Rio Grande do Sul protocolou na Assembleia Legislativa, nesta segunda-feira (15/7), projeto de lei que permite o aproveitamento de servidores da reserva da Brigada Militar e das Forças Armadas para atuarem como monitores em escolas públicas. Além de atuaram na rede estadual, a proposta também prevê convênios com prefeituras para que os militares possam exercer a função também em escolas municipais.

A inspiração para a iniciativa veio de um projeto (nº 72/2019) do deputado estadual Tenente-Coronel Zucco, a quem o governador Eduardo Leite fez questão de agradecer: “Desde o início do meu mandato, afirmei que as pautas dos deputados que vão ao encontro dos valores que nós defendemos iriam ser valorizadas e apoiadas por nós, já que a agenda deles também foi validada pelos gaúchos. O PL protocolado hoje se encaixa nisso, pois vimos como uma oportunidade de, além de aproveitar os servidores aposentados, de inserir valores, disciplina e comprometimento com o coletivo através dos militares aos estudantes.”

Zucco foi ao Palácio Piratini na tarde desta segunda-feira (15/7) para retribuir o gesto do chefe do Executivo, junto do secretário-chefe da Casa Civil, Otomar Vivian, e do comandante-geral da Brigada Militar, coronel Mário Ikeda. “Acreditamos que isso se refletirá, acima de tudo, em menos violência e mais segurança”, afirmou o deputado.

O projeto enviado à Assembleia altera a Lei nº 15.108, de 11 de janeiro de 2018, que dispõe sobre o Programa Mais Efetivo, a partir do qual o governo passou a chamar servidores da reserva para atuarem em situações especificas, como atividades administrativas, e liberar oficiais da ativa para o policiamento ostensivo. A nova proposição acrescenta a possibilidade de os reservistas atuarem como monitores cívico-militares em escolas da rede pública mediante remuneração extra já prevista na lei.

Além disso, a proposta também altera a Lei nº 11.991/03, de 27 de outubro de 2003, que criou o Programa de Militares Estaduais Temporários da Brigada Militar, visando ampliar a atividade do soldado temporário para o exercício das funções de monitor cívico-militar nas escolas da rede pública.

A justificativa do projeto aponta, ainda, que “a função de monitoria compreende as atividades externas à sala de aula, atuando preventivamente na identificação de problemas que possam influenciar no aprendizado e convivência social do cidadão em desenvolvimento, promovendo condições que permitam um ambiente adequado e facilitador para a aquisição de conhecimentos e o seu desenvolvimento com base nos valores permanentes da identidade nacional e das virtudes da vida em sociedade”.

Na semana passada, inspirado no projeto do deputado Zucco, o Ministério da Educação (MEC) anunciou que pretende implementar 108 escolas militares até o ano de 2023. A ideia é que, a cada ano, haja 27 novas unidades do modelo, uma por unidade da federação.

Chamadas de escolas cívico-militares pelo MEC, o modelo prevê a atuação de equipe de militares da reserva no papel de tutores – algo que o Rio Grande do Sul já está encaminhando ao protocolar o projeto na Assembleia.

Texto: Vanessa Kannenberg
Edição: Marcelo Flach/Secom

  12 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

12 Acessos

Secretaria da Fazenda divulga no dia 23 datas restantes do pagamento de junho

Conforme anunciado no dia 27 de junho, a Secretaria da Fazenda atualiza nesta segunda-feira (15/7) as informações sobre o pagamento da folha de junho do Poder Executivo. O Tesouro do Estado confirma a manutenção dos depósitos já anunciados, que implicarão na quitação integral de 77% dos vínculos até o dia 23 de julho. Nessa data, todos os demais servidores terão pagamento total ou parcial de R$ 4.500.

Nesse período, não ocorreram alterações significativas no fluxo de caixa que permitissem a confirmação de novas datas de pagamento. Nesse sentido, as datas restantes dos depósitos serão confirmadas no dia 23 de julho. Desde o início do ano, o governo tem buscado máxima transparência e consistência na divulgação do calendário.

“Este é um mês muito difícil e delicado, que sofre as consequências da sazonalidade de receitas tributárias e da permanente queda nas previsões de crescimento econômico. O desequilíbrio entre despesas e receitas é histórico e, por isso, preferimos anunciar todas as datas quando tivermos certeza da disponibilidade dos recursos em caixa”, ressaltou o secretário da Fazenda, Marco Aurelio Cardoso.

“Até o dia 23, buscaremos todas as alternativas possíveis para priorizar a folha dos servidores. Após o pagamento de todas as datas com as quais já nos comprometemos junto aos servidores, teremos condições de complementar a informação da quitação do restante dos salários”, ressalta o secretário.

Como está o calendário:

Neste mês de julho (salário-base junho), a Secretaria da Fazenda adotou um calendário misto (por grupos e parcelas) como forma de priorizar o pagamento dos menores salários e, ao mesmo tempo, evitar que os demais servidores ficassem sem nenhum depósito já garantido no dia do anúncio inicial.

Nesta segunda-feira (15/7), o Tesouro do Estado quitou os salários de quem recebe até R$ 4.000 líquidos e iniciou o pagamento por parcelas para todos os demais vínculos que recebem acima deste valor. A primeira parcela paga foi no valor de R$ 1.500. Na terça-feira (16/7) será creditada mais uma parcela de R$ 2.000, e no dia 23 de julho uma outra parcela de R$ 1.000.

NOVA folha salários JUNHO 2019 - - Foto: Reprodução

Texto: Ascom Sefaz
Edição: Secom

  10 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

10 Acessos

Treinamento para combater morcegos hematófagos reúne técnicos na região do Planalto Médio

Um treinamento teórico-prático sobre o Programa de Controle da Raiva Herbívora envolveu veterinários e técnicos da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), para capacitá-los sobre a zoonose, que coloca o Rio Grande do Sul em alerta sanitário desde maio.

Até o dia 12 de julho, a Seapdr havia registrado 40 focos de raiva herbívora, entre bovinos e um equino. A capacitação foi organizada pela regional da Seapdr de Passo Fundo e contou também com a participação da regional de Palmeira das Missões e do Serviço de Inspeção Municipal e Vigilância Sanitária de Marau.

Trinta pessoas participaram do treinamento, realizado dia 11 de julho. Pela manhã, foi feita abordagem teórica sobre o morcego hematófago, transmissor da raiva herbívora. Na parte da tarde, ocorreu a inspeção in loco de uma propriedade rural de Marau. Ao percorrer o local, o grupo fez a descoberta de uma furna que servia de refúgio e capturou morcegos hematófagos.

“Os treinamentos da equipe técnica são muito importante, porque a raiva é uma doença que se tem de estar sempre preparado para atender com rapidez o produtor rural”, afirma Marcos Borges, supervisor regional da Seapdr em Passo Fundo.

Até 12 de julho, foram confirmados 40 focos de raiva herbívora em 25 municípios, de acordo com dados da Divisão de Defesa de Sanidade Animal (DSA) da secretaria. A maioria envolve bovinos, e apenas um caso em equinos foi registrado em Cruz Alta.

“A gente tem trabalhado bastante nessas regiões, realizando a busca por novos refúgios, conversando com os produtores para que vacinem seus animais e fazendo a revisão periódica dos locais onde já houve casos da doença”, informa o coordenador do Programa de Controle da Raiva Herbívora, Wilson Hoffmeister Júnior.

“O alerta sanitário da Seapdr foi emitido com base em casos registrados no Estado, e segue em vigor. Nós julgamos importante sempre capacitar nossas equipes para evitar o agravamento da situação”, afirma o secretário Covatti Filho.

Os municípios com focos

1) Arroio dos Ratos
2) Barão do Triunfo
3) Candelária
4) Canudos do Vale
5) Cerro Grande do Sul
6) Cruz Alta
7) Espumoso
8) Forquetinha
9) Ibirapuitã
10) Ivoti
11) Lindolfo Collor
12) Não-Me-Toque
13) Passo do Sobrado
14) Progresso
15) Riozinho
16) Salto do Jacuí
17) Santo Antônio da Patrulha
18) São Jerônimo
19) Sapiranga
20) Serafina Corrêa
21) Soledade
22) Tio Hugo
23) Travesseiro
24) Vale do Sol
25) Venâncio Aires

Orientação para os produtores

A orientação para os produtores rurais é vacinar ou revacinar o rebanho para prevenir a raiva herbívora. O alerta foi emitido com base em situações registradas no Estado, como a incidência de agressões do morcego hematófago Desmodus rotundus a bovinos, sem que tivesse havido conhecimento e identificação de refúgios. Conforme o coordenador do Programa de Controle da Raiva Herbívora, Wilson Hoffmeister Júnior, a raiva pode ser controlada de forma preventiva, por meio do controle da população de morcegos hematófagos e da vacinação maciça dos animais. A vacinação não é obrigatória, mas é recomendada.

A orientação aos produtores rurais é de que localizem novos refúgios de morcegos vampiros mas não tentem capturá-los por conta própria. A captura é realizada somente pelos Núcleos de Controle da Raiva do Estado, devidamente capacitados, vacinados contra a raiva. As equipes são acionadas pelas regionais da Secretaria da Agricultura sempre que houver laudo positivo para raiva em herbívoro ou se forem constatados altos índices de mordedura em animais de produção em determinada região.

Texto: Ascom Seapdr
Edição: Secom

  8 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

8 Acessos

Governador recebe representantes da produção agrícola do RS

O governador Eduardo Leite recebeu, na tarde desta segunda-feira (15/7), representantes do Instituto Brasileiro de Olivicultura (Ibraoliva), do Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), da vinícola Guatambu/Estância do Vinho, representantes das cadeias da maçã e da erva-mate e da Associação Gaúcha de Apicultores. O secretário de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, Covatti Filho, acompanhou o encontro.

Duas instruções normativas publicadas no começo deste mês pelo governo do Estado foram o tema do encontro, que reuniu representantes de produtores de culturas afetadas pelo uso do herbicida 2,4-D.

Aprovadas pelos representantes, as instruções normativas 05/2019 e 06/2019 foram produzidas pela equipe técnica da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural em conjunto com entidades participantes do grupo de trabalho criado para discutir o tema. Durante o encontro, os representantes pediram alguns ajustes e apresentaram algumas demandas relacionadas ao tema.

O governador Leite agradeceu a disposição dos envolvidos em participar não só de debates a respeito da questão, mas também da busca pelas soluções. O secretário Covatti Filho deixou claro que as questões expostas pelo grupo serão levadas ao grupo técnico responsável pelo tema.

A instrução normativa 05/2019 estabelece o Termo de Conhecimento de Risco e de Responsabilidade, pelo qual o produtor rural ou representante legalmente habilitado deverá assinar a receita agronômica, ficando ciente de que os produtos agrotóxicos hormonais, inclusive os produtos com ingrediente ativo à base de ácido 2,4-diclorofenoxiacético (2,4-D), em caso de deriva, causam grandes prejuízos para as culturas sensíveis. A instrução normativa 06/2019 estabelece o cadastro de aplicadores de produtos agrotóxicos hormonais e regulamenta a aplicação.

A secretária de Trabalho e Assistência Social, Regina Becker, também participou da reunião no Piratini.

Texto: Suzy Scarton
Edição: Marcelo Flach/Secom

  13 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

13 Acessos

Nova diplomata do Consulado dos EUA na capital visita a Secretaria do Meio Ambiente

Nova diplomata do Consulado dos EUA na capital visita a Secretaria do Meio Ambiente - Portal do Estado do Rio Grande do Sul

Portal do Estado do Rio Grande do Sul

Governo do Estado do Rio Grande do Sul

Início do conteúdo
Inicial Imprensa Últimas Notícias Nova diplomata do Consulado dos reunião consulado EUA Durante encontro, o secretário Artur Lemos Júnior apresentou alguns dos projetos desenvolvidos no Estado - Foto: Divulgação / Sema

A Secretaria do Meio Ambiente e Infraestrutura (Sema) recebeu nesta segunda-feira (15/7) a visita da nova diplomata do Consulado dos Estados Unidos em Porto Alegre, Rebekah Martinez, e da assistente para Assuntos Políticos e Econômicos, Aline Dalla Vecchia. Na ocasião, o secretário Artur Lemos Júnior apresentou alguns dos projetos desenvolvidos no Estado e ressaltou a similaridade do RS com Indiana, Estado localizado no Centro-Oeste dos EUA, no que se refere ao carvão e a agropecuária.

O secretário também apresentou os programas e políticas públicas que serão ampliados pela Sema com foco em sustentabilidade e atendimento de demandas socioambientais e que estabelecem estratégias de conservação, recuperação e uso sustentável da biodiversidade nos biomas Pampa e Mata Atlântica. Alguns exemplos são o incentivo e promoção do manejo adequado da pecuária em campos nativos e a conservação de abelhas nativas.

Outros projetos que fazem parte do programa são o controle da qualidade do ar e a preservação de espécies ameaçadas de extinção. Rebekah e Aline reforçaram o interesse dos EUA em programas desta natureza e ressaltaram a possibilidade de incentivos para o aprimoramento dos projetos.

O secretário adjunto da Sema, Paulo Roberto Dias Pereira, e o diretor-geral da secretaria, Marcelo Spilki, participaram da reunião.

Texto: Vanessa Trindade/Ascom Sema
Edição: Secom

Palácio Piratini

Praça Marechal Deodoro, s/n
Porto Alegre - RS -

mapa


Centro Histórico
Fone: (51) 3210.4100

Portal do Estado do Rio Grande do Sul

  25 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

25 Acessos

Por atrair poucas pessoas, RS já perdeu 700 mil habitantes nas trocas migratórias, aponta estudo

Com a menor taxa de crescimento populacional do país, o Rio Grande do Sul vê o percentual de idosos aumentar, ao mesmo tempo em que diminui o número de pessoas que integram o grupo em idade potencialmente ativa (15 a 64 anos). Esse movimento demográfico tem causas que vão além da baixa natalidade e da maior expectativa de vida dos gaúchos em relação ao cenário nacional: o RS é um Estado que pode ser considerado “fechado” para as trocas migratórias, pois tem baixos percentuais de emigrantes e, principalmente, de imigrantes, resultando na menor taxa líquida migratória fora do Nordeste brasileiro.

Dos atuais 11,3 milhões de habitantes, o RS ultrapassaria o número de 12 milhões se todos os gaúchos aqui nascidos, em qualquer época, retornassem ao Estado (isso com todos imigrantes também retornando aos Estados de origem). É o que mostra estudo divulgado nesta segunda-feira (15/7) pela Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag) sobre o movimento migratório e o quanto esta transição demográfica gera impactos tanto do ponto de vista econômico como em termos de desafios de políticas públicas para os próximos anos.

“O Rio Grande não tem se mostrado atrativo para reter pessoas, especialmente os mais jovens, muito menos para cativar gente de fora. O Estado precisará ´importar´ pessoas”, define a secretária Leany Lemos.

Queda em oito anos

Um aspecto que se destaca no trabalho elaborado pelo pesquisador Pedro Zuanazzi, do Departamento de Economia e Estatística (DEE) da Seplag, mostra que em oito anos (2010–2018) o RS é o que mais perdeu participação perante a população brasileira na comparação com os demais Estados do Sul e Sudeste. Passou de 5,6% em 2010, para 5,4% no ano passado, dois décimos que representam 347 mil pessoas.

Seplag migrações 2 Estudo foi elaborado pelo pesquisador Pedro Zuanazzi, do Departamento de Economia e Estatística (DEE) da Seplag - Foto: Carolina Greiwe / Ascom Seplag Na nota que elaborou, Zuanazzi observa que o processo de envelhecimento da população gaúcha (20% da população terá mais de 65 anos em 2035, por conta das baixas taxas de fecundidade e da maior expectativa de vida) é similar aos estados vizinhos. Porém, esse recuo em termos de participação nacional deve ser creditado também às trocas migratórias, pois o RS tem um fluxo reduzido nos dois sentidos. “O problema não é o número que sai, pois a emigração não é elevada em relação às outras unidades da federação. Esta reduzida taxa líquida decorre, principalmente, pelo baixo ingresso de pessoas”, destaca.

Pop RS cresce menos - - Foto: DEE / Seplag Destinos

Considerando o critério de migração que confronta local de residência e local de nascimento, ou seja, que engloba as trocas migratórias das últimas décadas, Santa Catarina lidera o ranking dos destinos dos gaúchos que decidem morar acima do rio Mampituba: entre saídas e chegadas, o saldo é negativo em mais de 280 mil pessoas. Em seguida estão Paraná (saldo migratório de -177 mil), do Mato Grosso (-90 mil), de São Paulo (-37 mil) e Mato Grosso do Sul (-33 mil), que fecham a lista dos cinco principais destinos.

O estudo também avalia que os municípios da Fronteira Oeste e Noroeste têm as maiores perdas populacionais dos últimos anos, em parte migrando para outros Estados, em parte devido à migração interna em favor de cidades próximas a Porto Alegre, Caxias do Sul, Lajeado e Litoral Norte. Das dez cidades que mais tiveram variação proporcional de suas populações (2010-2017), seis estão localizadas próximas às praias.

Impactos

Historicamente o RS apresenta déficit migratório, causando, apenas em 2018, diminuição de 0,12% da população. Em Santa Catarina, por exemplo, o processo foi inverso: cresceu 0,41%. Conforme Zuanazzi, “o saldo migratório passa a ter um papel ainda mais relevante uma vez que a maioria dos migrantes é formada por pessoas de 20 a 35 anos, que estão no começo de seus períodos produtivos, contribuindo para o crescimento da região por um longo período”.

Na avaliação do pesquisador, esse fator tem impacto direto não apenas no crescimento do PIB do RS, “mas no longo prazo dificultará ainda mais compromissos obrigatórios, que não reduzem seus valores conjuntamente com a redução populacional, como é o caso da Previdência e da dívida pública”. Haveria a necessidade, segundo ele, de um salto em termos de produtividade por trabalhador para compensar estes reflexos.

Na visão da secretária Leany, o RS tem um grande desafio, após superar as questões fiscais, tornar-se capaz de atrair novos investimentos, reduzir a burocracia estatal e estimular a inovação. “Precisamos, acima de tudo, atrair jovens de outros Estados e manter aqui nossos talentos”, acrescentou.

Clique aqui e acesse a apresentação do estudo.

Clique aqui e acesse a nota técnica.

Texto: Pepo Kerschner/Ascom Seplag
Edição: Marcelo Flach/Secom

  40 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

40 Acessos

Entrega de ações estratégicas marca 120 dias do programa RS Seguro

Para marcar os 120 dias do RS Seguro, o governador Eduardo Leite, o vice-governador e secretário da Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior, e o secretário da Administração Penitenciária, Cesar Faccioli, apresentaram, na manhã desta segunda-feira (15/7), uma série de ações estratégicas para avançar no plano traçado no âmbito do programa estruturante e transversal da segurança do Estado.

As medidas foram detalhadas por Ranolfo no Salão Negrinho do Pastoreio, no Palácio Piratini. “O balanço desse primeiro período do RS Seguro mostra que seguimos as três premissas do programa – Integração, Inteligência e Investimento Qualificado –, dentro dos quatro eixos de atuação, que são combate ao crime, políticas sociais de prevenção, atendimento ao cidadão e sistema prisional”, explicou.

RS Seguro 120dias 9 Leite destacou os avanços obtidos com as operações na área - Foto: Gustavo Mansur / Palácio Piratini

No tocante à crise prisional, Ranolfo destacou que a criação da Secretaria de Administração Penitenciária demonstra que a situação é uma das prioridades para o governo. “Temos a visão de que manter as duas áreas, segurança pública e administração penitenciária, dentro da mesma pasta, faria com que uma delas fosse relegada a segundo plano. Isso foi um dos grandes motivadores para se criar uma secretaria que pudesse se focar nessa questão”, ressaltou.

Para o governador Eduardo Leite, a prestação de contas dos 120 dias do RS Seguro não só comemora a redução de indicadores de criminalidade deste primeiro semestre, mas também mostra como as ações para territórios prioritários estão sendo articuladas com os próprios municípios, a partir de programas existentes. “Identificamos no território das cidades quais programas devem ser reforçados em áreas como saúde e educação. Quanto maior for a atenção à infância e à escola, conseguiremos promover um escudo social que evita que a violência se torne atraente para crianças e jovens”, enfatizou.

Síntese das medidas anunciadas para cada eixo do RS Seguro

1° eixo – Combate ao crime

Entre os destaques, está a sistemática para aprimorar o uso de dados estatísticos no combate ao crime. Ranolfo apresentou a lista dos 18 municípios considerados prioritários para o RS Seguro: Alvorada, Cachoeirinha, Canoas, Capão da Canoa, Caxias do Sul, Esteio, Gravataí, Guaíba, Novo Hamburgo, Passo Fundo, Pelotas, Porto Alegre, Rio Grande, Santa Maria, São Leopoldo, Sapucaia do Sul, Tramandaí e Viamão).

Também foram destacados os critérios pelos quais eles foram escolhidos e os quatro indicadores que serão monitorados (crimes violentos letais intencionais, roubo de veículos e roubo a pedestres, comuns a todos, mais um indicador condizente com a realidade local) para o planejamento operacional dos órgãos de segurança.

Além disso, foi lançado o ciclo mensal de Gestão de Estatística em Segurança (GESeg), com quatro instâncias de análise. As reuniões, que contam com representantes de todos os órgãos de segurança pública estaduais, também têm a presença do governador Leite e do vice Ranolfo. As avaliações começam nas unidades operacionais dos municípios até chegar a um colegiado de governo, que vai se reuni todas as segundas quintas-feiras de cada mês.

Cerimônia de 120 dias do RS Seguro Governador assina decretos ao lado do chefe da Casa Civil, Otomar Vivian, e do vice-governador Ranolfo Vieira Júnior - Foto: Itamar Aguiar / Palácio Piratini

Para reforçar a efetividade do eixo de combate ao crime, o governador assinou cinco decretos. O primeiro cria dois Batalhões de Choque da Brigada Militar (BM), em Caxias do Sul e em Pelotas. As novas unidades se somam às já existentes em Porto Alegre, Santa Maria e Passo Fundo e devem ser implantadas em agosto, assim que os policiais militares se formarem. Cada um dos batalhões terá 110 policiais.

O segundo decreto cria a Divisão de Combate à Corrupção no Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) da Polícia Civil. A medida terá implantação imediata, uma vez que a unidade já conta com o efetivo necessário.

O terceiro decreto implanta as Áreas Integradas de Segurança Pública (AISPs) em Canoas, para compatibilizar as áreas de atuação da BM e da Polícia Civil na cidade. As AISPs serão aplicadas nos 18 municípios prioritários. Essa medida coloca em prática a premissa de integração entre as forças de segurança do Rio Grande do Sul, instrumento fundamental para ampliar a eficiência do combate à criminalidade e a redução dos índices.

“Não temos dúvida da necessidade de integrar todos os agentes da segurança pública, de modo que trabalhem dentro da mesma circunscrição, da mesma área”, exemplificou Ranolfo.

Por último, o governador assinou dois decretos que atualizam a regulamentação do Programa de Incentivo ao Aparelhamento da Segurança Pública no Rio Grande do Sul (Piseg-RS). A legislação, pioneira no Brasil, incentiva a destinação de recursos pela iniciativa privada, na condição de compensação de impostos, para serem investidos diretamente na aquisição de equipamentos para a segurança pública. A expectativa é de que o programa seja colocado em prática até o final deste mês.

RS Seguro ações 1b Decretos assinados pelo governador ampliam ações das forças da segurança pública - Foto: Reprodução

2° eixo – Políticas sociais de prevenção

No evento, tratou-se também da linha de ação do segundo eixo do programa, que versa sobre políticas sociais de prevenção. A partir de estudo técnico que identificou, nas 18 cidades prioritárias, 52 bairros e 169 escolas que necessitam de intervenção especial, foram elaborados mais de 30 projetos a serem executados pelas secretarias de Estado envolvidas no programa transversal – Educação (Seduc), Saúde (SES), Trabalho e Assistência Social (Stas), Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (SJCDH), Esporte e Lazer (SEL), Cultura (Sedac) e Inovação, Ciência e Tecnologia (Sict).

Cerimônia de 120 dias do RS Seguro Vice-governador e secretário da Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior, detalhou as ações do RS Seguro - Foto: Gustavo Mansur / Palácio Piratini

Para o vice-governador Ranolfo, essa é uma das áreas de atuação mais relevantes do programa. “Estamos enxugando gelo. Se não dermos atenção e prioridade à prevenção, passaremos a vida toda fazendo isso. Além disso, o resultado de ações de prevenção são medidos em longo prazo”, destacou.

3° eixo – Atendimento ao cidadão

Para o terceiro eixo, de atendimento ao cidadão, está em desenvolvimento um novo sistema de registro de ocorrências, que aplicará a tecnologia de georreferenciamento para qualificar o mapeamento criminal, e a ampliação dos serviços da Delegacia Online, com aumento do número de tipos de delitos passíveis de registro pela internet, sem necessidade de deslocamento até uma delegacia de polícia.

Ainda relacionado a esse eixo, o Corpo de Bombeiros fará a aquisição de uma viatura de resgate para cada um dos 18 municípios prioritários do RS Seguro, e o Instituto-Geral de Perícias (IGP) já implantou o serviço de solicitação online da segunda via da carteira de identidade para os cidadãos que emitiram o registro geral (RG) no novo modelo.

4° eixo – Sistema prisional

Em relação ao sistema prisional, quarto eixo do RS Seguro, o secretário da Administração Penitenciária, Cesar Faccioli, detalhou o plano para abrir cerca de 3,5 mil novas vagas prisionais a curto e médio prazos. Apontou ainda a meta de instalar 5 mil tornozeleiras em 2019 e outras 5 mil até 2022, além da ampliação de seis para 32 salas de videoconferência para audiência judicial até 2023.

PORTO ALEGRE, RS, BRASIL, 15.07.2019 - Cerimônia de 120 dias do RS Seguro. Fotos: Gustavo Mansur/Palácio Piratini Conforme o secretário da Administração Penitenciária, Cesar Faccioli, a meta é ter 5 mil tornozeleiras em operação em 2019 - Foto: Gustavo Mansur / Palácio Piratini

Faccioli lembrou que, sem a cooperação da sociedade, a abertura de vagas seria mais lenta no Estado. “É preciso reconhecer a importância do engajamento da sociedade, dos municípios que manifestaram interesse em receber novos presídios”, destacou.

Leite explicou que não estão sendo medidos esforços para que o déficit de vagas prisionais seja mitigado no Estado. “Nesses primeiros meses, nossa política pública tem apresentado uma efetividade em prisões, a partir de operações, que está represada no gargalo de um sistema prisional deficiente por anos de falta de investimentos. Buscamos, no menor prazo possível, providenciar a abertura de novas vagas, e no médio e no curto prazos, evitar essa situação de presos em delegacias e em viaturas”, explicou o governador.

Confira, eixo por eixo, todas as medidas anunciadas

Texto: Suzy Scarton e Carlos Ismael Moreira/Ascom SSP
Edição: Vitor Necchi/Secom

  9 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

9 Acessos

Governador participa de posse da Sociedade de Engenharia do RS

Importante parceira dos gaúchos e do poder público, a Sociedade de Engenharia do Rio Grande do Sul (Sergs) empossou, nesta segunda-feira (15/7), a diretoria para o período 2019/2021. A cerimônia, ocorrida na capital, marca o aniversário 89 da entidade.

Acompanhado de parte do secretariado, o governador Eduardo Leite participou do evento e parabenizou o engenheiro Luis Roberto Andrade Ponte pela recondução à presidência da Sergs: “Sua vitalidade, capacidade e comprometimento inspiram a todos nós. Parabéns e sucesso”.

Além disso, Leite agradeceu, em nome da sociedade gaúcha, a diretoria da sociedade de engenharia pelos serviços prestados nos últimos 89 anos. “Mais recentemente, pela colaboração ao RS nas discussões sobre o Polo Carboquímico, aproximando diversos atores e oportunizando a construção de entendimentos, para puxarmos na mesma direção”, acrescentou o governador, referindo-se ao seminário promovido em maio pela Sergs.

Ponte, em seu discurso, agradeceu, em especial, aos parceiros “de décadas” da entidade. “Apesar de não ter uma robusta estrutura, a Sergs tem um belo grupo de voluntários engenheiros, arquitetos e agrônomos, que se converte em um exército para cumprir sua missão”, afirmou o presidente reempossado.

Em seguida, Ponte formalizou a adesão da Sergs ao Pacto Alegre, iniciativa com objetivo de engajar entidades públicas e privadas e a sociedade para tornar Porto Alegre uma cidade referência em inovação e estimular o empreendedorismo sustentável.

Empossados

Diretoria 2019/2021

PRESIDENTE: Luis Roberto Andrade Ponte
1º VICE-PRESIDENTE: Paulo Roberto Fam
2º VICE-PRESIDENTE: José Carlos Cervieri

Conselho deliberativo 2019/2020

PRESIDENTE: Walter Lídio Nunes 
VICE-PRESIDENTE: João Fortini Albano

Texto: Vanessa Kannenberg
Edição: Patrícia Specht/Secom

  9 Acessos

Copyright

© Governo do Rio Grande do Sul - Notícias do Piratini

9 Acessos